Incrível

12 Fatos sobre famosos que provam que são bons demais para serem reais

41--
15k

Às vezes, basta ser uma celebridade para ganhar o amor e a admiração do público. Mas alguns famosos são dignos de um prêmio especial não apenas pelo seu talento extraordinário, mas também por seus gestos. Hoje você vai conhecer melhor a história deles.

A equipe do Incrível.club ficou impressionada com o gesto generoso de George Clooney e com uma mentirinha que Helen Mirren inventou por uma ótima causa. Quem ela enganou e por quê? Acompanhe!

George Clooney deu um presente luxuoso para cada um de seus 14 amigos

George Clooney (à direita) e seu amigo Rande Gerber

George Clooney enfrentou vários obstáculos no início da carreira, mas sempre pôde contar com os amigos. O ator inclusive chegou a passar algumas noites na casa de alguns deles, mas depois provou que sabe ser um amigo grato e fiel.

Certa vez, George convidou 14 amigos para jantar. Quando todos se reuniram, ele deu uma maleta preta para cada um. Dentro delas, os convidados encontraram US$ 1 milhão em notas de 20 dólares. O ator já tinha pagado impostos com antecedência, para que os amigos recebessem o valor “cheio”. Vale destacar que alguns amigos de Clooney (como Rande Gerber, que contou essa história) têm uma vida financeira bem-sucedida. Mas para um deles, o presente veio a calhar: para sustentar sua família, um dos homens trabalhava no aeroporto e andava de bicicleta, abrindo mão do carro.

Miley Cyrus apareceu no MTV Video Music Awards com um sem-teto

Em 2014, Miley Cyrus levou um morador de rua chamado Jesse Helt para a cerimônia do MTV Video Music Awards. A cantora emprestou o palco para que o homem recebesse o prêmio de Videoclipe do Ano em nome dela e depois fizesse um discurso sobre o cotidiano dos sem-teto. Com esse gesto, Miley Cyrus quis chamar a atenção do público para os problemas dos desabrigados. Helt, de 22 anos, tinha se mudado para Los Angeles em busca de sucesso e vida independente, mas fracassou e passou a morar na rua. Após a premiação, Cyrus pagou a passagem do homem para casa, para que ele conseguisse se encontrar com sua família e começar uma nova vida.

Para ajudar seu irmão gêmeo, Ashton Kutcher se matriculou na Faculdade de Engenharia Bioquímica

Ashton Kutcher tem um irmão gêmeo chamado Michael. Quando eles tinham 13 anos, esse irmão passou por um transplante de coração. Para Ashton, o problema de saúde foi um choque. O ator garante que estava pronto para doar o próprio coração para salvar o irmão. Durante todo o procedimento, Ashton não deixou Michael por um minuto sequer e, depois, sempre o protegeu de humilhações por outras crianças.

Depois de cinco anos, Ashton entrou na Universidade de Iowa, na Faculdade de Engenharia Bioquímica, para encontrar uma cura para a doença de Michael. E, embora o ator não tenha concluído o curso, os irmãos continuam mantendo contato.

Rihanna e o príncipe Harry fizeram teste de HIV

Para destacar a importância da prevenção contra o vírus HIV e convencer as pessoas de que não há nada de vergonhoso em fazer um teste de HIV, o príncipe Harry aceitou se submeter ao exame. Os resultados não demoraram a aparecer: o vídeo sobre o assunto publicado no Facebook teve dois milhões de visualizações, enquanto as vendas de testes de autodiagnóstico de HIV aumentaram cinco vezes no Reino Unido. Para completar, no Dia Mundial de Luta Contra a Aids, Rihanna também apoiou a ação.

Hugh Jackman defendeu um menino com acondroplasia, que sofreu bullying na escola

Quaden Bayles, de 9 anos, sofre de uma doença congênita chamada acondroplasia, e após mais uma das várias humilhações que já sofreu na escola por seu nanismo, cogitou partir deste mundo. Desesperada, a mãe da criança postou um vídeo em que o menino aparece berrando e pedindo uma faca para tirar a própria vida. Respondendo à publicação, Hugh Jackman disse que o garoto ganhou um amigo e que poderia contar com ele independentemente das circunstâncias, bem como incentivou as pessoas a serem mais gentis umas com as outras.

Outra linda resposta veio de um movimento formado por várias pessoas, entre elas o comediante Brad Williams, que sofre de nanismo. A ação conseguiu arrecadar quase R$ 1,2 milhão e esse dinheiro será usado para financiar uma viagem à Disneylândia para Quaden, sua mãe e outras crianças que sofreram o mesmo tipo de humilhação.

