Incrível

16 Coisas que só são possíveis de acontecer no mundo de Hollywood

Não há como o som se propagar no vácuo, por isso naves espaciais explodem “silenciosamente” no espaço. Certamente, chegar muito perto da lava é bastante perigoso. Conseguir andar lentamente enquanto ocorre uma explosão ao fundo é quase improvável — a onda de choque o derrubaria. Hoje em dia, quase todos sabem que tudo isso não são apenas clichês, mas realidades “de mentirinha” possíveis apenas nos filmes. E essas super-realidades podem ser das mais diversas, dando vida à imaginação de qualquer um e nem sempre sendo tão óbvias assim. Mentirinhas e realidades falsas das telonas são os temas deste post.

Incrível.club analisou diversos filmes populares e seus clichês, e está pronto para explicar a você a verdade por trás dos efeitos e das mentirinhas do cinema. Confira!

1. Carros que podem suportar qualquer desafio

Os filmes da saga Velozes e Furiosos (2001-2019) criam uma realidade própria: os carros de corrida são mais complexos e completos que os normais, no entanto, seu próprio manuseio requer mais cuidado, justamente por causa dessas melhorias — eles até podem não conseguir rodar em ruas normais. Por exemplo, quando uma corrida de Fórmula 1 acontece nas ruas de uma cidade, os bueiros são cuidadosamente fixados, mas ainda assim, às vezes, a pressão maior gerada debaixo dos carros de corrida acaba arrancando eles do chão, o que geralmente impede o automóvel de continuar na corrida devido aos danos causados.

Ao mesmo tempo, carros comuns não são capazes de fazer saltos tão longos e bem feitos, uma vez que sua suspensão e seus pneus não são projetados para suportar tais cargas e poderão falhar imediatamente.

2. “Você tem direito a uma ligação”

Essa clássica frase é frequentemente falada por policiais depois de avisar os direitos do indivíduo no momento de sua apreensão, ou seja, seus direitos de permanecer calado, de chamar um advogado e do aviso de que tudo que for falado pelo detento pode ser utilizado contra ele na corte. Mas nem tudo é tão simples assim na vida real. Primeiramente, o direito de apenas um telefonema é válido apenas nos EUA, enquanto na Grã-Bretanha e no Brasil esse número não é fixado. Em segundo lugar, cada estado dos Estados Unidos trata essa questão à sua própria maneira. Por exemplo, na Califórnia, um preso em flagrante pode fazer até 3 chamadas telefônicas.

3. Cair de forma segura em um container de lixo

É comum ver em muitos filmes cenas em que o protagonista, fugindo de uma perseguição, pula do terceiro andar de um prédio e cai em um container cheio de lixo, levantando sem machucados ou lesões aparentes para continuar com sua fuga. No entanto, cair dessa altura até na água ou no algodão é perigoso. Agora levemos em consideração que dentro das sacolas pretas de lixo pode haver qualquer coisa: garrafas de vidro, lâmpadas queimadas e diversos outros objetos sólidos que podem ser cortantes e perigosos, dos quais um saco de polietileno fino não pode proteger. Ace Ventura, Neo e muitos outros personagens, no mínimo, quebrariam alguma coisa e ficariam sujos da cabeça aos pés.

4. Recuperação rápida e nocaute com apenas um golpe

Vemos frequentemente nas telonas como um personagem faz um nocaute certeiro e forte em seus inimigos com apenas um único golpe, e mesmo assim eles recuperam a consciência em questão de minutos, voltando imediatamente ao embate como se nada tivesse acontecido. Às vezes, caso o enredo e o protagonista precisem, o vilão pode até ficar desacordado por horas. No entanto, há vários momentos implausíveis nisso.

  • É muito raro que apenas um golpe seja o suficiente para derrubar uma pessoa treinada. Na vida real, provavelmente seria necessário muitos golpes certeiros e com bastante força.
  • Golpear com os punhos desprotegidos é perigoso para o atacante — ele pode até quebrar a mão ou os dedos. Por isso que os atletas profissionais de artes maciais sempre usam proteção nas mãos (como luvas, por exemplo).
  • O nocaute não é necessariamente acompanhado de um desmaio, mas é uma condição na qual o oponente não tem mais condições de lutar. Caso ocorra, a perda de consciência dura apenas alguns segundos. Mas mesmo que isso não ocorra, uma pessoa normalmente fica desorientada por algum tempo. Nessas condições fica muito difícil para alguém conseguir se levantar, quem dirá correr e lutar novamente.
  • Fora isso, independentemente de onde o golpe do nocaute atingiu, ele geralmente provoca lesões graves, e a pessoa necessita de atendimento médico urgente para sobreviver e não apresentar nenhuma complicação permanente.
  • Uma perda prolongada da consciência é mais um fator que torna quase impossível retornar a briga imediatamente após acordar, pois, certamente, tal atitude levará a morte da pessoa.

5. Passageiros sentados bem no centro do assento traseiro do carro

Muitas pessoas quando estão sozinhas e tem de se sentar no banco traseiro do carro, acabam escolhendo sentar-se atrás de um dos assentos dianteiros. Contudo, um telespectador pode se distrair facilmente e não perceber quem está falando com o personagem que está dirigindo em um filme, por isso, nos cinemas, o personagem que se senta no banco de trás do carro sempre escolhe o lugar do meio.

