11 Artistas que recusaram um papel de sucesso e acabaram perdendo a chance de conquistar a fama mundial

John Travolta recusou o papel de Forrest Gump, e Jack Nicholson achou que não deveria interpretar um imigrante da Sicília sem ele mesmo ser um, entregando o famoso personagem de Michael Corleone a Al Pacino. E mesmo tendo feito isso, esses atores ainda conseguiram muitos outros trabalhos que lhes trouxeram sucesso e reconhecimento. Porém nem sempre é o caso: às vezes a recusa de um papel pode atrasar ou até atrapalhar o sonho de deslanchar uma carreira brilhante em Hollywood.

Nós, do Incrível.club, decidimos descobrir quais personagens icônicos já foram recusados por atores e como isso acabou afetando a sua carreira profissional. Confira!

Emily Browning — Bella Swan, saga Crepúsculo

Hoje é difícil imaginar outra pessoa por trás da protagonista da saga Crepúsculo que não Kristen Stewart. No entanto, quem foi originalmente cotada para o papel foi a atriz Emily Browning. Portanto, sim, Bella Swan poderia ter a aparência totalmente diferente caso Emily não tivesse recusado o trabalho. Mais tarde, a atriz contou que não se arrepende da sua decisão, pois os atores que atuaram no filme esperavam um sucesso fenomenal e muita popularidade, e ela não estava pronta na época para uma mudança dessas em sua vida.

O fato é que Emily Browning não conseguiu muita popularidade e papéis de destaque mesmo nos anos que se seguiram, uma vez que a sua filmografia está repleta de atuações em filmes e seriados que não conquistaram muito a atenção do público.

Josh Hartnett — Super-Homem e Batman

Josh Hartnett recusou os papéis de Super-Homem e Batman. O ator, porém, garante que essa foi a decisão correta para ele e, talvez, a única certa. Josh não queria que sua imagem ficasse refém de personagens estereotipados, por isso considerou melhor não aceitar as ofertas.

E apesar de, em 2006, ele ter recebido o papel principal no longa Xeque-Mate, nos dez anos que se seguiram o ator recebeu apenas trabalhos secundários em produções de baixo orçamento. Em 2017, Josh pôde ser visto em O Poder e o Impossível, mas o filme recebeu, em maioria, comentários negativos da crítica. No site do Rotten Tomatoes, a produção tem um índice de aprovação de 22%.

Matthew Broderick — Walter White, Breaking Bad

Os criadores do seriado Breaking Bad esperavam que Matthew Broderick não ignorasse o projeto e aceitasse a oferta de interpretar o protagonista. Contudo, Matthew recusou e os produtores tiveram de procurar outro ator para o seu lugar. E o papel acabou indo para Bryan Cranston, que, a propósito, não deixou a oportunidade passar e deu o seu melhor.

Depois disso, Matthew Broderick estrelou em vários filmes, mas, infelizmente, não lhe trouxeram muito sucesso. Atualmente, o ator pode ser mais ouvido do que visto nas telonas: ele está ativamente envolvido na dublagem de filmes de animação. Por exemplo, a voz do carismático leão Simba é feita por ele.

Laurence Fishburne — Jules Winnfield, Pulp Fiction: Tempo de Violência

Laurence Fishburne permaneceu associado ao personagem de Morpheus da trilogia Matrix por muitos anos após o último filme da franquia, apesar de ter tido todas as chances de evitar essa situação. Quando Quentin Tarantino estava desenvolvendo Pulp Fiction: Tempo de Violência, convidou Laurence para o papel de Jules Winnfield, no entanto o ator recusou a oferta.

O personagem, então, foi para Samuel L. Jackson, que acabou ganhando um prêmio BAFTA na categoria Melhor Ator Coadjuvante por seu trabalho.

Jennifer Love Hewitt — Prue Halliwell, Jovens Bruxas

Quando a atriz Shannen Doherty deixou o projeto no final da terceira temporada de Jovens Bruxas, surgiu uma incerteza em relação ao destino da personagem Prue Halliwell. Foi então que Jennifer Love Hewitt recebeu um convite para assumir o papel. A atriz, contudo, recusou participar do seriado. Assim como Tiffani Thiessen, que também recebeu uma proposta do diretor. No fim, foi decidido que Prue Halliwell seria removida da série.

Nos últimos anos, Jennifer Love Hewitt tem atuado mais em seriados do que em longas-metragens. Dentre seus trabalhos, temos, por exemplo, atuações em Mentes CriminosasNo Calor de Cleveland. Atualmente, podemos ver a atriz estrelando na série 9-1-1.

Ja Rule — Tej Parker, franquia Velozes e Furiosos

O rapper Ja Rule fez uma participação especial como Edwin no primeiro filme da saga Velozes e Furiosos. E para as gravações do segundo longa, + Velozes + Furiosos, o diretor John Singleton aumentou o tempo do personagem em tela e tentou novamente incluir o rapper no elenco, mas Ja Rule recusou. Na verdade, o cantor não respondeu às tentativas de contato da produção e se mostrou desinteressado em continuar no projeto. No fim, ele desistiu de quase meio milhão de dólares em honorários, mas certamente não de suas ambições como ator.

O rapper tentou trabalhar com outros diretores, mas não teve muito êxito em deslanchar a carreira em Hollywood. Por exemplo, os longas em que participou, como No Corredor da MorteO Amor Nunca Morre receberam, respectivamente, as notas 4,6 e 4,9 no ranking do IMDb. Enquanto Ludacris, que assumiu o papel de Tej Parker para substituir o Edwin de Ja Rule, após o mesmo ter abandonado a produção, acabou tão envolvido no projeto que aparece em quase todos os filmes da franquia, inclusive no mais recente — Velozes & Furiosos 9.

Nicolas Cage — Aragorn, trilogia O Senhor dos Anéis

O destemido Aragorn da trilogia O Senhor dos Anéis poderia ter sido interpretado por Nicolas Cage. Contudo, por razões pessoais, o ator recusou a oferta: ele não queria ficar fora de casa por um longo período. E assim o Herdeiro de Isildur acabou sendo interpretado por Viggo Mortensen, que graças a esse papel alcançou a fama mundial.

Atualmente, Nicolas Cage pode ser visto com frequência atuando em dramas e comédias leves, e no plano profissional certamente mudou da qualidade para a quantidade: em um ano, o ator pode chegar a gravar muitos filmes. E mesmo assim, seus papéis frequentemente recebem comentários negativos de internautas e fãs antigos.

Molly Ringwald — Vivian Ward, Uma Linda Mulher

Antes de Julia Roberts ser confirmada para o papel de Vivian Ward no sucesso Uma Linda Mulher, muitas atrizes tinham recusado a oferta para participar do longa, dentre elas Molly Ringwald, Meg Ryan, Michelle Pfeiffer e Valeria Golino. Contudo, mais tarde, Molly Ringwald reconheceu em uma entrevista que se arrependera de sua decisão.

O que não é surpreendente, afinal já nos anos 90 a atriz perdeu grande parte de sua popularidade, passando a aparecer majoritariamente em filmes e seriados de pouco sucesso, enquanto Julia Roberts, após ter dado vida a Vivian, passou a ser reconhecida como uma estrela de Hollywood.

Michael Madsen — Vincent Vega, Pulp Fiction: Tempo de Violência

A lendária dança de Uma Thurman e John Travolta no longa Pulp Fiction: Tempo de Violência poderia ter sido diferente, pois o personagem Vincent Vega poderia ter sido interpretado por Michael Madsen. O ator, no entanto, recusou a oferta alegando já estar ocupado com outro projeto: naquela época, ele estava gravando o filme de faroeste biográfico Wyatt Earp. Essa produção, contudo, acabou não fazendo tanto sucesso quanto o drama policial de Quentin Tarantino, e recebeu cinco indicações ao antiprêmio Framboesa de Ouro, vencendo em duas categorias. Por outro lado, é justo mencionar que o filme foi indicado ao Oscar na categoria Melhor Fotografia.

Michael se lembra de sua recusa à oferta com humor e diz que dificilmente alguém gostaria de vê-lo atuando como Vincent no lugar de John Travolta. O ator, a propósito, atuou em filmes de baixo orçamento por um longo tempo, e nos últimos anos começou até a aparecer em projetos do cinema russo. Além disso, Michael decidiu expandir seus horizontes profissionais e lançou várias coleções de poesia.

Oliver Hudson — Jack Pearson, This Is Us (sem versão para o português)

Oliver Hudson teve todas as chances de ganhar o personagem de Jack Pearson em This Is Us, mas o ator optou por ir em uma pescaria de dez dias em vez de se dedicar às gravações do seriado. Assim, o protagonista foi interpretado por Milo Ventimiglia, que acabou recebendo algumas indicações ao prêmio Emmy por sua atuação.

O trabalho mais conhecido de Oliver ainda é o sitcom As Regras do Amor, no qual ele aparece em sete temporadas.

Claire Danes — Rose DeWitt Bukater, Titanic

A atuação como Rose trouxe para a então Kate Winslet de 22 anos a fama mundial e uma indicação ao Oscar. A atriz instantaneamente tornou-se uma estrela de Hollywood. No entanto, inicialmente, Claire Danes foi convidada para esse papel, mas ela recusou, principalmente por sentir uma certa monotonia entre essa personagem e a história de amor que tinha acabado de interpretar com Leonardo DiCaprio no filme Romeu + Julieta. No mais, a atriz não queria contracenar com DiCaprio novamente em um período de tempo tão curto.

Nos últimos anos, o trabalho mais bem-sucedido de Claire foi no seriado Homeland — Segurança Nacional, que permaneceu no ar por quase dez anos, até abril de 2020. Por outro lado, suas atuações em longas-metragens quase não lhe trouxeram prêmios e comentários entusiasmados da crítica. Além de não terem atraído muito a simpatia do público, como os longas Tão Descolada Quanto Eu Uma Criança como Jake.

Você consegue imaginar outros atores dando vida aos seus personagens favoritos na telona? Quem? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo