Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Broches que já brilharam no look de mulheres da realeza e a história por trás de cada um deles

Se existe algo que diferencie os membros da família real britânica é a forma como usam acessórios luxuosos e brilhantes, que fazem parte de sua rotina. E em muitos casos, há quem pense que as joias exibidas pelas mulheres da realeza servem apenas para embelezar o visual, mas os broches não entram nessa categoria. Eles são mais que meros enfeites, já que tais objetos possuem significados ou origens que podem ser tão importantes quanto o título ostentado pela monarca e sua família, indicando também as obrigações que a realeza tem perante a sociedade.

Nós, do Incrível.club, não ficamos alheios ao brilho dos broches reais, então resolvemos apresentar a você alguns dos que já apareceram em eventos públicos nas roupas da rainha Elizabeth II e de outras damas da monarquia do Reino Unido.

1. Broche de turquesa e diamantes

Segundo o revelado pelo especialista em joias Vincent Meylan, esse broche com uma grande pérola turquesa rodeada por vários diamantes foi um presente de casamento que Maria de Teck ganhou em 1893. Ela guardou a peça até sua morte, em 1953, quando o broche passou às mãos da rainha Elizabeth II. Em 2014, a monarca apareceu em público com o acessório pela primeira vez, e a peça foi vista novamente durante uma mensagem dirigida ao povo britânico, em abril de 2020.

2. Broche da imperatriz Maria Feodorovna

Acredita-se que a peça tenha origem em 1866, quando o futuro rei Eduardo VII e Alexandra, irmã de Maria Feodorovna, deram a ela um broche de safira com diamantes e uma pérola em gota. O motivo foi o seu casamento com Alexandre III da Rússia. Posteriormente, a joia passou para as mãos das filhas de Maria, sendo depois adquirido em um leilão por Maria, avó de Elizabeth II, fazendo com que a atual rainha o herdasse. A monarca usou a peça durante seu jubileu de prata, em 1977. Já em 2020, a soberana posou com o broche ao lado dos príncipes Charles, William e George, os primeiros na linha de sucessão ao trono.

3. Broche de penas e diamantes do príncipe de Gales

A joia foi uma das mais icônicas exibidas pela princesa Diana. Ela representa as três penas do príncipe de Gales, com diamantes criando um formato ovalado. Acredita-se que a peça tenha sido criada originalmente como um broche para a princesa Alexandra, em 1863, como um presente de casamento. Lady Di ganhou o acessório da Rainha Mãe em 1981, transformando-o em um colar. Hoje, está em posse de Camila, duquesa da Cornualha, que devolveu ao broche seu uso original.

4. Broche de safira do príncipe Albert

origem do broche remonta a 1840, quando o príncipe Albert encomendou à joalheria Garrard, em segredo, um broche de safira com diamantes em volta. Era um presente para a esposa, a rainha Vitória, às vésperas do casamento. A soberana usou o acessório em diversas ocasiões, notadamente nos aniversários. Hoje, a joia está em poder da rainha Elizabeth II, que também já apareceu em público usando-a. Uma dessas ocasiões foi o batizado do príncipe William, em 1982.

5. Laço da rainha Vitória

Assim como aconteceu com o broche de safira que o príncipe Albert deu a Vitória antes do casamento, essa bela peça, formada por três laços adornados com diamantes de diferentes tamanhos, foi criada pela Garrard, em 1858. A joalheria revelou que Vitória usava dois ou três deles em suas roupas. O mesmo broche foi visto sendo usado por Elizabeth II em 9 de setembro de 2015, dia em que ela se firmou como a monarca com o reinado mais longevo na história da realeza britânica.

6. Samambaia prateada da Nova Zelândia

A família real pode se gabar de ter uma versão com diamantes da planta símbolo do país da Oceania. De acordo com um estudo feito junto aos arquivos históricos, o broche foi um presente de Natal que a rainha Elizabeth II ganhou em 1953 das mãos de lady Allum, esposa do sir John Allum, então prefeito da cidade de Auckland. Desde então, tanto a monarca quando a duquesa de Cambridge exibem a joia quando participam de algum evento ligado à Nova Zelândia, a exemplo das visitas oficiais.

7. Cullinan V

Esse broche tem como protagonista uma pedra preciosa lapidada em forma de coração, uma pequena parte de um enorme diamante extraído de uma mina da África do Sul, em 1905, cujo valor superava os três mil quilates. A joia era propriedade de Maria de Teck, avó da rainha Elizabeth II. E hoje, está nas mãos da soberana. Ela, inclusive, o usou durante a Semana de Moda de Londres em 2018, e ao celebrar o aniversário de 99 anos do príncipe Philip, em 2020.

8. Cullinan III e IV

Estima-se que o diamante Cullinan original tenha sido cortado em 105 partes. Dois dos fragmentos estão nessa joia, que também foi propriedade de Maria de Teck, unidos como um broche. O Cullinan III tem formato de gota, e pesa aproximadamente 94 quilates. Já o Cullinan IV, de 63 quilates, foi cortado em forma de quadrado. Em 1958, a rainha Elizabeth II apareceu em público com eles pela primeira vez, durante sua visita aos Países Baixos. Sessenta anos depois, as joias voltaram ao mesmo local, dessa vez por ocasião de um jantar de Estado.

9. Broche Dacre da RAF

Esse broche de diamantes com uma coroa e as siglas (em inglês) da Real Força Aérea britânica foi fabricado em 1982 por Elizabeth Dacre. Ele era entregue a cada ano como forma de homenagear a melhor cadete feminina, sendo a máxima honraria que poderia ser recebida. Acredita-se que, ao romper com a tradição, Kate Middleton tenha recebido a joia em 2015 ao ser designada como comandante honorária do ar. A duquesa costuma exibir a peça em eventos ligados à RAF, como em 2018, durante as comemorações pelo centenário do regimento.

10. O nó do amor verdadeiro da rainha Maria

Mais uma joia que a rainha Elizabeth II herdou da avó, a rainha Maria. O broche é bem chamativo, por dois motivos: o primeiro é seu formato em arco com incrustações em diamantes partes penduradas, o que o faz atrair todos os olhares; o segundo motivo é o fato de ter sido escolhido pela monarca para usar no casamento da irmã, a princesa Margaret, em 1960. A mesma peça fez parte do look exibido pela rainha nas bodas do príncipe William e Kate Middleton, em 2011.

11. Insígnia do golfinho dourado da Marinha Real

O broche de ouro, que traz a silhueta de dois golfinhos, uma âncora e uma coroa na parte superior foi desenvolvido em 1972 pela Marinha Real, servindo para identificar o pessoal do serviço submarino, altamente capacitado para exercer as respectivas funções. De acordo com o escrito pelo repórter Richard Palmer, a Marinha presenteou a insígnia à duquesa de Cambridge, que a usou o durante o desfile realizado no rio Tâmisa, em comemoração ao jubileu de diamante da rainha Elizabeth II, em 2012.

12. Broche de água-marinha brasileira

Em 1953, a rainha Elizabeth II ganhou do governo brasileiro um conjunto de joias em água-marinha que remetia à sua coroação. Como demonstrou gostar muito dessa pedra preciosa, posteriormente a monarca recebeu uma tiara e, por fim, esse broche, que conta com um grande água-marinha e pequenas pedras brilhantes. A peça foi admirada durante o Royal Ascot de 2012, como podemos ver na imagem acima.

13. Folha de bordo com diamantes

relato de um joalheiro apontou que a peça foi criada originalmente como uma folha dupla, para a esposa de um empresário inglês. Elizabeth, a Rainha Mãe, se encantou tanto pelo broche que a dona o desmembrou em várias peças, dando uma delas à integrante da realeza. De lá para cá, tanto a rainha Elizabeth II quanto Kate Middleton e Camila da Cornualha já o usaram em viagens ao Canadá, ou em algum evento ligado ao país da América do Norte.

