Incrível
Incrível

7 Principais acionistas e CEOs das empresas que usamos, mas praticamente só vemos os vendedores

Um dos efeitos da globalização é estar cercada por marcas e logotipos o tempo inteiro. Acordamos e escovamos os dentes com a pasta da marca “X”, escova da “Y”, o café, a xícara do café, o talher, e assim infinitas vezes. O que normalmente não paramos para pensar é sobre quem as constrói e os principais responsáveis por aquele processo.

Seria um trabalho interminável mapear o funcionário de cada lugar, por isso, resolvemos encurtar o processo e facilitar a pesquisa para você. Então, o Incrível.club reuniu aqui alguns dos principais nomes que são referências das marcas que usamos diariamente. Confira só!

Junior Durski

Durski foi criado por seus avós no Paraná e via seus pais a cada quatro meses. Seu avô era um emigrante polonês e dono de um açougue, e foi assim que ele começou seu contato com o mundo das carnes. Se formou em direito, mas não exerceu a profissão. Em 1999 deu o primeiro passo ao abrir seu primeiro restaurante em Curitiba, que curiosamente ainda funciona. Seu sucesso foi exponencial e hoje é dono de mais de 70 restaurantes no Brasil e em Miami.

David Gary Neeleman

David Neeleman nasceu no Brasil mas retornou aos Estados Unidos com sua família após a conclusão de uma missão religiosa de seu pai. Anos depois ele fundou três companhias aéreas: JetBlue, Morris Air e a WestJet (no Canadá). Em 2008, fundou a Azul Linhas Aéreas e, devido ao sucesso da empresa, logo abriu seu capital na Bolsa de Valores do Brasil e Nova York.

Tânia Cosentino

Tânia começou a trabalhar muito cedo, aos 16 anos. “O ensino profissionalizante me abriu várias portas, me fez amadurecer mais rápido e me possibilitou conseguir emprego muito jovem”, disse ela. Trabalhava de dia e estudava de noite e foi assim que se formou em engenharia e adquiriu experiência. Hoje, Tânia é considerada uma das mulheres mais influentes no mundo dos negócios.

Octavio de Lazari Jr.

Com mais de 50 anos, Octavio também construiu uma longa carreira na empresa. Iniciou quando tinha apenas 15 anos, como office boy, e assim passou por diversos cargos. Sua chegada foi muito bem recebida e, inclusive, as ações do Bradesco subiram no dia da indicação da troca.

Ted Sarandos

Nomeado por Reed Hastings (um dos fundadores da Netflix), Ted conquistou o cargo co-CEO da Netflix. Esteve ao lado de Reed desde 1999 e conquistou seu espaço tanto na empresa quanto na admiração de Reed, por acreditar na ideia e ter colocado os planos em prática. “Ted foi e continua sendo essencial para o sucesso da nossa empresa”, disse ele.

Ted e Reed em Cuba — 2016.

Alexandre Birman

Designer de sapatos reconhecido mundialmente, Alexandre Birman, além de ser CEO da Arezzo & Co, também é fundador da Schutz. Nascido em berço mineiro, sua história com os sapatos começou em 1972, quando seu pai e tio montaram uma pequena fábrica de sapatos em uma propriedade da família. Desde muito pequeno teve a oportunidade de atuar em todos os setores e aos 19 lançou sua própria marca, a Schutz.

A Arezzo foi fundada em 1972, com seu irmão Anderson Birman. Hoje é a maior marca de varejo de calçados femininos fashion da América Latina.

Flávia Bittencourt

Flávia não é só um nome importante para Adidas, mas também para empresas como Tim, Marisa e Sephora. Formada em engenharia química, concluiu sua pós-graduação em Marketing e em 1994 iniciou sua carreira na mesma área no Banco Nacional. Assim, construiu sua carreira de forma sólida, e esteve em empresas como Unibanco, Oi, até chegar na Adidas.

Bônus

Rachel Maia

Rachel Maia foi a primeira mulher negra a ocupar uma posição de CEO no Brasil e também foi a primeira mulher negra a ocupar uma cadeira em um conselho de administração em uma empresa brasileira. Esteve à frente de grandes marcas de luxo como Pandora e Tiffany & Co, porém, após dois anos na Lacoste, decidiu dedicar-se a projetos pessoais.

Você conhecia estes rostos? Tem curiosidade de conhecer quem está por trás de outras empresas? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários. 😉

Incrível/Famosos/7 Principais acionistas e CEOs das empresas que usamos, mas praticamente só vemos os vendedores
Compartilhar este artigo