Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

As principais regras de etiqueta da família real britânica

1-11
21k

Quase tudo que acontece no Palácio de Buckingham, lar da familia real britânica, vira notícia. A rainha Elizabeth, seu marido, o duque de Edimburgo, o príncipe Charles e seus filhos William e Harry vivem sob os holofotes. A notícia bombástica mais recente foi a de que Harry irá se casar e a sortuda é a atriz americana Meghan Markle.

Megan, quando passar a fazer parte da família real, terá de se enquadrar em uma série de normas e protocolos que há séculos são seguidos pela família real. O Incrível.club compilou alguns dessas protocolos, normas e tradições.

No mínimo, dois filhos

Tradicionalmente, nas famílias reais, nascem pelo menos dois filhos. E essa tradição sobreviveu nos últimos 60 anos. Ninguém impedirá que o casal tenha mais; isso seria, por assim dizer, uma decisão livre. Por sinal, na família real, quase todos os casais têm apenas dois filhos. Os únicos que decidiram ter mais foram a Rainha Elizabeth II e o Duque de Edimburgo. Agora, William e sua esposa, Kate Middleton, decidiram seguir seu exemplo: estão esperando por seu terceiro filho. Será que Harry e Meghan terão dois ou três?

Postura correta

As mulheres da família real não podem se sentar como quiserem. Elas não podem colocar uma perna em cima da outra. A posição correta das pernas é com os joelhos juntos. Você pode cruzar seus tornozelos, inclinando os joelhos para um lado.

O sexo do bebê, durante a gravidez, é segredo

A família real britânica não tem como costume revelar o sexo do bebê durante a gravidez. Tudo é mantido na mais rígida confidencialidade antes do nascimento. A sociedade gosta de especular sobre isso, de fazer apostas, por isso presta especial atenção ao vestido da duquesa e, em particular, à cor que ela usa.

Protocolo especial

A família real caminha e também se senta seguindo uma determinada ordem. Por exemplo, o marido da rainha Elizabeth II (Philip, o duque de Edimburgo) não pode caminhar ao seu lado, quase sempre o faz um pouco atrás. Há também um costume especial que é usado para se sentar: primeiro, Elizabeth II se senta com o Duque de Edimburgo; depois o Príncipe Charles, com sua esposa; por fim, na sequência, o príncipe William com a Duquesa de Cambridge.

Seguindo a rainha

Em uma grande recepção, todos se guiam pelo comportamento da monarca. Acima de tudo, levando em conta o fato de que, se ela acabar de comer, naquele momento, absolutamente todos os convidados na mesa também devem terminar a refeição.

Assistir um parto real: um ritual reservado às mulheres

Deve-se assinalar que, mesmo quando davam à luz em casa, o pai da criança não podia estar com sua esposa. A princesa Diana foi a primeira a romper com a tradição de fazê-lo em casa. Mas, como há vários séculos, nenhum homem pode estar presente nesse ato. Esse costume reside no fato de que é um processo puramente reservado a elas.

A hora do chá

Todos sabemos quanta atenção é dedicada ao ritual do chá no Reino Unido. E para que tudo esteja realmente à altura, é preciso saber como segurar a xícara da maneira certa. Curiosamente, você não pode colocar o dedo na cavidade da alça. A xícara deve ser mantida em cima com o dedo polegar e o indicador; já por baixo, vão os dedos do meio e, por fim, o dedinho. Este, por sinal, nunca pode se separar dos outros dedos.

Um terno preto

Em toda viagem, cada membro da família real, imperiosamente, leva um terno preto. O casal real escolhe o preto somente em caso de duelo e ele não é usado para nenhum evento ou ato oficial. Portanto, na bagagem sempre há essa roupa no caso de um parente morrer e a situação exigir seu uso.

A gravidez só é anunciada depois de 12 semanas

Normalmente, a gravidez de um membro da família real é relatada após as primeiras 12 semanas. A exceção foi Kate Middleton: a duquesa sentiu muitas náuseas durante a gravidez, então a família precisou explicar o motivo de sua ausência nos eventos oficiais.

