Incrível
Incrível

As histórias que tornam Ana Maria Braga um exemplo de que sempre é possível virar o jogo e recomeçar

Que ela alegra as manhãs de milhões de pessoas todos os dias a gente não tem dúvidas. Afinal, só com o programa Mais Você, já está no ar há mais de 20 anos. A história de Ana Maria Braga é rodeada por episódios de pioneirismo e superação. E o seu emblemático bordão “Acorda, menina!” é uma forma de mostrar a disposição e a alegria com que a apresentadora encara a vida e a carreira.

O que o Incrível.club quer mostrar agora são as razões que a tornam essa pessoa tão especial e próxima a cada um de nós. Para isso, selecionamos alguns fatos sobre a “Namaria” que poderiam dar à comunicadora o título de Rainha da TV Brasileira. Confira com a gente!

1. Seu “plano B” foi melhor do que o esperado

Nascida no interior, Ana Maria Braga se formou em Biologia. Ela foi morar em uma cidade maior em busca da profissão. Por ser de uma família humilde, precisou arrumar um emprego para pagar os estudos. Foi então que a televisão surgiu na vida daquela jovem. A Ciência deixou de contar com suas pesquisas, mas o mundo ganhou a chance de conhecer o seu carisma.

2. Fez sucesso na TV só depois dos 40

A carreira de jornalista de Ana Maria se consolidou no mercado editorial. No entanto, após trabalhar como diretora comercial de revistas femininas por muito tempo, ela foi demitida. Então, aos 42 anos, o destino “deu um empurrãozinho” para a reformulação completa do Note e Anote, criado alguns anos antes. Surgia aí uma nova tendência em programas de TV voltados para a mulher, mãe, trabalhadora e dona de casa.

Tamanho foi o sucesso da apresentadora que, em 1999, a Rede Globo a levou para as manhãs na emissora, com o programa em que permanece até hoje: o Mais Você. A razão de tanta identificação do público pode ser explicada pelo respeito de Ana com os telespectadores: “Você nunca vai me ver fazendo caviar, escargot, trufa, camarão, sabemos que o salário mínimo é a média da população brasileira e temos de respeitar isso”.

3. Protagonizou momentos icônicos em frente às câmeras

Além do bordão “Acorda, menina!”, a apresentadora também costumava fechar seus programas provando os pratos que preparava. Assim, a frase: “Chama os cachorros”, acompanhada pela passagem de Ana por baixo da mesa, era um dos momentos marcantes da produção.

Mas, ao longo de mais de duas décadas diante das câmeras, ela já nos presenteou com performances e registros inusitados e divertidos, como as fantasias e maquiagens para lá de criativas, além, é claro, de algumas tentativas não tão bem-sucedidas em qualidade HD, como o dia em que apareceu toda neon para brilhar na luz negra. Mas ela é a Namaria, então pode!

4. É “mãe” de um dos mascotes mais amados do Brasil

É verdade que o Louro José já existia antes da chegada de Ana Maria ao Note e Anote, mas foi com ela que o mascote ganhou a vida e o espaço na TV e em nossos corações. O “filho”, como passou a ser conduzida a relação entre Ana e o Lorinho, assumiu papel importante na produção e era considerado — por ela mesma — como o seu alter ego: “O que eu não puder falar, ele fala”.

A sintonia com o fantoche foi intensificada ao longo dos anos, à medida que crescia a amizade entre a apresentadora e Tom Veiga, o intérprete do Louro José. A falta que o papagaio fez ao programa foi tão grande que, quase dois anos depois de seu último voo, a produção do Mais Você decidiu criar um novo mascote. Ele foi apresentado ao público de forma emocionante, como filho do Louro, e chegou aos estúdios Globo procurando pela “vovó Ana”.

5. Também é cantora e atriz. Isso mesmo — ela pode!

O brilho de Namaria nas manhãs da Globo atravessou as telas da televisão. E, como adora um desafio, a apresentadora não teve receio de encarar mais um deles e gravar um disco próprio. O CD Sou Eu — disponível nos serviços de streaming — teve a participação de grandes nomes da cena musical, como Zezé Di Camargo, Xanddy e Leonardo.

No cinema, ela já atuou em três produções: as versões 1 e 2 do filme Xuxa e os Duendes, como a rainha Zinga e Crô: O Filme, interpretando a si própria. Além disso, ao longo de sua carreira na emissora, Ana Maria Braga fez participações em diversas novelas da Globo, como O Clone, Cheias de Charme e até no seriado A Grande Família.

6. É apaixonada pelos filhos e netos

Não é difícil encontrar Ana Maria Braga derretida de amores pela família. Seja em datas especiais ou no dia a dia, os olhos da apresentadora brilham, principalmente ao falar dos netos. Mãe de dois filhos — Mariana e Pedro, ela não esconde o orgulho pela família que construiu.

Os quatro netos de Ana são a alegria da jornalista. Na ocasião do nascimento de um deles, ela confessou em suas redes sociais que “ser avó é uma dádiva”. Sempre que pode, ela reserva um tempo para estar com a família e declarar seu amor.

7. É uma defensora do amor

Apesar de tentar ser discreta na vida amorosa, Ana Maria é uma celebridade, não é? Sendo assim, seus relacionamentos logo chegam ao conhecimento de todos os fãs. Ao longo dos anos, como sempre está em evidência, pudemos acompanhar alguns de seus casamentos — ela se casou cinco vezes.

Mesmo quando está solteira, ela mantém a crença no amor e na possibilidade de dividir a vida com pessoas especiais. Em entrevista ao programa Roda Viva, ela disse ser muito bom viver com quem se ama e aprender com a convivência. Assim, a gente fica animado a acreditar no amor também, Namaria!

8. Já entrou para o Livro dos Recordes

Em 1998, ainda no comando do matinal Note e Anote, Ana entrou para o Livro dos Recordes. Isso porque, no ano anterior, ela foi a apresentadora que passou mais tempo diante das câmeras em todo o planeta! Desde então, a gente já entendeu que não tem como competir com essa rainha. Em 1997, Ana Maria esteve no ar por nada menos que 4 horas e meia, ao vivo, todos os dias. A cada semana, a loira permaneceu em nossas casas por cerca de 24 horas e meia.

O mais interessante é que seu carisma é tão gigante que ninguém enjoou dela, mesmo após mais de duas décadas. Ela ainda esteve perto de quebrar outras marcas como a incrível contagem de 26,6 mil garfadas, ao vivo, para experimentar as receitas que preparou ao longo de um ano.

9. É gamer, aficcionada por jogos eletrônicos

Desde os joguinhos eletrônicos no smartphone, até as grandes franquias do mundo dos videogames, Ana é geek de carteirinha e nutre uma grande paixão pelos jogos. O hobby como gamer da nossa rainha, inclusive, já foi parte de um teste sobre celebridades aqui no Incrível.club.

E não se trata apenas de gostar de um joguinho, não. Ela ajuda a divulgar o mundo gamer, abre espaço no programa para falar sobre os eSports e assumiu um papel importante para quebrar tabus e derrubar a crença de que o videogame atrapalha o desenvolvimento das crianças e “não dá futuro”.

10. E mesmo com tudo isso, é gente como a gente

Ana Maria nunca escondeu do público as suas lutas e preferências pessoais. Desde episódios em que a saúde não esteve bem, os momentos emocionantes que compartilhou com o público — como a volta do Louro —, até a “espiadinha” constante nos realitys shows, ela sempre faz questão de mostrar que é um ser humano como cada um de nós.

A mania de acompanhar o Big Brother quase 24 horas por dia é prova de que “Namaria” é mais parecida com a gente do que podemos imaginar. Além de receber todos os eliminados para o já tradicional café da manhã pós-paredão, ela sempre teve o sonho de entrar na casa — já esteve três vezes dentro do “endereço mais vigiado do Brasil” e até cozinhou para os brothers.

Viu só? Ela está em nossos corações, em nossas vidas e pode ser nosso exemplo de superação, ânimo e coragem. Quais características de Ana Maria você mais admira? Tem algum outro artista que gostaria de conhecer mais um pouco? Conte-nos, quem sabe ele não aparece por aqui!

Incrível/Famosos/As histórias que tornam Ana Maria Braga um exemplo de que sempre é possível virar o jogo e recomeçar
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos