Incrível

20 Filmes dos anos 70, 80 e 90 que previram nas telonas as tecnologias que usamos hoje

Os filmes futuristas das últimas décadas tentaram, de forma explícita ou implícita, prever quais seriam as tecnologias que usaríamos hoje em dia. Muitos erraram, mas outros tantos tiveram êxito e parecem ter vindo diretamente de alguma cápsula do tempo. Apesar de ainda não termos automóveis que voam ou teletransporte, muitas coisas que usamos, de certa forma, já apareceram nas telonas.

Incrível.club listou 20 filmes que vão surpreender você por causa das previsões certeiras do que o futuro nos traria. Veja conosco e conte para nós se faltou algum filme de que é fã.

1. Óculos de realidade virtual

No filme Johnny Mnemonic: O cyborg do futuro, de 1995, uma invenção incrível foi antecipada: os óculos de realidade aumentada. O longa apresenta outras novidades que o autor acreditava que fariam parte da vida hoje, mas a mais marcante são mesmo esses óculos. Hoje, muitas empresas já fabricam o equipamento para jogos, filmes e vídeos a partir de celulares ou computadores.

2. Ligações com áudio e vídeo

A série animada Os Jetsons, que foi sucesso nas décadas de 60 e 80, mostra a rotina de uma família em 2062. Apesar de ter muitas referências de equipamentos que, de fato, usamos hoje em dia como tablets e robôs aspiradores de pó, uma previsão que chamou bastante a atenção são as chamadas de vídeo. Tudo muito parecido com o que temos hoje por Skype, FaceTime e WhatsApp.

3. Próteses mecânicas

Na década de 80 um filme futurista mostrava a história de um homem que se tornava um Policial-Cyborg. Sim, estamos falando de Robocop, um grande sucesso na época. Ok, ainda não conseguimos criar algo que seja parte homem e parte androide como no filme. Mas as próteses feitas para quem perdeu membros estão a cada dia mais evoluídas, proporcionando movimentos bem próximos do real.

4. Telefones móveis

A série Agente 86 foi lançada na década de 60 e fez muito sucesso no Brasil nas emissoras Record, Bandeirantes e Globo. Era uma versão bem-humorada de um agente secreto, o atrapalhado Maxwell Smart. Ele tinha vários acessórios para ajudar nas missões, entre eles um telefone móvel acoplado à sola do seu sapato. Seria uma previsão da Era dos celulares?

5. Carros autônomos

O filme de 1990 O vingador do futuro, estrelado por Arnold Schwarzenegger, se passa no ano de 2084 e traz para os expectadores algumas inovações que hoje já usamos. Entre elas, a que mais chama a atenção é o carro que tem um motorista virtual dirigindo. Hoje, empresas como a Tesla e o próprio Google já estão fazendo testes com veículos autônomos e prometem que a novidade estará nas ruas muito em breve.

6. Relógio inteligente

No filme Dick Tracy, de 1990, o famoso detetive dos quadrinhos exibe um relógio que possibilita conversar com outras pessoas, como se fosse um rádio transmissor. Hoje os smartwatchs são uma realidade. Eles podem ser usados como telefone e possuem outras infinitas funcionalidades como: monitor cardíaco, acesso às redes sociais, indicação de temperatura, monitor de sono, etc.

7. GPS

O GPS, na década de 60, ainda não fazia parte da rotina das pessoas comuns (ele foi usado pela primeira vez na Guerra do Golfo, no início da década de 90), mas para o agente secreto mais conhecido do mundo já era uma realidade. No filme 007 Contra Goldfinger o carro de Bond já era equipado com um sistema de geoposicionamento. Além dele, outras inovações como a câmera resistente à água e o pager também já existiam na franquia antes de aparecerem no mundo real.

8. Reality Shows

O filme 1984, baseado no livro de George Orwell, de 1948, sugeria um governo que tinha telas de TV em todos os lugares para que as pessoas fossem monitoradas. Era o chamado Grande Irmão — em inglês, Big Brother. Hoje, uma das atrações televisivas mais assistidas são os reality shows que lidam com a mesma temática, a vigilância com os mais variados temas: culinária, artistas, cantores amadores e dança. E adivinhe qual o nome do mais famoso desses programas? Sim, Big Brother, uma referência à obra de Orwell.

9. Casa inteligente

O filme Smart House, de 1999, fala de uma casa inteligente que recebe comandos de voz e executa tarefas domésticas. O programa que gerenciava tudo isso era chamado Personal Applied Technology e se habituava ao gosto da família e seus hábitos. Hoje já existem muitas tecnologias semelhantes, as casas inteligentes, capazes, por exemplo, de ligar home theater, ar condicionado e acender luzes. Além disso, a Inteligência Artificial (AI), cada vez mais presente em nossas vidas, possui justamente a característica de “aprender” os hábitos de um usuário e melhorar sua experiência de uso de uma determinada tecnologia ou produto.

