Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

O que aconteceu com o talentoso Tom Felton depois do sucesso de sua atuação como Draco Malfoy

O papel como Draco Malfoy na saga de filmes Harry Potter trouxe a fama mundial ao ator britânico Tom Felton. No entanto, ao mesmo tempo, o personagem acabou criando um rótulo de pessoa malvada sobre a imagem do ator. O problema é que, no dia a dia, Tom é exatamente o oposto desse rótulo, e após os filmes da saga, ele tem tentado com todas as suas forças desconectar sua carreira da péssima reputação do bruxo malfeitor que foi atrelada a ele.

Nós, do Incrível.club, pesquisamos sobre a carreira profissional de Tom Felton para entender o porquê desse ator talentoso ser pouco visto nas telonas hoje em dia. Confira!

1995: ator mirim

O ator e quarto filho da família Felton nasceu no ano de 1987. Desde criança Tom demonstrava um lado artístico bem desenvolvido, e já aos 8 anos atuou pela primeira vez em um set de gravação. Ele estrelou em papéis curtos para algumas séries até que uma amiga de sua mãe o ajudou a participar do casting para o filme infantil Os Pequeninos (1997). Tom venceu 400 concorrentes e foi o escolhido para atuar no longa.

Depois disso, a carreira do ator ganhou um novo impulso: Tom foi convidado para atuar em outros 3 projetos, sendo o mais famoso deles o filme Anna e o Rei, no qual na época o ator de 11 anos contracenou com a renomada atriz Jodie Foster.

2000: sua atuação mais famosa ocorreu durante sua adolescência e durou 10 anos

Durante o processo de casting para atuar em Harry Potter, o jovem Tom de 13 anos de idade admitiu que não tinha lido o famoso best-seller, tendo apenas começado a se fascinar pela história um tempo depois. Na época, o ator não acreditava no sucesso da produção e decidiu participar do casting apenas por interesse profissional. Mas então o papel acabou sendo atribuído a ele. A propósito, de início, os produtores consideraram dar a Tom o personagem de Harry Potter, mas depois concluíram que sua imagem se adequaria melhor a um anti-herói.

E isso deixou Tom satisfeito, pois acreditava que um personagem contraditório e malfeitor incita mais emoções no público e é lembrado com maior facilidade. Mas nisso também estava a maior dificuldade: Tom era um adolescente alegre e bondoso, e, por isso, tinha que trabalhar duro para adequar suas expressões faciais às exigidas pelo seu personagem.

O ator apontou a timidez como um de seus pontos fracos. Por exemplo, falar com pessoas famosas era um grande problema. Tom não conseguiu ter uma conversa aberta e franca com Alan Rickman (que interpretou Severo Snape) até o último filme da saga de Harry Potter.

Já após o lançamento do primeiro filme da franquia, Tom sentiu que até seus conhecidos começaram a tratar ele com mais cautela — a imagem de Draco lhe caía muito bem e rapidamente foi associada ao ator. E os fãs do garotinho mimado e malvado não eram menos numerosos do que os do próprio Harry, o que chocou até a J. K. Rowling. Ela admitiu que como autora não gosta do Draco Malfoy, mas acredita que o charme de Tom, o qual na época considerava “a pessoa mais fofa na face da Terra”, influenciou muito na popularidade do personagem.

Toda a adolescência de Tom, assim como a dos outros atores da saga, passou-se dentro dos estúdios de gravação, o que o fez admitir que às vezes se arrependia de sua participação no projeto. As restrições que lhe foram impostas acabaram impedindo que o ator participasse de outros filmes. Por exemplo, ele não podia trocar o penteado, devia pintar o cabelo constantemente, era proibido de se bronzear e de praticar qualquer esporte extremo (para que ele não se lesionasse). Assim, o fim das gravações da saga significou, na verdade, uma libertação para Tom de todas essas e outras regras.

Fora isso, o ator considerou todas as amizades feitas durante os anos de gravação como algo extremamente valioso. Tom tornou-se amigo próximo de Rupert Grint e tem boas relações com Daniel Radcliffe e Emma Watson.

2011: um choque para os fãs — Tom Felton quase mudou de profissão

Após o término das gravações para Harry Potter, Tom decidiu se dedicar à outras atividades paralelas a sua carreira. Ele tentou entrar no mundo do rap e chegou até a gravar alguns álbuns. E antes mesmo da estreia deles, o ator criou um canal no YouTube onde começou a postar vídeos cantando suas canções autorais com a ajuda de um violão. Mas suas músicas não caíram no gosto popular.

Outro hobby que Tom decidiu tentar como profissão foi a pesca profissional, inclusive anunciou que iria aprendê-la. Mas depois de um tempo, para a felicidade dos seus fãs, o ator desistiu da ideia.

2012 — atualmente: não houve grandes produções na carreira de Tom, e, por isso, parece para os telespectadores que o ator não grava mais para às telonas

Tom Felton no filme Em Segredo (2013).

É frequente ouvirmos que não querem mais gravar com Tom Felton no cinema. Isso não é bem verdade. Desde o fim das gravações de Harry Potter, o ator já estrelou em mais de 15 produções, dando vida a diversos tipos de personagens. Os filmes mais famosos em que participou nesse período foram Planeta dos Macacos: A Origem (2011) e A Aparição (2012), assim como o seriado Flash (2014-atualmente).

O último e notável trabalho do ator foi para o filme Ophelia, que estreou em 2018. Tom brincou dizendo que a imagem de Draco ainda o perseguia mesmo depois de tantos anos. Ele atuou como o irmão da protagonista interpretada por Daisy Ridley, e as relações entre os dois nos bastidores eram bastante frias no começo. Em uma entrevista para o jornal britânico Daily Mail, Tom contou brincando:

“No início eu pensei que ela não gostasse de mim — e essa impressão só veio mudar perto do fim das gravações. Daisy ama Harry Potter, então eu acho que ela ficou chateada com o fato de Draco ter se tornado seu irmão! Por que eu acho isso? Bem, ela não era de falar muito, costumava ficar calada quando estava ao meu lado. Talvez minhas suposições estejam erradas, eu não sei. Mas depois de um tempo a nossa relação começou a melhorar. Provavelmente apenas precisávamos de um tempo para nos acostumarmos um com o outro”.

Mas ainda assim, depois da saga Harry Potter, nenhum dos trabalhos de Tom ultrapassou seu papel como Draco no quesito popularidade e, além disso, a maioria deles foram papéis secundários. Para os críticos, isso é uma consequência da falta de ambição do ator.

O próprio Tom, às vezes, admite que não é muito seguro de si. E isso ficou bem claro logo após as gravações para Harry Potter. Em uma entrevista, o ator contou que foi muito difícil para ele ter que passar por diversos testes de casting e receber como resposta “Nós entraremos em contato”. Tom admitiu que ficava muito nervoso e se sentia inseguro toda vez que ia à um novo teste.

A aparência de Tom também foi objeto de discussões. Nem todos gostam de seu estilo casual, e, para muitos, o ator aparenta ser mais velho do que realmente é. No entanto, isso pode ter sido apenas uma das formas que Tom encontrou para se livrar das associações com Draco Malfoy.

2019: vida pessoal e planos

Os fãs costumam brincar que a página do Instagram do ator é mais famosa que os filmes para os quais o ator tem filmado. Tom tem 5 milhões e 600 mil seguidores, e uma das tradições de seu perfil nessa rede social são suas transmissões ao vivo, que reúnem mais de 10 mil seguidores. Nelas ele toca guitarra, piano e canta músicas autorais.

Tom tem muitos hobbies, e dedica seu tempo livre à pesca, basquete, futebol, patinação, golfe, e para se encontrar com sua família.

Tom é muito famoso pelas suas ações sociais — ele tem cooperado com fundações de caridade desde quando doou parte dos honorários que ganhou pelo seu papel como Draco em favor das crianças.

Quanto a sua vida pessoal, seu coração está completamente livre. E, recentemente, ele apoiou sua amiga Emma Watson em sua declaração sobre ter “uma relação feliz consigo mesma”, admitindo que ele também acredita em tal filosofia.

Tom não conta abertamente sobre os seus planos e aspirações de carreira, mas diz que tenta viver e trabalhar com prazer. O último seriado no qual participou foi Origin (sem versão para o português, 2018), onde ele atuou como o vilão chamado Logan. O malfeitor está entre um grupo de estranhos que acorda em uma nave espacial danificada na qual eles embarcaram para escapar dos problemas que assolavam a Terra. É interessante notar que, além de Tom, há outra pessoa que também participou de Harry Potter nas gravações desse seriado — Natalia Tena, que atuou como Nymphadora Tonks no universo bruxo. Sua personagem lidera o grupo dos sobreviventes. Por sua vez, neste ano deve estrear o filme no qual Tom atuou como protagonista: The Forgotten Battle (A Batalha Esquecida, em tradução livre, e ainda sem versão para o português).

Você conhecia a carreira desse talentoso ator fora do universo Harry Potter? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo