Incrível

Descobrimos de onde vêm os vestidos usados no Oscar e o que acontece com eles após a cerimônia

primeira cerimônia de entrega do prêmio de cinema Oscar foi realizada em 16 de maio de 1929. O evento teve a participação de 250 pessoas, durou cerca de 15 minutos e os vencedores foram anunciados 3 meses antes da premiação. Hoje o evento tem maior escala e é assistido por milhares de pessoas. E enquanto alguns discutem os filmes e prêmios, outros prestam mais atenção no vestuário das grandes celebridades no tapete vermelho. Mas você sabe o que realmente acontece com os vestidos após a cerimônia? Calma que nós vamos contar.

Incrível.club tentou descobrir de onde surgem os vestidos para a grande cerimônia do Oscar e o que acontece com eles depois. Acompanhe!

Como é a preparação para a cerimônia?

A preparação para o maior evento de premiação do cinema começa 3 meses antes da cerimônia. As celebridades, normalmente, têm uma equipe de apoio que consiste em um dermatologista, personal trainer, nutricionista, cabeleireiro, maquiador e estilista.

A tarefa do estilista não é apenas criar um look: ele também precisa ser o intermediário entre a celebridade e o designer. O estilista precisa descobrir se outras celebridades estarão com roupas desse mesmo designer e assim tentar evitar que haja pessoas com modelos parecidos ou até iguais. Normalmente, o estilista seleciona algumas opções: uma como a principal, e outra como reserva para situações de emergência. Ele sempre acompanha o cliente para resolver qualquer imprevisto com a roupa: se a costura rasgar, botão cair, machas, buraco etc.

De onde vêm os vestidos?

A apresentação do traje no tapete vermelho é uma ótima propaganda para a marca. Os designers, portanto, tentam colaborar com celebridades para que elas apareçam no tapete vermelho usando as roupas da marca, e também na festa após a cerimônia. Há diversas formas de colaboração.

Muitas celebridades têm contratos com casas de moda. Charlize Theron, por exemplo, colabora com a Dior, e Cate Blanchett é o rosto da Giorgio Armani. Nos contratos é indicado quantas vezes e em quais eventos a celebridade precisará usar a roupa da marca. Os vestidos são feitos individualmente e são exclusivos para a artista.

As personalidades, normalmente, escolhem vestidos das últimas coleções. Por isso, é comum ver vestidos nas modelos das passarelas e, logo depois, os mesmos aparecendo no tapete vermelho. Durante a preparação para o Oscar, os designers enviam para os estilistas e artistas cerca de 60 opções diferentes para seleção.

O tamanho das roupas tem um papel crucial na escolha. A maioria dos vestidos são feitos nos tamanhos PP e P. Em 2012, Melissa McCarthy foi recusada por 6 designers: eles simplesmente não tinham opções em tamanhos maiores.

Quanto custam?

A 58ª cerimônia de entrega do prêmio Oscar, 1986.

Comprar uma roupa por conta própria para a premiação do Oscar não é um costume. Até os anos 80, as celebridades se arrumavam para o evento sem a ajuda de ninguém. Colaborações com casas de moda só aconteciam entre artistas de “primeira linha”, como Grace Kelly ou Elizabeth Taylor. Giorgio Armani foi o primeiro a usar o tapete vermelho como forma de publicidade para sua marca. Logo depois, juntou-se a ele Gianni Versace, e desde meados dos anos 90, as outras grandes marcas se agregaram a essa prática.

Então, quem paga por todos esses lindos vestidos?

São os designers que pagam por eles. Eles pagam às celebridades para irem ao Oscar com as suas roupas. Os preços para uma aparição no tapete vermelho começam a partir de 150 mil dólares (654 mil reais). Se a estrela concordar, ela receberá o valor acordado, o estilista receberá uma percentagem do valor, e a casa de moda terá a publicidade.

Outra opção: quando há uma boa relação entre o designer e a celebridade, ela poderá receber apenas o vestido exclusivo (como forma de pagamento) e o designer terá sua publicidade. O músico Jared Leto é amigo do diretor da Gucci, Alessandro Michele, e, por isso, o cantor aparece em quase todos os eventos com roupas da marca. O vestido “cisne”, bastante icônico, que Björk usou na premiação do Oscar em 2011, foi resultado da amizade que a cantora tem com a designer Marjan Pejoski.

Onde as estrelas guardam seus vestidos após o Oscar?

Em lugar nenhum. Apesar de muitos vestidos serem peças exclusivas para uma determinada celebridade, eles ainda são propriedade do designer ou da casa de moda. devolução da roupa deve ser feita em até 48 horas. São raros os casos em que a roupa é dada de presente, e há boas razões para isso:

  • O valor de um vestido começa desde algumas centenas de milhares de dólares até milhões. Por isso, seria um presente bastante caro. O famoso vestido verde que John Galliano fez para Nicole Kidman, por exemplo, está avaliado em 2 milhões de dólares (cerca de 8,5 milhões de reais).
  • As estrelas simplesmente não precisam: elas não vão usar o mesmo vestido uma segunda vez, e ele apenas ocupará espaço no guarda-roupa.

O que acontece com os vestidos depois?

As grandes casas de moda guardam seus vestidos em seus arquivos “para a história”. Alguns vestidos se tornam verdadeiras obras de arte ou ganham status de clássicos. Eles podem ser exibidos em galerias de arte ou até vendidos.

Em 2011, o vestido de Audrey Hepburn da Givenchy foi vendido em um leilão da Kerry Taylor por 130 mil dólares (cerca de 570 mil reais). O vestido vermelho vintage de Natalie Portman da Christian Dior foi adquirido por um valor mais modesto — 50 mil dólares (cerca de 215 mil reais). Os trajes do tapete vermelho tornam-se propriedade de coleções privadas.

Marcas menores frequentemente alugam seus vestidos. Nos EUA, a prática de aluguel de vestidos por uma noite é bastante comum, seja para um evento de música ou de cinema. Tanto celebridades como pessoas comuns podem alugar essas roupas.

Se você gostou de algum modelito e quiser ter um igual, você pode encomendar uma réplica. Às vezes as pessoas gostam tanto de um determinado vestido que a marca decide fazer uma produção em massa.

Bônus

  • Há uma pessoa especial no tapete vermelho cuja tarefa é segurar e ajeitar a cauda longa dos vestidos.

  • O vestido de pérolas de Lupita Nyong’o foi roubado após o Oscar de 2015. Os ladrões conseguiram entrar no quarto de hotel onde a atriz estava hospedada. Depois, no entanto, os espertinhos decidiram que não precisavam tanto assim do vestido e o devolveram.

  • Na maioria das vezes, mulheres ganhadoras do Oscar apareceram na cerimônia com vestidos da Valentino.

  • Em 2003, algumas horas antes de entrar no tapete vermelho, o vestido de Salma Hayek rasgou... bem na região do bumbum. Quem a ajudou foi a atriz Reese Witherspoon, que emprestou a Salma uma saia reserva que tinha levado consigo.

  • Em 1998, a atriz Sharon Stone apareceu na cerimônia com uma blusa branca do marido e uma saia de cetim.

  • O colar vintage da Lady Gaga foi a joia mais cara usada na história da cerimônia de premiação do Oscar. Isso aconteceu em 2019. O colar foi avaliado em nada menos que 30 milhões de dólares (cerca de 130 milhões de reais), e anteriormente pertencia à Audrey Hepburn.

Conte-nos, qual foi a roupa ou o vestido que você mais gostou de ver na premiação do Oscar? Se você fosse comparecer à cerimônia, qual traje gostaria de usar?