Incrível
Incrível

11 Pares de atores que se odeiam mas tiveram que trabalhar juntos

Amor e amizade na tela não significam sua presença na vida real. No entanto, alguns atores são tão talentosos que sabem dominar a animosidade. Ao mesmo tempo, fora do set, eles tentam evitar ver seus companheiros de trama. Acontece que muitos artistas têm uma relação bastante complicada.

No Incrível.club amamos filmes, e estamos sempre interessados no que acontece nos bastidores de produções famosas. Desta vez, preparamos uma seleção de atores que não se suportavam na vida real, mas foram forçados a atuar juntos. E às vezes até tiveram que interpretar amor e paixão na tela.

1. Sarah Jessica Parker e Kim Cattrall

O elenco da série Sex and the City não mudou ao longo dos 6 anos de sua existência, mas durante este tempo houve muitos conflitos entre as protagonistas. O pior foi o desenvolvimento da relação de Parker e Cattrall, em grande parte devido aos altas cachês que Parker recebeu por desempenhar o papel do personagem mais popular da trama: Carrie Bradshaw.

2. Bill Murray e Lucy Liu

O trabalho conjunto de Murray e Liu no set de “As Panteras” não ia bem desde o início. Murray não estava satisfeito com as habilidades de atuação de sua colega: ele interferiu nas cenas, aconselhando como ela deveria atuar. Devido aos desentendimentos, as gravações foram suspensas várias vezes para que os atores pudessem se acalmar, superar a hostilidade e retomar o trabalho.

3. Lars von Trier e Björk

Conflitos podem surgir não apenas entre atores, mas também entre atores e diretores. Foi o que aconteceu entre Lars von Trier e a cantora Björk no set do filme Dançando no Escuro. No final do trabalho, Björk até parou de cumprimentar o diretor e depois o acusou de assédio sexual. Von Trier, por sua vez, reclamou que a atriz foi pouco formal e não era pontual, dizendo que ela se permitiu desaparecer do set por vários dias.

4. Teri Hatcher e Marcia Cross

A relação das “esposas desesperadas” na vida real não era tão atraente quanto parecia em
Desperate Housewives. Teri Hatcher quase imediatamente formou relações tensas com todo o elenco de protagonistas, mas a maioria dos conflitos surgiu com Marcia Cross. No entanto, os desentendimentos não impediram que as atrizes se apresentassem juntas e com sucesso durante as 8 temporadas da série.

5. Alyssa Milano e Shannen Doherty

A série Jovens Bruxas nos anos 2000 foi um sucesso, as protagonistas estavam no auge de sua popularidade. Mas mesmo a fama não impediu Shannen Doherty de abandonar o projeto. No final da terceira temporada, a relação entre ela e Milano chegou ao limite. Além disso, a atriz estava insatisfeita com o desenvolvimento do enredo. Como resultado, ela foi demitida e substituída por
Rose McGowan.

6. Robert Downey Jr. e Terrence Howard

Antes das filmagens, os atores eram amigos, mas no final deste trabalho eles praticamente pararam de se falar. Além disso, após o lançamento da primeira parte de Homem de Ferro, Howard foi demitido, apesar de ter que aparecer nos filmes da sequência. Ele culpou Downey Jr. por isso, que exigiu um aumento em seus honorários: o estúdio aceitou suas condições à custa de outros atores, dispensando parte do elenco.

7. Ryan Reynolds e Wesley Snipes

A filmagem da terceira parte do filme Blade, o Caçador de Vampiros foi uma das mais complicadas. Wesley Snipes se recusou a falar com seus colegas, manteve a comunicação com o diretor através de anotações e apareceu apenas para filmar os close-ups. O pior de tudo foi o relacionamento do ator com Ryan Reynolds. No final, o diretor chegou a separar os dias de filmagem dos atores para evitar uma briga.

8. Tommy Lee Jones e Jim Carrey

A relação desses atores também não evoluiu da melhor maneira. O problema não foi um conflito isolado, mas uma hostilidade geral. De acordo com as palavras de Carrey, Lee Jones simplesmente não gostou de sua imagem teatral cômica. Os atores apenas fizeram o trabalho conjunto no filme e tentaram não se encontrar no set.

9. David Duchovny e Gillian Anderson

Arquivo X permaneceu nas telas por tanto tempo que a relação dos principais atores mudou radicalmente. Duchovny confessou que às vezes não conseguia nem olhar para sua parceira na série, já que eles estavam muito cansados da interação constante. Mas, aparentemente, após o término das filmagens o relacionamento melhorou, caso contrário dificilmente eles teriam concordado em atuar na sequência da série.

10. Jerome Flynn e Lena Headey

Os espectadores atentos notaram que, durante todas as temporadas de Game of Thrones, esses atores nunca apareceram juntos na mesma cena. A razão para isso está em uma briga antiga. Headey e Flynn não apenas não se falam, como se recusam a permanecer na mesma sala. Portanto, o roteiro da série teve que ser retocado, eliminando todas as cenas conjuntas.

11. Tom Hardy e Shia LaBeouf

Devido ao temperamento impulsivo de ambos os atores, seu relacionamento no set de Os Infratores várias vezes se tornou um conflito. No final, eles chegaram às vias de fato: LaBeouf atacou Hardy. O ator afirmou que seu comportamento foi provocado pelas chacotas de seu colega.

O trabalho dos atores é cheio de decisões difíceis, já que é absurdo rejeitar um bom papel apenas por causa da hostilidade em relação a um colega. Você já teve que esquecer um relacionamento complicado por uma causa comum? Conte pra gente nos comentários.

Incrível/Famosos/11 Pares de atores que se odeiam mas tiveram que trabalhar juntos
Compartilhar este artigo