Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Segredos do guarda-roupa da rainha Elizabeth

A rainha Elizabeth II é uma figura emblemática tanto na Grã-Bretanha como no resto do mundo. Por isso sua imagem pública e, especificamente, seu vestuário, são cuidadosamente pensados para cada situação, época e lugar.

A monarca é, sem dúvida, um símbolo de elegância e refinamento. É por isso que o Incrível.club quer compartilhar com você alguns dos seus segredos de estilo, que a ajudam a manter seu porte incomparável e nunca passar despercebida.

1. Usa vestidos versáteis para mudar seu look várias vezes no mesmo dia

A rainha é uma figura pública, que precisa trocar de roupa várias vezes ao dia. Por isso seus vestidos têm fechos grandes, para que consiga tirá-los por baixo e, assim, manter o cabelo intacto durante toda a sua jornada.

2. Suas roupas podem ter uma forte carga simbólica

Durante a sua histórica visita à Irlanda, em 2011, a rainha Elizabeth se vestiu com a cor representativa do país, o que não passou despercebido e foi recebido como um gesto muito significativo.

3. Dica: um lenço de seda na bolsa

Se o chapéu da rainha for danificado pelo mau tempo, sua dama de companhia leva um lenço de seda que combine com sua roupa, aonde quer que vá.

4. A rainha adora chapéus

Os chapéus da rainha têm características específicas: devem ser da altura certa para não dificultar a sua saída do carro, a parte de trás não pode roçar no casaco e nunca devem esconder seu rosto.

5. Os guarda-chuvas também cumprem uma função

Assim como os chapéus, os guarda-chuvas não devem esconder o rosto da rainha, por isso são sempre transparentes e ainda têm um cabo que combina com sua roupa.

6. A rainha também repete os looks

A rainha não usa roupa nova em todas as ocasiões; porém, os momentos em que ela repete os trajes são cuidadosamente escolhidos e distribuídos ao longo do ano.

7. Os modelos são pensados de acordo com as estações

Ao longo do ano são desenhadas quatro coleções de roupas para a rainha e cada uma corresponde a uma das estações. Ano após ano, a imprensa espera ansiosamente por novos modelos.

8. Prevenindo os acidentes

Na confecção de vestidos para a rainha com tecidos leves, são adicionados pesos às bainhas, para evitar que um acidente deixe as suas pernas descobertas.

9. Os trajes de cores vivas têm uma explicação

Nas ocasiões em que a rainha visita um asilo ou algum hospital, ela utiliza trajes de cores vivas, para que as pessoas com problemas ou dificuldades de visão possam reconhecê-la mais facilmente.

10. A rainha só usa chapéus antes das seis da tarde

Depois desse horário, usa um enfeite no cabelo ou, no caso de participar de um evento oficial, uma tiara.

11. As bolsas não são apenas acessórios

A bolsa da rainha deve ter as alças do comprimento certo, para que fique pendurada no seu antebraço e, ao mesmo tempo, não fique presa ao seu punho. Sua preferida, e que ela nunca perde de vista, é uma bolsa de mão da marca Launer.

12. Traje adequado para as crianças

Quando a rainha visita uma escola ou um local onde haverá um número considerável de crianças, costuma usar chapéus com penas ou flores que chamem a atenção dos pequenos.

13. Peças com tecidos que não amassem

Antes de decidir quais materiais vão ser utilizados para confeccionar suas roupas, a rainha sempre esfrega os tecidos com as mãos, para saber se amassam. Se isso acontecer, não serão usados.

14. Nada ofusca seu estilo

Na hora de escolher as cores para as vestimentas da rainha, os responsáveis não pensam apenas nela, mas no ambiente onde fará sua aparição pública. A ideia é que, pelos tons escolhidos, a roupa se destaque e não se confunda com o entorno.

15. Vestidos à prova de escadas

Sabemos que os vestidos justos dificultam bastante o movimento de subir ou descer escadas. É por isso que as vestes da rainha incluem aberturas que a permitem se mover com facilidade.

16. O comprimento da saia é premeditado

O comprimento preferido da rainha para o uso diário é abaixo do joelho e ligeiramente mais comprido nos vestidos mais elegantes.

17. A repetição dos vestidos tem uma regra

As cores são um elemento muito importante na vestimenta da rainha. Portanto, quando ela usa um tom em uma visita à determinada região do país, ela não volta a usá-lo por um longo tempo, nem mesmo em um modelo diferente.

18. Sapatos sempre de salto

Os sapatos da rainha, mesmo que sejam coloridos ou de materiais diferentes, sempre se distinguem pelo salto de cinco centímetros.

19. Os vestidos passam por protótipos

Quando os materiais e os desenhos para uma roupa da rainha são autorizados, é feito um protótipo em algodão branco no manequim real.

20. As mangas também são parte essencial

Como vimos, para sua majestade, cada um dos detalhes da sua vestimenta é importante e deve ser cuidado o máximo possível. Por isso, no caso das mangas, suas preferidas são as de três quartos, embora não sejam as únicas usadas pela rainha.

O que você acha dessas regras de etiqueta ou de moda da rainha? Quais outras curiosidades sobre as roupas dela você gostaria de saber?

Compartilhar este artigo