Roupas infantis

Quanto às crianças, encontramos uma regra bastante rígida: apenas os adultos podem usar calças. Portanto, independentemente da época do ano, as crianças usam apenas shorts. E este código de vestimenta se aplica, no mínimo, até atingirem os 8 anos de idade.

Murta no buquê da noiva

A murta é símbolo de boa sorte e felicidade no casamento, por isso deve obrigatoriamente estar presente no buquê da noiva. Esta tradição começou com a rainha Victoria, que recebeu um mirto como presente da avó do noivo. Agora, a murta é retirada de uma árvore que cresce no jardim real.

Tiros de canhão em homenagem ao príncipe ou princesa

Imediatamente após o nascimento de um herdeiro, rende-se uma homenagem à criança e aos pais. Da Torre de Londres, 62 disparos são feitos. E, perto do Palácio de Buckingham, outros 41 disparos de canhão.

Anúncio de um nascimento

O anúncio do nascimento de um bebê é feito de uma forma que muitos amam. Um cavalete dourado é colocado perto do palácio, trazendo uma folha com informações sobre quando o bebê nasceu e o seu sexo. Esta função também é cumprida por um mensageiro que informa as pessoas nas ruas de Londres. O cavalete tradicional torna-se um lugar de atração por algum tempo. Os duques de Cambridge foram os primeiros a informar o nascimento de seus filhos também por meio da imprensa.

Quatro nomes

As crianças nascidas na família real podem ter até 4 nomes. Enquanto isso, nenhum membro da família tem sobrenome. No caso de isso ser necessário, o título é usado em vez disso. Por exemplo, o príncipe George usa o sobrenome Cambridge.

A amamentação

Absolutamente todos os filhos da família real se alimentam do leite materno de suas mães. E este é um fato conhecido e comprovado. Mas aqui também encontramos uma exceção: a rainha Victoria rompeu com ela, pois acreditava que a amamentação tornava a mulher tola.

Presentes do mundo todo

Os presentes geralmente são entregues às crianças da família real, que os recebem em enormes quantidades. Elas recebem presentes de todos, desde de chefes de Estado até de cidadãos comuns do Reino. Alguns deles são doados para instituições de caridade, outros ficam com a família. E esses presentes podem ser muito diferentes: de chocalhos, polainas a cachecóis de marcas de luxo.

O vínculo com a linhagem real

Se houver parentes da criança que não possuam título de nobreza, então, infelizmente, a criança não pode ter relações com eles. A tradição permite a comunicação apenas com a linhagem real. Mas, como é sabido, Kate Middleton, a duquesa de Cambridge rompeu com esse costume, passando muito tempo com sua família.

Aniversário da rainha

Todos os membros da família real devem comparecer à celebração do aniversário da rainha. E não importa se, por exemplo, você tenha dado à luz ontem ou planejado sair de férias. As exceções são quase impossíveis, portanto na festa de aniversário todos devem estar presentes. A propósito: Elizabeth II assopra as velinhas dia 21 de abril.

Babás especializadas

Antes de contratar alguma mulher como babá para um "pequeno" real, a família prepara concursos especiais e cursos. A futura babá não só aperfeiçoa suas habilidades sobre como cuidar de crianças, mas também aprende todas as medidas de segurança (incluindo a direção defensiva) e até mesmo artes marciais.

Batismo dos recém-nascidos

O batismo é a primeira apresentação oficial dos recém-nascidos. O acesso da imprensa a esse tipo de ato é estritamente proibido. O líder da Igreja Anglicana batiza os bebês no Palácio de Buckingham ou em uma igreja escolhida pelos pais. Também se observa que os bebês vestem para o batismo o mesmo vestido usado em 1841 pela rainha Victoria para receber tal sacramento.

Recusam o uso de fraldas descartáveis

Por mais estranho que pareça, fraldas descartáveis não são usadas pela família real. Ela opta exclusivamente por fraldas de pano. Embora aqui também encontremos uma exceção: William, hoje já pai de George e Charlotte, usou fraldas descartáveis.

1-11
21k