10. Anúncios personalizados

O filme Minority Report, estrelado por Tom Cruise, trouxe em 2002 o mundo futurista de 2054 e apesar de a história não falar diretamente sobre as inovações, trouxe boas dicas. Uma delas eram as propagandas capazes de “ler” a retina para criar anúncios de acordo com o interesse de uma pessoa. Hoje a propaganda digital é programada para oferecer produtos de acordo com o que você pesquisa na Internet.

11. Antivírus

O filme Tron — Uma Odisseia Eletrônica, do começo da década de 80, mostra um engenheiro de computadores que acaba sendo transportado para dentro do sistema do computador. Nesse ambiente virtual ele é atacado por um programa que é responsável por acabar com invasores. Algo muito parecido com os poderosos antivírus que temos hoje em nossos computadores.

12. Impressão 3D

Um filme de 1985, Mulher Nota 1000 mostra, de forma cômica, como dois adolescentes acabam criando uma mulher a partir de um computador e uma impressora. Basicamente previu a Era da impressão 3D, capaz de criar desde brinquedos até tecidos humanos. Uma inovação capaz de imprimir quase tudo. Menos uma Lisa, para desespero de alguns adolescentes.

13. Transplante de rosto

O filme A Outra Face, estrelado por John Travolta e Nicolas Cage, de 1997, fala de um agente do FBI que busca capturar um terrorista. Até que, num determinado momento, os dois personagens trocam de aparência física e vivem a vida um do outro. A obra, na época, foi criticada por tratar de uma situação pouquíssimo provável de ocorrer. Só que apenas oito anos depois a francesa Isabelle Dinoire se tornou a primeira pessoa a receber um transplante de face.

14. Relacionamento virtual

O filme Her previu, em 2013 uma situação que se tornaria real apenas 5 anos depois. O longa trata de um homem solitário que acaba se apaixonando pelo sistema de Inteligência Artificial (AI) do seu computador. A assistente virtual do filme tem voz feminina e personalidade própria, permitindo que eles interajam. Uma história muito parecida com a do japonês Akihiko Kondo que se casou com o holograma de uma cantora virtual chamada Hatsune Miku.

15. Leitor de digitais

O filme O especialista, estrelado por Sylvester Stallone, mostra, ainda em 1994, o uso de leitura de digitais no lugar das senhas para o uso no dia a dia. Naquela época a tecnologia estava ainda engatinhando e não era acessível para pessoas comuns como nós. Hoje a leitura de digitais é parte de nosso dia a dia, em bancos, nas urnas de votação e nos celulares, por exemplo.

16. Hackear informações secretas

A espionagem sempre foi tema de muitos filmes. Mas até essa temática acabou incorporando questões e reflexões sobre o uso da tecnologia. O filme A origem (2010) trata das formas mais modernas de se conseguir informações secretas.

17. Manipulação genética

O filme da década de 70 A Ilha do Dr. Moreau contava a história de um médico que fazia experiências misturando DNA de animais e seres humanos, criando aberrações. Um tema bem recorrente na época e que, de certa forma, previa avanços importantes da ciência. É claro que, como é característico das obras de ficção, o filme carrega nas tintas. Mas o fato é que temos hoje muitos benefícios quando se fala de manipulação genética na prevenção de doenças, por exemplo. E, para aqueles que temem o uso dessas tecnologias, a má notícia é a de que, em agosto deste ano, cientistas espanhóis anunciaram a criação, num laboratório da China, de um ser hibrido entre o ser humano e o macaco.

18. Carro com computador de bordo

O filme O 5º Elemento, protagonizado por Bruce Willis e Milla Jovovich (1997), mostrava um sistema de computador para carros super avançado, algo parecido com o que temos hoje em nossos veículos. Nos automóveis brasileiros, a estreia da tecnologia ocorreu naquela mesma década. Na época, as funções computadorizadas eram bem simples, mas, a partir dos anos 2000, essa tecnologia registrou um enorme salto.

19. Clonagem

Um filme de 2001 chamado O replicante fala de um criminoso que é clonado para que a polícia consiga prever os seus passos e até movimentos e assim capturá-lo. Lógico que copiar seres humanos não é legalmente possível, mas hoje a engenharia genética mistura uma técnica semelhante à clonagem com a inseminação artificial. Por essa técnica o óvulo é manipulado para ajudar pessoas que não podem ter filhos.

20. Biometria

O filme Missão Impossível (1996) foi um campeão de bilheteria e trouxe uma série de tecnologias que usamos hoje no dia a dia. A biometria de forma geral começou a ser desenvolvida na década de 70 e 80, mas era acessível apenas a aplicações específicas e possuía custos elevados. Nas duas últimas décadas, no entanto, a tecnologia ganhou escala, teve custos reduzidos e, com isso, passou a ser vista com cada vez mais frequência em aplicações do dia a dia. Hoje, ela está nas portarias dos prédios, nos bancos e até mesmo em nossos celulares.

Gostou das curiosidades sobre esses filmes? Faltou algum nessa lista? Conte para nós.