Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

12 famosos que surpreendem pelos atos de generosidade

Neste post, o Incrível.club mostra 12 exemplos de famosos super generosos.

Cesária Évora

"A diva dos pés descalços" (assim chamavam Cesária por causa de seu costume de aparecer descalça no palco) de Cabo Verde é um grande exemplo de como uma pessoa pode fazer muitas coisas para milhares de outras. A cantora financiou por conta própria o sistema de educação primária no país, parte do ensino secundário e superior, bem como metade do sistema nacional de saúde. Graças a ela, milhares de seus compatriotas aprenderam a ler e a escrever e receberam ajuda médica.

Keanu Reeves

Keanu doou milhões de dólares para combater a leucemia, para as fundações de proteção de crianças e para organizações de proteção animal. Além disso, o ator compartilhou seus honorários pela segunda e terceira parte de 'Matrix' com os funcionários responsáveis ​​pelos figurinos e efeitos especiais. Keanu achava que era justo e sem remorso gastou 75 milhões de dólares nesta causa. De acordo com funcionários do estúdio, onde foi gravado 'Matrix', o ator era o único do elenco inteiro que cumprimentava cada empregado e lhe perguntava o nome. Para um deles deu 20 mil dólares como bônus de Natal, apenas porque soube que ele estava passando por uma situação difícil.

Zach Galifianakis

Quando Zach estava apenas começando sua carreira como ator, conheceu em uma lavanderia uma mulher chamada Mimi Haist. Ela vivia ali mesmo, porque tinha ficado sem casa, quando deixou o marido infiel. Zach e Mimi se tornaram amigos e, quando o ator se tornou bem-sucedido, alugou um apartamento para Mimi e começou a pagar o seu aluguel e outras contas. Outra amiga de Zach, Renée Zellweger, visita Mimi trazendo-lhe comida e o ator a leva às estreias de seus filmes. Com isso foi gravado um filme sobre a vida de Mimi, que estreou em 2016.

George Michael

O cantor doou milhões de dólares para causas de caridade, organizava concertos gratuitos e ajudava pessoas que estavam passando por situações difíceis, mas sempre procurou fazê-lo anonimamente. É por isso que a maioria de seus atos de bondade ficou conhecido apenas após sua morte. De acordo com testemunhas, George pagava dívidas de estranhos. Por exemplo, quando viu uma mulher chorando num café, assinou um cheque de 25 mil libras e pediu para ser dado a ela só depois que ele deixasse o local. Em outra ocasião, pagou créditos educacionais de uma funcionária de um bar. Para outra mulher deu 15 mil libras para o procedimento de fertilização in vitro e ela finalmente pode ser mãe.

Paul Walker

Assim como George Michael, Paul Walker não fazia caridade em público. Somente após a trágica morte do ator em 2013 soubemos de seu gesto de generosidade. Um ex-funcionário de uma loja de joias contou que Paul viu um jovem casal escolhendo um anel de noivado. No final, os noivos saíram sem levar nada, simplesmente porque não tinham dinheiro para comprá-lo. O ator pagou ao casal um anel de 9.000 dólares do qual tinham gostado, e pediu para os funcionários da loja entregarem anonimamente.

José Mujica

O ex presidente do Uruguai é famoso como 'o presidente mais pobre'. E não porque tivesse um salário baixo, ainda que, na verdade, comparando com outros chefes de Estado, ele 'só' ganhava12.500 dólares mensais. A questão é que Pepe doava a maior parte de seus ganhos aos necessitados. Ele vivia e continua a viver e em uma casa rural, conduz um Fusca velho, buscava cuidado médico no mesmo hospital que seus compatriotas e até mesmo entrava na fila como todos. Sua esposa Lucía Topolansky também doa uma parte de seus ganhos para ajudar os pobres.