14. Lírio da cidade de Londres

O broche foi um presente que a cidade de Londres deu à rainha em 1947, ano em que recebeu a homenagem “Liberdade da Cidade”, honraria máxima concedida pela capital da Inglaterra. Desde então, sua Majestade costuma levar o broche consigo quando comparece a celebrações ao ar livre sob clima favorável, sendo o Royal Ascot o evento favorito da monarca para exibi-lo. Os moradores da Austrália também tiveram a chance de ver o acessório compondo o look da rainha durante a visita que ela fez ao país, em 2011.

15. Estrela de Jardine

De acordo com o livro The Queen’s Jewels, de Leslie Fields, e citado pela mídia, esse broche da rainha Elizabeth II foi presenteado por uma aristocrata chamada lady Jardine, em 1981. O design consiste em uma estrela de oito pontas, com diamantes entre cada uma delas e um pequeno conjunto de pedras preciosas no meio. Nos últimos anos, a monarca vem usando a peça com frequência em eventos como o Festival de Flores de Chelsea e o Royal Ascot. A rainha também usou o mesmo acessório no pronunciamento de sua mensagem natalina de 2017.

16. Insígnia do regimento The Rifles

Um dos mais recentes broches recebidos pela família real está em poder da duquesa da Cornualha. Em 2020, Philip, duque de Edimburgo, oficializou Camila como a nova comandante em chefe do regimento de infantaria The Rifles, como sua substituta nas atividades. Posteriormente, foi lhe entregue uma condecoração, usada pelos integrantes do regimento, conhecida como a insígnia do quepe, formada por uma corneta em forma de chifre, banhada em prata.

17. Ordem da Família Real da rainha Elizabeth II

Ordem da Família Real é uma distinção que data do século XIX, por meio da qual o monarca do Reino Unido homenageia as mulheres da realeza. Desde sua ascensão ao trono, em 1952, é a rainha Elizabeth II quem concede as honrarias, incluindo uma insígnia simbólica que traz um retrato da soberana rodeado por diamantes e uma coroa Tudor, presa a um laço de seda amarela. A Rainha Mãe, a princesa Anne, Diana de Gales, Kate de Cambridge e Camila da Cornualha são algumas das damas que já usaram a peça.

18. Rosa do centenário

É muito provável que essa peça seja de considerável valor sentimental para Elizabeth II. Sua história tem início em 2000, quando a própria monarca encomendou à joalheria G. Collins & Sons um presente pelos 100 anos da Rainha Mãe. O resultado foi um broche lapidado em um cristal de rocha, com uma rosa pintada à mão e 100 diamantes em volta. A preciosidade já foi admirada em festas nos jardins do Palácio de Buckingham, visitas de Estado e na comemoração pelos 75 anos do “Dia D”, em 2019.

19. Trevo da Guarda Irlandesa

Atualmente, é Kate Middleton quem guarda a peça, em forma de trevo com tons dourados e uma esmeralda no meio. A duquesa frequentemente usa o acessório em eventos ligados à cultura irlandesa, como o Dia de São Patrício. De acordo com o relato do autor James Wilson, em 1961, o regimento da Guarda Irlandesa deu o broche à princesa Maria, a Princesa Real. Entre as integrantes da família que já usaram o trevo foram a Rainha Mãe e a princesa Anne.

20. O crisântemo de safira

Mais um broche que pode ser considerado parte especial na coleção da rainha. Embora se comente que o broche de safira em forma de crisântemo e diamantes em volta foi um presente recebido em 1946, no batismo de um barco petroleiro, a joia é mais lembrada por aparecer nas fotos oficiais da monarca durante sua lua de mel com o príncipe Philip, em 1947. Após ser visto em 2007 e novamente em 2020 na celebração do seu aniversário de casamento, podemos dizer que o broche mantém seu brilho oficial.

Você tem alguma joia ou objeto especial que passou de geração para geração em sua família? Deixe um comentário falando sobre o valor afetivo dessa peça especial!

Compartilhar este artigo