A rainha Elizabeth II participou do casamento de um casal de cabeleireiros

Este casal de proprietários de salões de beleza em Manchester decidiu se casar no Palácio de Buckingham e depois descobriu que a rainha Elizabeth II iria almoçar na sua residência no dia da cerimônia. John Canning escreveu uma carta convidando a monarca para o seu casamento, mas sem esperança de uma resposta afirmativa. O convite foi recusado.

No entanto, os Canning ficaram surpresos e felizes com a aparição da rainha no final da cerimônia. Ela desejou felicidade aos noivos e até posou para uma foto. Segundo o casal, esse foi o melhor presente de casamento que eles poderiam receber.

Johnny Depp sabe ser grato

Johnny Depp e sua filha, Lily-Rose

Em 2007, a filha de Johnny Depp, Lily-Rose, foi internada no hospital em decorrência de uma intoxicação alimentar, que acabou gerando uma insuficiência renal. Ela ficou no Great Ormond Street Hospital por nove dias. A garota estava à beira da morte, mas a equipe do hospital conseguiu salvá-la. Expressando sua gratidão, o ator doou quase R$ 6 milhões para o hospital e, em seguida, visitou o estabelecimento. Vestido de Jack Sparrow, ele passou quatro horas contando várias histórias aos pequenos pacientes.

Dois anos depois, em outra demonstração de generosidade, Depp ficou em um restaurante até quase 3h da madrugada e depois deixou uma gorjeta equivalente a R$ 18,5 mil para compensar as horas extras que o garçom havia passado no trabalho.

Natalie Portman poderia ter se tornado uma grande cientista

Além de ser uma atriz talentosa, Natalie Portman é uma mulher muito inteligente. Além do inglês, ela fala hebraico, francês, japonês, alemão e espanhol. Natalie é formada em Harvard, onde estudou Psicologia e Neuropsicologia, além de publicar dois trabalhos científicos em colaboração com outros cientistas. Um deles foi dedicado à obtenção de hidrogênio a partir de açúcar, e o outro, à área da Neurologia. De acordo com a própria atriz, ela tem mais orgulho do seu intelecto do que de suas conquistas artísticas.

Gerard Butler salvou um menino que estava se afogando em um rio

A história aconteceu em 1997, quando Gerard Butler saiu das gravações do filme Sua Majestade, Mrs. Brown e foi fazer um piquenique com sua mãe. Chegando ao local, ele notou um adolescente de 14 anos se afogando no rio. Sem pensar duas vezes, o ator pulou na água para salvar o garoto. Butler foi arrastado pelas ondas, se machucou, mas mesmo assim voltou à margem com o menino. Em seguida, um turista que estava por perto fez respiração artificial para o adolescente. Pela coragem, o ator até recebeu um prêmio da instituição de caridade britânica The Royal Humane Society.

Dexter Holland é doutor em Biologia Molecular

Dexter Holland, vocalista e guitarrista do Offspring, é exatamente o oposto da imagem que muita gente faz de um roqueiro punk. Ele odeia cheiro de cigarro, não costuma beber muito e não é viciado em substâncias ilegais, além de não achar que tatuagens são algo que mereça muita atenção. Dexter também é um homem muito inteligente: na escola, ele era o melhor aluno de Matemática e, em 2017, defendeu sua tese de doutorado em Biologia Molecular na Universidade do Sul da Califórnia.

Patrick Dempsey resgatou um adolescente de um acidente de carro

Certa vez, um adolescente perdeu o controle da direção e capotou o carro três vezes. Patrick abriu a porta do carro com um pé de cabra, usou o extintor de incêndio e cuidadosamente retirou a vítima do carro, levando-a para um lugar seguro. Graças aos treinamentos de primeiros socorros que recebeu durante as filmagens de Grey’s Anatomy, o ator fez tudo com tanto profissionalismo que a mãe do adolescente pensou que ele era um paramédico. O ator só foi embora depois da chegada do helicóptero que levou o menino ao hospital.

Helen Mirren realizou o último desejo de um menino com câncer

O último desejo de Oliver Burton, de 10 anos, que sofria de câncer terminal, era visitar o Palácio de Buckingham e tomar uma xícara de chá com a rainha. No entanto, devido à agenda cheia de Elizabeth II, realizar o desejo de Oliver era quase impossível.

A atriz Helen Mirren ficou sabendo do desejo do menino e convidou Oliver e a família dele para verem a peça de teatro The Audience, em que brilhava no papel de rainha. Depois, ela chamou o garoto para os bastidores, onde eles tomaram chá com doces, servidos por atores vestidos como serviçais.

No final, a “rainha” nomeou Oliver cavaleiro. A atuação de Helen foi tão convincente que o garotinho nem suspeitou que se tratava de uma atriz.

Quais famosos tocaram o seu coração com seus talentos, habilidades e altruísmo? Você conhece outros fatos interessantes sobre celebridades? Compartilhe-os com a gente.

41--
15k