Ellen DeGeneres

E este é um exemplo de como atos de bondade sempre têm a sua recompensa (embora não sejam feitos para isso). A americana Sarah Hoidahl, de 22 anos, pagou uma conta de duas militares. Talvez, o valor possa parecer insignificante: 28 dólares. Mas tanto para as duas militares como para Sarah, que cria seu filho sozinha, esse valor representa muito. Aliás, nesse dia nem ao menos conseguiu completar o dinheiro para colocar gasolina em seu carro velho. No final do turno, Sarah conseguiu apenas 8 dólares. Então, a apresentadora de TV Ellen DeGeneres soube deste ato de generosidade da garota e a convidou para seu show, no qual doou a ela 10 mil dólares, uma televisão (Ellen soube que a televisão velha de Sarah estava quebrada) e, depois, um carro novo.

Manny Pacquiao

O lutador filipino Manny Pacquiao nasceu em uma família pobre de muitos filhos. Para ganhar a vida, teve de deixar a escola ainda muito novo para vender rosquinhas na rua. Ao mesmo tempo, conseguia treinar e, graças à sua perseverança e força de vontade, tornou-se um boxeador mundialmente famoso. Ao sair da pobreza, Pacquiao decidiu ajudar seus antigos vizinhos e começou a construir casas para eles. Agora já são milhares de casas que formam uma aldeia inteira chamada 'PacMan Village' (PacMan é o apelido do boxeador). Além das casas, nesta aldeia há uma quadra de esportes, um parque infantil e um centro multifuncional.

Charles 'Chuck' Feeney

O fundador da Duty Free Shoppers Group (empresa pioneira na atividade de free shop) é o campeão entre os filantropos. É chamado de 'o bilionário sem milhões' porque, basicamente, usou toda a sua fortuna (mais de 6 bilhões de dólares) com caridade em países como a Irlanda, o Vietnã, os EUA, a Austrália e África do Sul. Feeney tem 86 anos e continua trabalhando no seu plano de gastar em 2020 todo o seu dinheiro no desenvolvimento de sistemas de educação, saneamento e na proteção dos direitos civis.

J. K. Rowling

'A mãe de Harry Potter' doou tanto dinheiro para a caridade que, de bilionária se tornou milionária. Foram 160 milhões de dólares, o que correspondia a 16% de sua fortuna. Joanne sabe bem o que significa ser pobre, porque, quando escreveu seu primeiro livro (que foi rejeitado muitas vezes por diferentes editores), teve de viver de subsídio social - ajuda do governo. Rowling escreveu vários livros justamente para doar os lucros recebidos nas vendas (cerca de 30 milhões de dólares) para diferentes fundações. Além disso, ela também tem a sua própria fundação de caridade, a Lumos.

Elvis Presley

O rei do rock'n'roll adorava carros e os comprava o tempo todo, mas não só para ele. Um dia, quando foi a um salão para comprar um veículo novo, viu como uma mulher admirava um Cadillac de luxo. O cantor perguntou se ela tinha gostado do carro e, ao receber uma resposta positiva, imediatamente o comprou e deu de presente à desconhecida. Esta notícia foi anunciada no rádio e o apresentador do programa, brincando, disse que também gostaria de receber um presente igual. Dito e feito: Elvis estava ouvindo o programa naquele exato minuto e não só deu o carro para o apresentador, como telefonou para perguntar de qual cor ele preferia. Dizem que, ao longo de sua vida, Elvis deu de presente mais de 100 Cadillacs, Lincolns, Mercedes e outros carros.

Nicki Minaj

Este é outro exemplo de que não se deve julgar um livro pela capa. A imagem frívola da cantora de rap não significa que não seja uma pessoa capaz de ser generosa e Nicki provou recentemente isso a todos. Ela se propôs a pagar os créditos educativos de seus fãs do mundo todo, o que significam milhares de dólares. Nicki somente pediu a comprovação de que eles têm boas notas e de que o dinheiro será gasto com os estudos ou para a compra livros, não em outra coisa.