Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

9+ Personagens que poderiam ter sido interpretados por atores completamente diferentes nos filmes, se fossem escolhidos pelos escritores

3-15
347

Frequentemente, as adaptações de livros para o cinema são notavelmente diferentes das fontes originais em quase tudo: desde os detalhes no enredo até a aparência dos personagens principais. Sobretudo, isso acontece porque a visão do diretor de um filme muitas vezes vai contra o que o autor colocou em sua obra literária. Porém, só sabemos quem acertou na escolha após o lançamento do longa nos cinemas e da avaliação dos espectadores atentos.

Nós, do Incrível.club, encontramos nove protagonistas de livros que poderiam ter sido interpretados por atores completamente diferentes no cinema, se a escolha tivesse sido feita pelos próprios escritores. No bônus, há duas atrizes que interpretaram a mesma personagem de um romance, cuja escritora apreciou apenas uma das escolhidas para atuação.

Scarlett O’Hara

Originalmente, uma das favoritas da escritora Margaret Mitchell, para atuar no longa baseado em seu romance ...E o Vento Levou, era a atriz Katharine Hepburn. Posteriormente, após muito debate e seleção de inúmeras candidatas, foi decidido que o papel de Scarlett no filme seria dado à então desconhecida atriz Vivien Leigh.

Holly Golightly

Truman Capote, autor de Bonequinha de Luxo, via apenas a belíssima Marilyn Monroe no papel de Holly Golightly. Mas quando a atriz recebeu uma oferta de trabalho para esse filme, ela recusou. Monroe foi substituída por Audrey Hepburn, que recebeu um Globo de Ouro por sua atuação e foi indicada ao Oscar.

Christian Grey

Para interpretar o personagem de Christian Grey, a escritora E.L. James idealizava Robert Pattinson. Posteriormente, ela imaginou que o público poderia achar essa escolha estranha. Isso porque Cinquenta Tons de Cinza era originalmente uma fanfiction baseada no romance de Stephenie Meyer, autora da Saga Crepúsculo, que tinha Bella e Edward como personagens principais. E o papel de Edward, na adaptação cinematográfica de Crepúsculo, foi interpretado por Pattinson.

Após vários meses de um árduo casting, foi decidido que Jamie Dornan interpretaria o charmoso bilionário.

Joan Madou

A personagem principal do romance Arco do Triunfo idealmente era a atriz Marlene Dietrich, amada pelo escritor Remarque, com quem viveu em Paris. Provavelmente, foi ela que ele imaginou no papel de Joan Madou na adaptação cinematográfica de sua obra. Porém, no filme, rodado em 1948, a personagem foi interpretada por Ingrid Bergman. Talvez, naquela época, Dietrich fosse muito mais velha que a personagem.

Edward Cullen

O Edward ideal, de acordo com Stephenie Meyer, era o ator Henry Cavill, conhecido por muitos como Superman ou Geralt, na última adaptação para o streaming de The Witcher. Na época das filmagens da Saga Crepúsculo, Cavill já parecia muito mais velho para o personagem de um jovem vampiro, então o papel foi para Robert Pattinson.

Jacob Black

Stephenie Meyer via no papel de Jacob o ator Tyler Posey, que ganhou popularidade graças à sua atuação como o personagem Scott McCall, na série Lobo Adolescente. Posteriormente, Taylor Lautner foi aprovado com sucesso para o elenco da Saga Crepúsculo.

Willy Wonka

Roald Dahl, autor da fabulosa história A Fantástica Fábrica de Chocolate, ficou muito desapontado por Spike Milligan não ter interpretado Willy Wonka. De acordo com o escritor, esse papel foi escrito exclusivamente para Milligan.

Como resultado, Gene Wilder apareceu na adaptação cinematográfica de 1971 como o dono da fábrica mágica. Dahl considerou sua atuação “pretensiosa e insuficientemente divertida”.

Bella Swan

Meyer, mais uma vez, originalmente queria que Bella fosse interpretada pela atriz Emily Browning. Posteriormente, como muitos já sabem, Kristen Stewart conseguiu o papel na Saga Crepúsculo.

A escritora depois admitiu que ficou encantada com a atuação de Stewart na saga. No entanto, externamente Browning se parece mais com a protagonista, por exemplo, no livro a autora diz que Bella tem lábios carnudos que parecem um pouco “volumosos para um queixo fino”.

Rhett Butler

Margaret Mitchell sugeriu seriamente dar o papel de Rhett Butler ao ator e comediante Groucho Marx em ...E o Vento Levou. No entanto, no final, Clark Gable interpretou o personagem masculino principal.

Bônus: Angélica

Anne Golon, uma das coautoras da série de romance Angélica e o Rei (Angélique et le roy), não gostou da escolha de Michèle Mercier para o papel principal na adaptação cinematográfica de seus livros. Segundo a escritora, nesses filmes a atriz interpretava a si mesma, e não a sua personagem.

Golon ficou mais satisfeita com a atriz Nora Arnezeder, que atuou como Angélica na nova versão de 2013. “Nora tem a energia de Angélica, a sua juventude e coragem, como se ela tivesse saído diretamente do século XVII”. No entanto, os telespectadores gostam mais das cenas com Mercier, como evidenciado por várias avaliações e comentários na Internet.

Em quais casos você acha que teria sido melhor escolher nas adaptações os atores idealizados pelos escritores? Comente!

3-15
347
Compartilhar este artigo