Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 embarcações alucinantes esquecidas pela humanidade

2---
16k

Estes barcos e navios, algum dia, já navegaram pelos mares, mas hoje podem apenas sonhar com a época em que enfrentaram tempestades terríveis, baías traiçoeiras e ilhas fantásticas. Os mistérios que envolvem estas embarcações nos fascinam na mesma medida que nos intrigam. Por isso, o Incrível.club preparou uma seleção de embarcações esquecidas, encantadoras e um tanto assustadoras.

Bosque flutuante, Austrália

O navio Ayrfield tem um passado cheio de acontecimentos importantes: durante a Segunda Guerra Mundial, transportava soldados americanos até locais de batalhas. Nos anos 70, ele foi enviado a uma espécie de santuário de embarcações próximo à Vila Olímpica de Sydney. Nas Olimpíadas de 2000, o veterano de guerra já havia se transformado em um belo bosque flutuante e em atração turística.

Barco sueco do século 16

No Mar Báltico, a 10 milhas náuticas da ilha de Aland, está afundado o maior barco do século 16 já encontrado, conhecido como 'Mars', junto com seus 107 canhões. A embarcação afundou em 31 de março de 1564, ao ser atacada por 3 barcos inimigos. As buscas por ele começaram na década de 1960.

Barco de pesca na ilha deserta de Chatham, Nova Zelândia

Nas pequeninas ilhas do arquipélago de Chatham vivem apenas 600 pessoas. A vida no local não mudou muito desde o seu descobrimento, no século 18: o cotidiano é tranquilo, com céu azul, mar próximo e muito vento. As pessoas vivem unicamente da pesca, e parece até que este 'barco-fantasma' continua navegando até os dias de hoje.

Barco afundado, Antártida

Este navio-fantasma alucinante é uma embarcação brasileira, que naufragou na baía de Ardley. Uma equipe do Brasil estava a bordo enquanto filmava um documentário, mas o vento forte e uma tempestade no mar obrigaram os ocupantes a abandonar o navio. Após um bom tempo afundado, ele foi resgatado das águas gélidas em 2013. Batizado de Mar Sem Fim, curiosamente foi ali que teve seu fim.

Navio-fantasma misterioso, Estados Unidos

A embarcação, chamada Circle Line V, destinado a patrulhar as águas costeiras do Oceano Atlântico, foi construída em 1902, em Wilmington. No mesmo ano, ele zarpou pela primeira vez e, no decorrer dos 80 anos seguintes, mudou de dono várias vezes. Em 1984, a embarcação foi encontrada neste lugar, no rio Ohio, perto da cidade de Lawrenceburg. Até hoje, ninguém sabe como o navio chegou ali.

Barco naufragado, Columbia Britânica

Este barco de madeira encalhou e afundou em 1929. Desde então, descansa no fundo do mar.

Navio-hospital, Austrália

Em sua 'juventude', o navio era assim.

Durante a Primeira Guerra Mundial, o navio SS Maheno servia como hospital militar. Em 1935, quando se dirigia ao Japão, o navio desapareceu, sendo encontrado 3 dias depois. O motivo do sumiço é que uma forte tempestade jogou o SS Maheno em direção a uma ilha deserta da Austrália. A tripulação precisou ficar ali durante os 3 dias, abrigando-se em barracas, até o resgate. As pessoas foram salvas, mas o navio ficou no mesmo local para sempre.

Antiga embarcação na Ilha de Anglesey, País de Gales

Este barco de pesca combina surpreendentemente com a isolada paisagem deste ponto da Grã-Bretanha. Parece até que está no mesmo lugar desde sempre, acompanhado apenas pelo vento, que uiva ao entrar pelos buracos do casco.

Frota fantasma, Estados Unidos

Dezenas de embarcações sem uso já foram enviadas ao santuário de barcos situado em Mellow Bay. Juntas, elas parecem mais uma frota fantasma que navega eternamente, desaparecendo lentamente sob a água.

"O holandês errante" de Gytheio, Grécia

Este navio, após ser abandonado pelo último marinheiro, estava entediado no porto de Gytheio, Grécia, sonhando com o mar. E então algo surpreendente aconteceu: os ventos levaram a embarcação para o mar aberto! Equipes da Marinha conseguiram deter o navio, mas a ancoragem temporária não suportou seu peso, e ele voltou a navegar pelas ondas até encalhar. Após sua última travessia, o 'holandês errante' descansa em águas rasas.

Ilha dos barcos naufragados, Bermudas

O Triângulo das Bermudas tem uma péssima reputação. E este cemitério de barcos dá ainda mais sentido a esta fúnebre e misteriosa teoria.

Veleiro abandonado no lago Ontário, Canadá

Este veleiro, de ares românticos, é uma atração local. A cada inverno, o barco congela junto com as águas do lago.

Os últimos dias do favorito do público

“A Estrela da América” é um cruzeiro com passado importante. Durante a Segunda Guerra Mundial, ele transportou cargas e soldados. Após o conflito, virou o cruzeiro mais procurado pelos viajantes. Nos anos 1980, sua vida de charme chegou ao fim. A ideia inicial era transformar a embarcação em uma prisão flutuante, depois quiseram fazer dele um hotel. Porém, em uma tempestade, "A Estrela da América" encalhou e passa seus últimos dias próximo ao litoral das Ilhas Canárias.

Rebocador "Saba", Curaçao

O rebocador “Saba” é uma das atrações da ilha de Curaçao. Sob a água, o barco renasceu: hoje, abriga milhares de peixes e foi coberto por algas e corais. Todos os dias, ele é visitado por mergulhadores.

"Titanic", o gigante derrotado

Ali ficava a famosa escada da primeira classe.

A também famosa proa do navio.

Se o mundo dos navios naufragados tivesse um rei, este rei seria, sem dúvidas, o Titanic. Grandioso, luxuoso e à prova de naufrágios: ao menos era isso o que diziam. No entanto, em sua primeira viagem, no ano de 1912, ele afundou: foi uma tragédia terrível, que matou 1.500 pessoas. Desde então, o Titanic descansava em completa escuridão e silêncio, numa profundidade de cerca de 4 quilômetros, sendo lentamente devorado por moluscos e outras criaturas marinhas. Só em 1985, o repouso do gigante teve fim ao ter seus destroços encontrados. Dez anos depois disso, James Cameron realizou uma grande investigação para o filme que conquistou o mundo.

Semiramis, Ilha de Andros, Grécia

Este navio, que hoje tem ares fantasmagóricos, encalhou em 1954.

"Point Reyes", Califórnia

O barco de pesca “Point Reyes”, abandonado no parque de mesmo nome, em São Francisco, há décadas assiste solitário ao nascer do sol diariamente.

Barco cargueiro no Mar Vermelho e barco de pesca

No fundo do Mar Vermelho, há muito tempo descansa este enorme barco cargueiro, que transformou o local em um famoso ponto de mergulho. A segunda imagem mostra um dos milhares de barcos de pesca abandonados, envolto em mistério e beleza!

Tradução e adaptação: Incrível.club

2---
16k