Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Fatos curiosos sobre a vida e a carreira do lendário ator Al Pacino

-131
68k

Desde Michael Corleone, de O Poderoso Chefão e Tony Montana, em Scarface, até o Diabo, em Advogado do Diabo, muitos papéis interpretados por Al Pacino acabaram se tornando ícones do cinema cult e clássicos da sétima arte.

Pensando nisso, o Incrível.club decidiu compartilhar com você momentos da vida e da carreira de um dos grandes intérpretes de mafiosos italianos. Confira!

  • Al Pacino trabalhou como zelador e assistente de garçom para pagar seus estudos em uma escola de teatro.
  • No Início de sua carreira, o artista se apresentava como comediante no formato de stand-up comedy.
  • Aos 21 anos, foi detido e preso: policiais encontraram armas em seu carro. Somente depois de três dias encarcerado, a polícia descobriu que as armas eram, na verdade, objetos cinematográficos de teatro.

Foto de Al Pacino, detido pela polícia de Rhode Island em 1961

  • Aos 14 anos, Alfredo James Pacino (esse é seu nome de batismo) assistiu à peça A Gaivota, do dramaturgo russo Anton Tchekhov. A produção impressionou tanto o ator que ele comprou uma coleção de histórias de Tchekhov.
  • Pacino estudou o Método de Interpretação para o Ator com Lee Strasberg (um dos criadores desse método). Ele gosta de atuar de acordo com o Sistema Stanislavski de interpretação.
  • O primeiro grande momento de Al Pacino em Hollywood foi o filme O Poderoso Chefão. O longa foi celebrado pela crítica especializada e, em 1973, recebeu 11 indicações ao Oscar. Apesar de Al Pacino ter sido indicado, decidiu não comparecer à cerimônia porque acreditava que devia ter sido indicado ao prêmio de “Melhor Ator” — ele foi indicado para “Melhor Ator Coadjuvante”.
  • Jack Nicholson e Robert De Niro também fizeram o teste para o papel de Michael Corleone. No entanto, o diretor do filme, Francis Ford Coppola, preferiu Pacino.
  • Al Pacino, realmente estava conectado ao seu personagem, Michael Corleone. Isso porque seus avós eram da cidade de Corleone, na Sicília.
  • Ele foi indicado oito vezes ao Oscar, mas recebeu o prêmio apenas uma vez, pelo seu papel no filme Perfume de Mulher, na premiação de 1993.
  • Nesse mesmo ano, Pacino foi o primeiro ator a ser indicado em uma mesma cerimônia do Oscar ao prêmio de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante.
  • O artista se recusou a interpretar diversos personagens que mais tarde se tornariam ícones do cinema cult. Por exemplo, poderia ter estrelado filmes como os da saga Star Wars, Uma Linda Mulher, Kramer vs. Kramer, Duro de Matar Taxi Driver.
  • Inicialmente, o longa Advogado do Diabo foi pensado para ser uma mistura entre um filme de ação e um blockbuster. Pacino não gostou do script e se recusou a participar do projeto, tendo sido convidado cinco vezes até que a equipe resolveu reescrever o roteiro. No entanto, o ator ainda continuou duvidando do potencial do filme. Para convencê-lo de vez, Keanu Reeves abriu mão de 2 milhões de dólares do seu cachê para que conseguissem contratar Al Pacino.
  • O ator é um grande fã de Shakespeare. Em 1996, fez sua estreia como diretor e filmou o documentário Ricardo III baseado na clássica peça do dramaturgo inglês. O papel principal também foi desempenhado pelo próprio Pacino.
  • O poeta favorito do ator é Oscar Wilde. Al Pacino acredita que há muito em comum entre ele e esse outro dramaturgo inglês.
  • Nunca foi oficialmente casado. O único altar em que esteve presente foi nas telonas — como ficção, claro.
  • Al Pacino iria dublar o personagem El Macho na animação Meu Malvado Favorito 2. No entanto, apenas alguns meses antes do lançamento, desistiu de sua participação no projeto devido a diferenças criativas.
  • Pacino tem seu próprio estúdio, o Chal Productions. O significado do nome consiste em duas partes: o “Ch” — é o início do nome do seu amigo e mentor, Charlie Laughton, com quem abriu a empresa, e o “Al” — seu próprio nome.
  • Ele adora ópera.
  • Seu primeiro filho nasceu apenas seis meses antes de o ator completar 50 anos. Onze anos depois, Pacino voltou a ser pai: em 2001, a atriz Beverly D’Angelo deu à luz gêmeos.
  • Em 2019, o filme O Irlandês foi lançado. Al Pacino contracenou com Robert de Niro. O orçamento final da produção foi de 159 milhões de dólares. Esse valor foi, em grande parte, gasto no rejuvenescimento artificial dos atores através de efeitos especiais.
  • Al Pacino foi indicado ao Globo de Ouro 14 vezes e levou a estatueta quatro vezes.

Esse fantástico ator segue em atividade, nos maravilhando com seus personagens. Qual é, em sua opinião, a melhor performance de Al Pacino? Conte para a gente na seção de comentários.

-131
68k
Compartilhar este artigo