Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

O que há de tão especial sobre a cantora Grimes, que roubou o coração de Elon Musk

Em maio deste ano, correu a notícia na internet de que o fundador da SpaceX e CEO do Tesla, Elon Musk, e sua amada, a cantora Grimes, tiveram um filho. Outra novidade: a nova mamãe está vendendo um pedaço de sua alma — sim, você leu corretamente. É evidente que Grimes é uma garota especial e não é por acaso que ela ganhou o coração do bilionário mais famoso do mundo.

Nós, do Incrível.club, ficamos muito felizes com o nascimento do pequeno X Æ A-12-Xi (assim foi chamada a criança do excêntrico casal). Gostaríamos também de falar mais sobre essa estrela do pop indie e mostrar por que Elon se apaixonou por ela em vez de por qualquer outra top model mundial.

  • Claire Alice Boucher é o nome verdadeiro da cantora, que nasceu em 1998 no Canadá. A mãe dela é advogada e o pai, contador. A avó é ucraniana, por isso a pequena Claire frequentou uma escola russa em Vancouver e praticou balé por alguns anos. Ela falava com a avó em russo, o que, provavelmente despertou o amor da garota pelos grandes escritores soviéticos, como Dostoiévski, Bulgákov e Nabokov.

  • A fantasia surreal, o gosto pela criação de universos imaginativos e o amor pela ficção científica são características influenciadas pelo pai, que lia para a filha, desde pequena, obras como Duna, de Herbert, e O Senhor dos Anéis, de Tolkien.

  • Em 2006, Claire se mudou para Montreal e entrou pra a Universidade McGill, onde também estudou o idioma russo, mas, depois, largou os estudos para se dedicar à carreira musical.

  • Fascinada pela música, aos 20 anos, Claire adotou um pseudônimo: Grimes. Apesar da complexidade de suas canções, a cantora não tem formação musical.

  • As composições de Grimes são bastante excêntricas — quase etéreas — e como descreveu apropriadamente o Wall Street Journal: “É o tipo de música que um grupo de vampiros ouviria se esse mesmo grupo de vampiros fizesse parte de uma equipe de líderes de torcida”. O estilo singular é perfeitamente compreendido, considerando que o gosto musical da cantora é influenciado por diferentes artistas e gêneros. Entre seus ídolos, podemos destacar David Bowie, Mariah Carey, Queen, Marilyn Manson e Michael Jackson. Ela também é obcecada por K-pop e músicas medievais.

  • Em 2010, a cantora fez sua estreia com o álbum Geidi Primes e, na sequência, lançou Halfaxa, mas as composições de ambos não fizeram muito sucesso. Apesar de tudo, Grimes não desistiu porque o lema de vida da cantora é “Nada de tédio”. Ela ainda mencionou que os piores momentos de sua vida são tomados como capítulos de um livro — que um dia pretende escrever sobre si mesma. “Até mesmo após o fracasso, acredito ter me tornado melhor do que seria se tivesse ficado no mesmo lugar. Não tenho medo de falhar”, comentou.

  • Em 2012, foi lançado o álbum Visions, responsável por trazer a fama à cantora. A capa foi pintada pela própria Grimes. Pode-se ver os dizeres “Ya lyublyu”, em russo, o que quer dizer “Eu amo”. Já para a epígrafe, foram escolhidos versos de um poema de Anna Ahmetova: “Quero avisá-los de que estou vivendo pela última vez”.

  • Em 2015, Grimes anunciou seu 5º álbum, Art Angels, e em 2016 lançou a música Medieval Warfare, que entrou para a trilha sonora do filme Esquadrão Suicida.

  • A cantora tem uma peculiaridade em sua fala: tem a língua presa, mas isso não a deixa envergonhada de forma alguma — só deixa os fãs ainda mais apaixonados. A própria Grimes comentou sobre o assunto: “Não posso fazer nada sobre isso, então que seja assim”.

  • Grimes tem muitas tatuagens e, claro, todas têm um significado. Há um emblema de seu game favorito e o número “8” (seu preferido); já nos dedos, há símbolos do filme O Quinto Elemento. Também na mão, há o desenho da cabeça de um alienígena (ela acredita nesses seres). Outra de suas muitas tatuagens é a palavra “Beautiful” (“Bonito”), que foi uma homenagem à canção de Christina Aguilera.