6. “Cobre meu turno, por favor”

Um dos truques favoritos dos roteiristas — quando o protagonista, do nada, fala para um colega “Cobre meu turno, por favor”, e abandona o trabalho bem no meio do expediente para resolver problemas pessoais. Contudo, na maioria das vezes, o trabalho do personagem é um daqueles que, na vida real, é muito difícil de trocar o turno em cima da hora. Afinal, um garçom, por exemplo, serve um número definido de mesas — e servir o dobro seria comprometer a boa qualidade do serviço. Assim, na nossa realidade, certamente a busca por um novo emprego seria mais um dos problemas na lista do personagem que tentasse sair no meio do expediente.

7. Todo mundo tem talento musical

Para qualquer adolescente nos filmes, é necessário apenas tocar violão depois da escola por alguns meses — e ele começará a tocar como um profissional. Não existem falhas ou notas erradas, todo mundo canta impecavelmente e não vê nenhuma dificuldade em se apresentar em dueto após apenas 2 ou 3 ensaios.

Mas qualquer pessoa que já frequentou uma escola de música na vida real, ou pelo menos canta no chuveiro de vez em quando, sabe que isso não é verdade. A voz precisa ser treinada, e esse é um processo demorado que requer um trabalho sério, assim como tocar instrumentos musicais.

8. Iluminação dentro do traje espacial

Os telespectadores precisam ver e saber quem está dentro do traje espacial. Mas, na vida real, o astronauta precisa, na verdade, olhar para fora — em outras palavras, uma luz projetada diretamente em seu rosto apenas o atrapalharia. É o mesmo que ocorre quando é noite e desligamos a luz do quarto para podermos observar melhor a rua, pois assim os olhos se adaptam melhor ao escuro do ambiente.

9. Rastreamento de chamadas

Sabe quando a polícia acompanha atentamente os passos do protagonista, que tenta com todas as suas forças enganar e entreter o vilão apenas para ganhar tempo? Isso é necessário para que eles possam rastrear as chamadas e poder, no fim, capturar o vilão.

No entanto, já há muito tempo a polícia consegue rastrear qualquer chamada quase que automaticamente — basta que a outra pessoa atenda o telefone. E isso é válido tanto para celulares como para os modelos mais antigos de telefone, inclusive os públicos.

10. Um adulto pode ser facilmente levantado pelo pescoço com uma mão

De fato, é algo que aparenta ser bastante impressionante nas telonas, e isso é indiscutível. Mas o peso de uma pessoa adulta, geralmente, é muito elevado para que seja possível levantá-la usando apenas uma mão. E mesmo que um superpoder permita que isso seja possível, não tem como segurar uma pessoa nessa posição, pois o pescoço se quebraria com o peso do corpo.

11. É possível ficar pendurado pelos dedos por um longo tempo

Isso é impossível por uma razão simples: os dedos não conseguem suportar o peso de uma pessoa, e por isso se cansam rapidamente, fazendo com que ela acabe soltando e caindo. Ainda mais se a pessoa estiver se segurando apenas com uma das mãos ou, no pior dos casos, sustentando outro indivíduo com a mão livre.

12. Forjar espadas com facilidade

Nas telonas, basta apenas derreter o metal, despejá-lo em uma fôrma de pedra, mergulhá-lo na água e depois martelá-lo várias vezes com um martelo. E temos uma espada capaz de cortar qualquer armadura. Geralmente é mostrado o alumínio derretido nessas cenas, uma vez que ele é capaz de gerar esse tom laranja espetacular e tem um ponto de fusão relativamente baixo. Uma lâmina real, capaz de suportar toda a pressão de uma batalha, não é feita em uma fôrma, mas forjada a partir de uma barra de metal previamente moldada.

13. Manter o dedo no gatilho de uma arma o tempo todo sem causar nenhum acidente

Isso é muito perigoso. Uma das primeiras regras ensinadas aos estudantes de tiro é a de nunca deixar o dedo no gatilho da arma, apenas quando o atirador tiver realmente a intenção de pressioná-lo. E ainda assim o fazer na hora, e não enquanto pondera a situação. No entanto, a maioria dos personagens das telonas que cometem esse erro são considerados especialistas na arte do tiro...

14. Visão aguçada usando binóculo

Qualquer um que já tenha usado um binóculo pelo menos uma vez na vida sabe que ele não consegue ampliar infinitamente o campo de visão de uma pessoa.

15. Ninjas vestidos de preto

A vestimenta preta comumente associada aos ninjas foi inventada nos teatros de bonecos.

Os ninjas da vida real preferiam roupas comuns que os permitissem se camuflar no meio da multidão. Já para missões e ocasiões especiais, eles se vestiam usando roupas de tons marrom-avermelhado, cinza, marrom-amarelado ou cinza escuro, pois permitiam melhor disfarce no escuro.

16. Todos os protagonistas são altos

Tom Cruise tem uma altura de 1,70 m, assim como os atores James McAvoy e Al Pacino. Daniel Radcliffe também não é alto — tem 1,65 m. Hollywood consegue camuflar tão bem a altura dos atores, que Robert Downey Jr., que mede 9 cm a menos do que Chris Evans e 14 cm a menos do que Chris Hemsworth, parece ter a mesma altura que eles quando estão contracenando juntos.

Você conhece alguma outra mentirinha das telonas? Conte para a gente na seção de comentários.