Incrível

15 Modelos que romperam os padrões tradicionais de beleza

Embora os padrões tradicionais de beleza estejam arraigados na mente das pessoas há muito tempo, o mundo da moda vem se dando conta de que uma bela aparência não se resume a um rosto bonito nem a um corpo impecável. E, geralmente, mudanças de paradigma desse tipo têm um efeito bem positivo sobre as pessoas, que se sentem mais livres para ressaltar as próprias individualidades em vez de se esconder por conta de alguma “imperfeição” no corpo.

Para exemplificar isso, o Incrível.club preparou uma lista com modelos que alcançaram o sucesso justamente pelo fato de romperem os padrões conhecidos de beleza.

1. Thando Hopa

Além de trabalhar como modelo, Thando é advogada. Ela é albina e, em alguns lugares da África (onde nasceu), essa característica é praticamente uma maldição. Além disso, os fortes raios de sol no continente fazem com que pessoas albinas corram mais risco de desenvolver cegueira ou câncer.

2. Anastasia Salenko

A jovem é uma modelo ucraniana. A aparência “alienígena” de Anastasia chamou a atenção de revistas como Vogue Thailand e L’Officiel. Ela trabalha também para grandes marcas ucranianas e viaja para outros países com frequência.

3. Anna Marinich

Desde a infância, Anna sofre de alopecia, doença que provoca queda de cabelo, e até das sobrancelhas e dos cílios. Em 2018, as fotos da jovem foram incluídas em uma seleção de imagens de pessoas com diferentes particularidades na aparência. O trabalho fazia parte do projeto “A história da beleza especial”, de Yulia Otroshchenko, exposição que foi inaugurada no Museu de Arquitetura e Design. Aquela foi a primeira sessão fotográfica profissional da vida de Anna e deu início a uma carreira de modelo.

4. Kate Grant

Kate foi a primeira jovem com síndrome de Down a ganhar um concurso internacional. A modelo de 19 anos nasceu na Irlanda do Norte, e ganhou o grande título na categoria “Adolescentes”. A jovem começou a se interessar por moda aos 13 anos, e sempre contou com o apoio dos pais, que viviam procurando agências de modelo na busca por um contrato, mas as empresas sempre se negaram a trabalhar com Kate. Porém, sonhos sempre podem virar realidade.

5. Tamy Glauser

Tamy começou a carreira de modelo bem tarde em comparação com a grande maioria das colegas de profissão: ela tinha 27 anos. Hoje, ela participa tanto de sessões de fotos quanto de desfiles. Graças à sua aparência um tanto andrógina, a jovem costuma posar também para revistas masculinas, como a Numéro Homme.

6. Slick Woods

Por conta do espaço entre os dentes e do cabelo bem curto que usava na infância, Slick era tida como um patinho feio. Atualmente, ela é uma modelo de sucesso, que tem ninguém menos que Rihanna entre suas maiores fãs. A cantora conheceu Slick através de seu perfil no Instagram, criado graças ao rapper Kanye West, que se ofereceu para fazer uma parceria com a modelo.

7. Velvet d’Amour

Velvet D’Amour tem um peso considerável para uma modelo: 136 kg. Ela já trabalhou com Jean-Paul Gautier e John Galliano, além de ter aparecido na revista Vogue.

8. April Star

April tinha 6 anos quando foi diagnosticada com vitiligo, condição que afetou muito sua autoestima. Felizmente, os pais da garota não esmoreceram e se recusaram a manter a filha isolada. Alguns anos mais tarde, April foi convidada a participar do programa de TV americano The Real, onde conheceu a modelo Winnie Harlow, a quem a jovem sempre tinha considerado um exemplo a ser seguido. Hoje em dia, April participa de sessões fotográficas para várias revistas de moda, além de manter um perfil inspirador no Instagram.

9. Marian Avila

Marian é a primeira modelo espanhola com síndrome de Down. A jovem tinha o grande sonho de participar da Semana de Moda de Nova York, e chegou lá: uma das modelos que trabalhavam com a estilista Talisha White viu um post de Marian nas redes sociais e comentou com Talisha, que entrou em contato com a espanhola. Hoje, Marian trabalha para a Vogue e a Harper’s Bazaar.

10. Tess McMillan

Dona de belas madeixas vermelhas, a modelo do Texas, nos EUA, sonhava inicialmente ser atriz (chegou a estudar por 2 anos em uma escola de atuação). Contudo, depois de uma sessão de fotos para o site models.com, o destino de Tess deu uma guinada. Ela passou a colaborar com marcas como JCPenney e Zalando. Além disso, participou de uma campanha publicitária da Marc Jacobs e apareceu na Vogue britânica.

11. Issa Lish

Issa tem uma origem curiosa: é metade japonesa, metade mexicana. Ela é dona de um perfil no Instagram que é seguido por mais de 40 mil pessoas. A garota costuma publicar várias fotos espontâneas, o que faz com que seus fãs se sintam próximos dela.

12. Alice Wilson

Alice é uma daquelas pessoas que parecem “beijadas pelo sol”, já que tem o rosto coberto de sardas. Mas essa não é a única peculiaridade da modelo: ela considera que não há diferença entre a beleza e as imperfeições.

13. Giselle Zanotti

Giselle é adepta da ginástica bodyforming e fã da maquiagem chamativa. Em boa parte, a aparência extravagante da jovem se deve à sua ligação com os músicos da banda Die Antwoord.

14. Serafima Soloviova

Serafima costuma aparecer em público vestida como colegial. A modelo tem certeza de que feminilidade não se resume a ter cabelos.

15. Sophia Hadjipanteli

A modelo grega maquia suas sobrancelhas super grossas só para ressaltá-las ainda mais. Recentemente, posou imitando a mexicana Frida Kahlo, também conhecida pelas sobrancelhas.

Qual dessas modelos mais chamou sua atenção? Qual sua opinião sobre padrões alternativos de beleza? Deixe um comentário com suas impressões a respeito do assunto!