  • Em maio de 2018, a cantora mudou seu nome oficialmente de “Claire” para “C” por vários motivos: seus amigos sempre a chamaram assim, ela nunca gostou do nome Claire, esse é o símbolo da velocidade da luz, soa como o nome de algum super-herói fantástico e... Por que não?

  • A diva excêntrica conheceu Elon Musk no Twitter em 2018 e se conectaram por meio do humor. Elon fez uma publicação falando sobre a associação (em tom de brincadeira) entre o “Basilisco de Roko” e o estilo rococó — ligado ao barroco. O “Basilisco de Roko” é um experimento mental em que uma inteligência artificial pouco gentil buscaria punir aqueles que, no passado, souberam de sua existência, mas não contribuíram para sua criação. Grimes comentou sobre essa mensagem, pois ela mesma havia feito a associação entre o rococó e o Basilisco de Roko no clipe da música Flesh Without Blood.

  • Grimes está convencida de que seu amado Musk não só está mudando o mundo, como o está salvando: substituindo combustíveis fósseis com a Tesla; mandando a humanidade para o espaço com a SpaceX e revolucionando o mundo com os neuroimplantes Neuralink. “Há muitos problemas no mundo que precisam ser resolvidos, mas o governo não tem essa capacidade. Meu namorado, por outro lado, está resolvendo esses problemas e isso é tão óbvio e visível que não é possível negar”, disse a cantora.

  • Em outubro do ano passado, a versão inacabada do seu último álbum, Miss Antropocene, vazou na internet, mas a garota não parece ter se importado muito. No mesmo momento, ela anunciou para os fãs que estava grávida e postou uma foto provocativa mostrando um embrião desenhado na própria barriga. Enquanto ainda estava grávida, Grimes disse estar preocupada com o futuro do bebê: “Tenho receio de ter uma criança porque tenho medo de que ela se torne tão louca como eu”.

  • A gravidez foi uma prova de fogo para Grimes e ela disse: “A gravidez é um grande sacrifício para uma mulher. Sacrifiquei minha liberdade e o meu corpo. É uma coisa louca, como se tivesse abdicado de parte da minha energia. Até então, nunca tinha sacrificado nada. Acho que isso aconteceu porque devo realmente amar muito meu parceiro”.

  • A cantora explicou a decisão de ter um filho de uma forma um pouco diferente: “Com a guerra nuclear, as inteligências artificiais e as mudanças climáticas, nos tornamos tão avançados tecnologicamente que podemos realmente destruir toda nossa civilização. Ter filhos é uma grande motivação, pois a criança me forçará a trabalhar mais para fazer do mundo um lugar melhor”.

  • No dia 4 de maio, nasceu o filho de Grimes e Elon Musk. Para ela, foi o primeiro. Para Musk, o sexto.

  • Eles deram ao bebê o nome de “X Æ A-12”. “X”: variável desconhecida; “Æ”: escrita élfica da abreviação “AI”, que significa “amor” ou “inteligência artificial”; “A-12”: aeronave americana, famosa apenas por sua velocidade, sem relação com armas ou guerra. Além disso, “A” também faz uma alusão à música preferida da cantora, “Archangel”. A pronúncia seria algo como “X Ash Archangel” (“Iks Ésh Arquéndjol”).

  • Um pouco mais tarde, os pais precisaram substituir o número 12 no nome por “Xii”. Pelas leis do Estado da Califórnia, não é permitido registrar nomes de bebês com números, somente com as 26 letras do alfabeto inglês, apóstrofos e traços.

  • Logo após o nascimento do bebê, a cantora teve uma inspiração e, como parte de um projeto de arte, decidiu vender seus desenhos, gravuras, fotografias e... uma parte de sua alma, como dissemos no início do texto. Um dos trabalhos, chamado de “Vendas esgotadas”, é um documento legal e oficial que garante o direito de posse sobre a alma da cantora.
  • Os planos de Grimes incluem salvar o Planeta, produzir mais arte e escrever um livro: “Vou esperar ficar mais velha, quando minhas ideias musicais se esgotarem, e então vou me sentar e escrever um romance”.

E o que você pensa sobre esse casal mais do que especial? Comente!