12+ Famosos que desenvolveram novas habilidades para se dedicarem a seus personagens no cinema

Sem dúvida, a boa atuação é uma peça determinante de um filme bom ou ruim. É através dela que uma história é contada, que as emoções são transmitidas através das telas ou mesmo que a mensagem do longa-metragem é recebida. É através da boa interpretação que o ator ou a atriz faz o público esquecer de tudo ao redor e transforma a realidade em outra completamente diferente. Por isso, as estrelas de Hollywood são reconhecidas por seu trabalho único e sua dedicação. Afinal, aprender a segurar o fôlego por cinco minutos, fazer um treinamento militar e desenvolver habilidades para andar na corda bamba não é para todos.

Por isso, nós, do Incrível.club, selecionamos algumas competências que os famosos desenvolveram para interpretar seus papéis o melhor possível e nos encantar nas telinhas. Confira!

1. Chadwick Boseman aprendeu a tocar trompete (do zero)

A Voz Suprema do Blues estreou na Netflix em 2020 com uma narrativa sobre a apropriação do Jazz nos anos 20 e várias performances musicais icônicas do gênero musical. No filme, Chadwick Boseman interpretou Levee, um personagem que domina o trompete. Para Boseman deixar sua atuação mais realista, ele aprendeu a tocar o instrumento do zero. O ator se dedicou ao aprendizado treinando no set após as cenas e quando o elenco se retirava para o hotel. Afinal, não foi à toa que o famoso serviu de inspiração para o resto da equipe. É admiração que fala, né?

2. Jennifer Lawrence aprendeu arco e fecha e a cortar madeira

Em Jogos Vorazes, Jennifer Lawrence interpreta Katniss Everdeen, uma personagem que se oferece voluntariamente para ocupar o lugar de sua irmã nos Jogos Vorazes, uma competição em que jovens são escolhidos de forma aleatória para brigar. Pensando em dar muito mais credibilidade à sua atuação, Lawrence realizou treinamentos rigorosos que envolviam corrida, ioga e, principalmente, arco e flecha.

Já no filme Inverno da Alma, Lawrence interpreta Ree Dolly, uma jovem da montanha Ozark que atravessa um terreno perigoso para perseguir seu pai, na esperança de manter sua família unida. Para o longa-metragem, a atriz precisou aprender a cortar madeira como uma verdadeira lenhadora.

3. Margot Robbie aprendeu a segurar o fôlego por 5 minutos e a patinar no gelo

Em Esquadrão Suicida, Margot Robbie interpreta a icônica Arlequina, uma supervilã recrutada com outros grandes vilões, por uma agência secreta dos Estados Unidos, para salvar o mundo do apocalipse. Para o longa, a atriz aprendeu a segurar a respiração por cinco minutos, mesmo que a tomada só exigisse que ela o fizesse por 60 segundos.

Já no filme Eu, Tonya, Margot viveu Tonya Harding — papel que lhe rendeu uma indicação ao Oscar -, a notória patinadora artística americana que nos anos 90 foi banida permanentemente da modalidade esportiva após se envolver em uma conspiração e agressão contra uma colega competidora. Para o longa-metragem, a famosa não só aprendeu a patinar no gelo, como enfrentou a dificuldade do esporte e até admitiu ter subestimado a modalidade.

4. Jesse Eisenberg aprendeu truques de mágica

No longa-metragem Truque de Mestre, Jesse Eisenberg interpreta J. Daniel Atlas, um mágico integrante de um grupo de ilusionistas que rouba bancos durante seus shows, dão o dinheiro ao público e entram em um verdadeiro conflito com a Interpol. Para o papel, Eisenberg desenvolveu suas habilidades de mágica, mas garante que não aprendeu o suficiente para realizar um assalto. “Agora posso fazer truques com cartas e moedas”, afirmou o famoso.

5. Joseph Gordon-Levitt aprendeu a andar na corda bamba

Em A Travessia, Joseph Gordon-Levitt vive Philippe Petit, um equilibrista que recruta uma equipe para tornar seu sonho realidade: caminhar na imensidão entre as torres do World Trade Center, em Nova York, em 1974. Para isso, o fato de Joseph não ter medo de altura e ter praticado ginástica na infância veio a calhar, já que para o filme o ator aprendeu a andar sobre um cabo de aço.

6. Demi Moore precisou fazer um verdadeiro treinamento militar

Para se transformar na Tenente Jordan O’Neil, em Até o Limite da Honra, Demi Moore precisou realizar um treinamento militar da Marinha, combinado com muita força, artes marciais e exercícios aeróbicos. Para isso, Demi contou com a ajuda de dois treinadores e iniciava seus treinos às 4h00 da manhã para que seus exercícios terminassem antes das filmagens. Essa foi de tirar o fôlego!

7. Tom Cruise aprendeu a pilotar helicópteros

Missão Impossível: Efeito Fallout, mais um longa-metragem da sequência famosa, narra a história de Ethan Hunt, interpretado por Tom Cruise, ao lado de aliados que correm contra o tempo depois de uma missão ter dado errado. Para esse trabalho, Cruise, aprendeu a pilotar helicópteros e realizou tomadas perigosas entre florestas e cachoeiras. E tudo sem dublê, viu? Isso é que é entrar no personagem!

9. Adrien Brody aprendeu a tocar piano

O Pianista, filme do aclamado diretor Roman Polanski, conta a história de um músico judeu, interpretado por Adrien Brody, que luta para sobreviver em meio a destruição de Varsóvia, Polônia, durante a Segunda Guerra Mundial. Para atuar com perfeição, Brody não só aprendeu a tocar piano como um profissional, como praticou o instrumento horas por dia e até chegou a tocar passagens específicas de Chopin.

10. Ryan Gosling também desenvolveu habilidades no piano e Emma Stone aprendeu a cantar, dançar e sapatear para La La Land

La La Land: Cantando Estações, filme prestigiado que ganhou nada mais nada menos que seis estatuetas no Oscar de 2017, é um romance nada tradicional entre um pianista (Ryan Gosling) e uma atriz frustrada (Emma Stone) que lutam para terem juntos o melhor futuro. Para entrar no papel, Gosling ensaiou durante três meses, cinco dias por semana e duas horas por dia. Isso quer dizer que o ator realmente tocou piano em todas as cenas do filme, dispensando o dublê.

Emma também se preparou por três, pois precisou aprender a cantar, dançar e sapatear para o longa-metragem. Incrível, né?

11. Emily Blunt, John Krasinski e Noah Jupe aprenderam linguagem de sinais em Um Lugar Silencioso

Para dar um toque ainda mais realista e abraçar a diversidade de forma verdadeira, Emily Blunt, John Krasinski e Noah Jupe aprenderam linguagem de sinais para o filme Um Lugar Silencioso, já que 95% do longa-metragem é composto de silêncio. Como uma das atrizes, Millicent Simmonds, é realmente surda, ela serviu de inspiração para os demais atores.

Krasinski afirmou que o fato de Simmonds ser surda o ajudou a tornar o filme mais real, porque ela era um “guia de como é experimentar o mundo sem ouvi-lo”.

12. Timothée Chalamet aprendeu a falar italiano fluentemente

Em Me Chame Pelo Seu Nome, Timothée Chalamet interpreta Elio, um jovem americano com descendência italiana e francesa e que, aparentemente, está apenas passando mais um verão preguiçoso na casa de seus pais, na Itália. No entanto, tudo muda com a chegada, dos Estados Unidos, do belo acadêmico Oliver (Armie Hammer) para ajudar o pai de Elio em uma pesquisa.

Um mês e meio antes das filmagens, Thimothée viajou para a Itália para poder aprender a língua e entrar no personagem. “Aprender italiano foi difícil. Tentei realmente chegar a uma perspectiva purista, aprender realmente a gramática, a sintaxe e as conjugações. E estou orgulhoso do progresso que fiz com o idioma no filme”, disse o ator.

Qual das habilidades desenvolvidas mais te surpreendeu? Assim como os artistas, você também já precisou aprender algo fora da caixinha para exercer sua profissão? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar este artigo