Incrível
Incrível

10 Coisas que conhecemos e surgiram por acaso

Pare e pense: algumas das coisas usuais, sem as quais não imaginamos nossas vidas diárias, poderiam simplesmente não existir! Em muitos casos, uma feliz coincidência determinou sua criação. No entanto, também foi importante a insistência de seus criadores, que se fizeram a pergunta: “O que aconteceria se...?”. Dessa forma, foram inventados, por exemplo, o carrinho de supermercado, utensílios de teflon e outros itens, dos quais não se pode prescindir.

No Incrível.club encontramos histórias divertidas deste tipo de invenções, nas quais a personalidade do criador combinou perfeitamente com o acaso.

1. Torta Kiev

Este bolo popular surgiu por causa de um erro do confeiteiro, que esqueceu de colocar na geladeira uma mistura à base de clara de ovo destinada a preparar biscoito. Na manhã seguinte, essa preparação havia ficado seca e firme. Eles teriam que salvá-la de alguma forma.

Por isso, o chefe da sala de biscoitos inventou uma sobremesa literalmente pelo caminho. Com a preparação, fizeram bolos, untados com creme de manteiga, cobertos com açúcar de confeiteiro e decorados. Essa sobremesa foi a precursora do famoso bolo.

2. Cookies com gotas de chocolate

A dona de um hotel nos Estado Unidos, Ruth Wakefield, sempre assou biscoitos para seus hóspedes. Normalmente, um era de chocolate e ela adicionava cacau à massa. Uma vez, Ruth ficou sem cacau e decidiu adicionar pedaços de chocolate à massa.

Ao assar, o chocolate não derreteu. Acabou se tornando uma sobremesa completamente nova: cookies com raspas de chocolate. Muitas pessoas ficaram fascinadas com esta criação e, em 1997, tornaram-se o prato oficial de Massachusetts.

3. Supercola

A base da supercola, a substância cianoacrilato, foi inventada durante a Primeira Guerra Mundial como parte de um experimento. Era necessário criar urgentemente um plástico transparente para a mira de um rifle. No entanto, a substância que eles inventaram não funcionou, pois era terrivelmente pegajosa.

A fórmula foi esquecida, mas em 1951 um cientista se lembrou e entendeu que havia um grande potencial comercial por trás dela. E ele não estava errado: a supercola é conhecida em todo o mundo.

4. Batata frita

Em um dos cafés de Nova York, o chef George Crum tinha um cliente muito metódico. Ele não gostava das batatas fritas caseiras que George servia: as fatias pareciam insuficientemente finas e crocantes. Depois de várias tentativas, o cozinheiro ficou com raiva e cortou as batatas em fatias o mais fino possível, literalmente como uma folha de papel, e colocou-as para fritar em fogo alto. O cliente, deliciado, pediu mais uma porção.

Este prato foi adicionado ao cardápio do restaurante, a ideia foi copiada por outros lugares e, depois de um tempo, a produção de chips de batatas começou.

5. Revestimento de Teflon

Esse revestimento confortável, graças ao qual giramos as panquecas com tanta facilidade, apareceu... por causa de uma geladeira. O químico Roy Plunkett tentou criar um novo tipo de gás de clorofluorcarbono. Deixou o recipiente na geladeira e ao verificá-lo depois de um tempo, viu que o gás havia evaporado. Mas, no fundo, havia uma substância estranha. Depois de estudá-la, o cientista percebeu que ela poderia servir como um lubrificante sólido.

No início, o Teflon era usado para fins militares e para a indústria. Então, no âmbito dos experimentos, tentou-se aplicá-lo a panelas comuns, e a ideia acabou sendo bem-sucedida.

6. Látex vulcanizado

O cientista Charles Goodyear fez uma experiência com borracha, misturando-a com substâncias diferentes, mas não obteve resultados interessantes. Até que finalmente chegou a hora do enxofre. Ao misturar as duas substâncias, o cientista acidentalmente deixou cair a mistura em uma superfície quente. Resultou na borracha elástica. Tendo melhorado o método, decidiu patenteá-la (em 1844). O nome que ele escolheu não foi por acaso, e ele chamou a borracha “vulcanizada” em homenagem a Vulcano, o deus do fogo na Roma antiga.

7. Carrinho de supermercado

O proprietário de uma loja em Oklahoma City, Sylvan Goldman, em 1936, percebeu que os fregueses saíam da loja quando sua cesta de compras estava pesada demais, mesmo que não comprassem tudo. Ele notou que uma das clientes colocou sua pesada cesta no carrinho de brinquedo que seu filho estava empurrando.

No início, Goldman inventou o design, colocando a cesta em uma cadeira e depois pediu ajuda aos engenheiros. E assim o primeiro carrinho de compras foi criado.

8. Fósforos

O farmacêutico inglês John Walker estava preparando, em 1826, uma das misturas farmacêuticas e mexia o líquido fosfórico com um pedaço fino de madeira. Quando uma parte da mistura permaneceu na ponta, ele tentou retirá-la esfregando-a contra uma parede de pedra. Só que o palito de repente pegou fogo.

Ao desenvolver a invenção, Walker começou a vender fósforos em sua farmácia. No começo, ele os fabricava de papelão; depois, vendo que não era muito conveniente, trocou os pauzinhos de papelão por gravetos de madeira e começou a vendê-los junto com um pedaço de lixa.

9. Corante artificial

Os corantes brilhantes, agora usados em toda parte, devem seu nascimento ao químico William Perkin que, em 1856, tentou inventar uma cura para a malária. O remédio “não funcionou”, mas o cientista descobriu que a massa obtida de uma cor púrpura muito bonita era mais brilhante que qualquer corante natural, não perdia cor e não saía na lavagem.

O corante natural roxo, na época, era incrivelmente caro, porque a matéria-prima de sua produção eram conchas de caracóis especiais, e eram necessários muitos deles para obter uma pequena quantidade de corante.

10. Webcam

Na década de 1990, os entusiastas da computação de Cambridge inventaram uma webcam apenas por preguiça. Sim, os rapazes não queriam ir se certificar se havia café na máquina que era utilizada por todos os funcionários.

Várias vezes ao dia a câmera tirava 3 fotos rápidas, já que o protótipo da moderna webcam não conseguia fazer um vídeo. A partir dessas fotos, era possível saber se havia café na máquina e quem havia tomado o último copo sem enchê-la com água. Uma das curiosidades é que a última foto feita por esta câmera foi preservada.

Agora sabemos a quem devemos agradecer por essas coisas necessárias. Qual delas é a mais importante para você?

Incrível/Design/10 Coisas que conhecemos e surgiram por acaso
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos