Incrível

Por que príncipe Charles esperou 35 anos para casar com o amor de sua vida

4-5-
10k

Quando a princesa Diana morreu, Camila Parker Bowles se tornou a mulher mais odiada da Inglaterra. Ela foi culpada pela morte da “princesa do povo”, pelo suposto motivo de que se não tivesse invadido a família alheia, Diana estaria feliz em seu casamento, não teria saído de carro naquela noite com outro homem e não teria tido aquele acidente terrível. Mas tudo é esquecido com o tempo e a atual duquesa já não é mais vista como uma cruel “destruidora de lares”. Os apaixonados esperaram 35 anos para a sua felicidade, e agora não se importam mais se alguém não estiver de acordo.

Nós do Incrível.club acreditamos no amor verdadeiro, por isso decidimos voltar ao passado e investigar a fundo os detalhes da história do príncipe Charles e de Camila.

Como se conheceram

Tudo começou nos anos 1970. Em uma das festas, Camila abordou o jovem príncipe de uma forma peculiar, dizendo: “Minha bisavó teve um caso com seu bisavô. Talvez nós poderíamos tentar o mesmo?”. Naquela época, Charles era alvo fácil de romances. Ele sabia que, no fim das contas, acabaria casando com aquela que fosse escolhida pela família real. No entanto, o relacionamento deles se desenvolveu rápido para algo mais sério e Charles decidiu se casar com ela, pois estava apaixonado.

Camila Parker Bowles e o príncipe Charles saindo do teatro de Londres, em 1975.

Pela perspectiva da família real, Camila não tinha o status apropriado para o príncipe de Gales. Para tentar proteger Charles de um casamento indesejado, Elizabeth enviou seu filho para o serviço militar na Marinha Real. Ele ficou ausente por 8 meses e, durante esse tempo, sua amada acabou se casando com um ex-namorado, o cavaleiro Andrew Parker Bowles. O casal teve dois filhos.

Casados, mas não um com o outro

Camila nunca foi feliz em sua vida de casada com Andrew. Ele começou a traí-la desde o primeiro mês, e logo em seguida Charles retornou. Apesar das expectativas da rainha Elizabeth, o sentimento dele por Camila só se fortaleceu. Eles continuaram se vendo, mas para que houvesse uma justificativa para isso, Charles tornou-se o padrinho do filho dela, Tom.

Andrew e Camila Parker Bowles, seus filhos Tom e Laura, durante recepção no palácio de Buckingham. Nesse dia, Andrew recebeu da rainha uma ordem do mérito do império Britânico.

Havia preocupação no palácio. A situação estava crítica, já que Camila poderia pedir o divórcio a qualquer momento e, por isso, a família real encontrou uma noiva para o príncipe: a jovem Diana Spencer, uma garota de reputação e pedigree impecáveis.

Camila e Diana foram até amigas, mesmo que por pouco tempo. A amizade das duas durou até o momento que a princesa descobriu a relação de sua amiga com o marido. No dia de seu casamento, o príncipe mandou um presente para sua amada, um bracelete com as iniciais GF (para evitar conspirações eles se chamavam de Gladys e Fred). Isso foi uma indicação muito clara de que o príncipe não pretendia cortar os laços.

Camila Parker Bowles e a princesa Diana nas corridas de cavalo, em Ludlow, onde o próprio príncipe Charles participou, em 1980.

casamento de Charles e Diana, em 1981, foi assistido por todo o mundo, mas poucos sabiam que o príncipe o fazia por insistência da família. Entre os que sabiam disso estava também a noiva. Ela já havia entendido, antes mesmo do casamento, que essa união poderia se tornar o grande erro de sua vida, mas recusar um pedido real não era uma opção.

Logo depois do casamento, Diana ficou sabendo que o relacionamento dos dois continuava, pois, durante a lua de mel, Charles ligava para Camila diariamente. É evidente que para a jovem esposa essa notícia bateu forte, mas no primeiro momento ela escondeu a decepção.

Para o público, os cônjuges se portavam como um casal feliz. Sorriam um para o outro e mantinham muito bem todo o espetáculo. Mas, ao voltar para casa, depois dos eventos sociais onde Camila estivesse presente, Diana frequentemente brigava e fazia escândalos.

A família profana

Naquela época, o povo via o que queria ver: a família real feliz e sorridente, destruída por Camila, infiel e traidora. Quem era próximo do casal sabia que nem tudo eram flores e que a relação dos cônjuges já estava no limite.

Depois do nascimento do segundo filho, Harry, Diana levou os filhos para o palácio de Kensington e Charles foi para sua mansão em Highgrove. Camila também se mudou com sua família para uma mansão, que ficava a 10 minutos à pé da residência do príncipe.

Logo em seguida, tudo veio a tona. Vazou uma conversa por telefone de Charles e Camila, a partir da qual a mídia publicou várias matérias sobre a relação dos dois. Diana deu uma longa entrevista, na qual dizia: “Nós tivemos três filhos nesse casamento e, por isso, estava muito difícil”.

Em dezembro de 1994, Camila se separou de Andrew, uma relação que nunca foi particularmente amorosa e de confiança. Passado um ano, ele se casou com Rosemary Pittman, com quem manteve um relacionamento duradouro.

Andrew Parker Bowles e Rosemary Pittman.

Manter por mais tempo a imagem de um casamento ideal da família real não fazia mais sentido. A princesa de Gales finalmente compreendeu que seu marido nunca iria amá-la, por isso começou a ter um caso extraconjugal. Charles, por fim, conseguiu permissão de sua mãe, a rainha, para o divórcio.

Dois contra todos

Escrito nos cartazes: “Nós não perdoamos vocês!”, “William deve ser rei”.

Camila e Charles teriam se casado rapidamente logo após o divórcio que estava por vir. No entanto, a morte trágica de Diana fez com que isso não fosse possível. As pessoas culparam Camila, como se ela fosse a “destruidora da família”. No dia seguinte, perto do palácio de Kensington, apareceram manifestantes com cartazes, os quais continham mensagens de ódio e xingamentos. Houve uma pressão popular para que Charles abdicasse do trono.

Príncipe Charles com seus filhos na entrada do palácio no dia da morte da princesa Diana.

Desde esse momento, a imagem de Diana foi santificada para sempre. Camila tinha agora o papel principal de vilã nesse triângulo amoroso. Os apaixonados tiveram que esquecer esperar pelo casamento por 8 longos anos. Em 2000, Charles apresentou oficialmente sua amada à rainha Elizabeth e eles receberam permissão para que morassem juntos, mas Camila ainda estava proibida de participar de eventos oficiais.

Em 2004, após inúmeros pedidos e conversas com sua mãe, Charles finalmente recebeu a permissão de Elizabeth II e um anel de diamantes, o qual se destinava ao noivado.

Aquele mesmo anel.

O tão aguardado casamento

Foi somente em 2005 que se realizou o casamento que os pombinhos tanto esperaram, 35 anos. Nesse dia, a noiva estava muito nervosa e não conseguia nem sair da cama. Mas sua irmã a ameaçou dizendo que ela mesma colocaria o vestido branco e casaria com Charles, já que alguém precisava ser a noiva. Camila criou forças para levantar.

A cerimônia foi realizada em Windsor. Uma multidão se reuniu ao redor do local e parecia que a maioria dos ingleses já estava a favor do casal. Aliás, o ex-marido de Camila, Andrew, junto de sua mulher Rosemary Parker Bowles, compareceu à festa de casamento. Os recém-casados passaram a lua de mel na propriedade rural da realeza, na Escócia.

Após o casamento, Camila recebeu os mesmos títulos que a falecida Diana, inclusive o de “princesa de Gales”. Como respeito à ex-mulher de Charles, ela não faz uso desse título e prefere usar outro, o de “duquesa de Cornualha”.

Atualmente, em aparições públicas, os cônjuges parecem estar verdadeiramente felizes. Eles se olham com amor e ternura, de vez em quando sorriem e refletem, em geral, uma união harmoniosa.

O segredo da felicidade

  • O caráter de Camila poderia ser descrito como o oposto ao termo “carente”, que “busca atenção” ou a “mal amada”, como se referiam com frequência a Diana. A duquesa de Cornualha é uma mulher madura e segura de si, que também é independente e não precisa demonstrar seu amor constantemente.

  • Ela sempre aceitou as circunstâncias de Charles e de sua vida. Isso tem grande valor.

  • Camila conseguiu pausar suas ambições. Mesmo depois de se tornar duquesa de Cornualha e parte da família real, ela nunca tentou atrair a atenção para si.
  • A duquesa tem tempo de patrocinar mais de 90 instituições de caridade e passar tempo com seus filhos do primeiro casamento, assim como com os 5 netos, mas sempre que necessário está ao lado do marido.

<p>“Ela é uma mulher incrível e fez nosso pai um homem muito, mas muito feliz. E isso é o mais importante”.</p>
Príncipe Harry

Como você acha que os destinos de Camila, Charles e Diana teriam sido diferentes se os membros da família real pudessem escolher seus parceiros de vida?

4-5-
10k