Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Séries brasileiras que provavelmente te deixavam “grudado” na televisão

7135
259

A televisão acompanha o dia a dia de milhões de telespectadores. Sobretudo há algumas décadas, quando não havia internet no cotidiano das pessoas. Então, algumas produções televisivas, como os seriados, se tornavam inesquecíveis no coração de milhões de brasileiros e os deixavam “grudados” na televisão — feito que, aliás, conquistam até hoje.

Por conta disso, o Incrível.club te convida a relembrar dez séries brasileiras que brilharam na televisão nos anos 90 e 2000!

A trama se passa no subúrbio do Rio de Janeiro e conta a história do casal Lineu (interpretado por Marco Nanini) e Dona Nenê (vivida por Marieta Severo) com as trapalhadas da família e dos vizinhos. Aliás, a série fez tanto sucesso na Globo que teve quatorze temporadas divertindo os telespectadores.

O seriado é um remake de outra produção com o mesmo título e que também teve imenso êxito na televisão, entre 1972 e 1975. Além disso, A Grande Família recebeu diversos prêmios nacionais e garantiu a indicação de Melhor Ator ao astro Pedro Cardoso, que vivia o personagem Agostinho Carrara, no Prêmio Emmy Internacional.

2. A Diarista (2004-2007)

A produção cômica mostra o cotidiano da diarista Marinete (interpretada por Cláudia Rodrigues) com suas amigas Solineuza (vivida por Dira Paes), Dalila (atuada por Cláudia Mello) e Ipanema (interpretada por Helena Fernandes). A trama mostrava, sobretudo, os trabalhos bem engraçados que a profissional precisava enfrentar para ganhar seu sustento.

A série conquistou tanto êxito que ganhou prêmios, como o Troféu Imprensa de 2004 e Prêmio Arte Qualidade Brasil de 2005. Inclusive, foi transmitida em outros países, como Coréia do Sul, Costa Rica e Estados Unidos, entre outros.

O seriado Carga Pesada relata a história dos caminhoneiros Pedro (interpretado por Antônio Fagundes) e Bino (vivido por Stênio Garcia). A produção retrata de modo realista o dia a dia dos caminhoneiros, que enfrentam todo tipo de problemas e dificuldades, como a constante insegurança nas estradas. Além disso, aborda questões emocionais, sociais e ambientais, que fazem parte dessa classe profissional tão sofrida e querida.

A série é continuação da primeira versão, exibida entre 1979 e 1981, também na Rede Globo. A segunda versão foi interpretada pelos mesmos atores e ambientada 20 anos depois, em uma nova história, repleta de boas atuações e emoções.

4. Sai de Baixo (1996-2002)

A turma da série Sai de Baixo conquistou o Brasil com personagens caricatos e situações bem engraçadas a respeito de uma família peculiar e funcionários do edifício em que vivia.

A história teve, inclusive, mais quatro episódios em 2013 e a produção cinematográfica Sai do Baixo: O Filme em 2019. Também podemos relembrar que a família teve três empregadas ao longo da produção original: inicialmente, Edileuza do Espírito Santo (interpretada por Cláudia Jimenez); depois, Neide Aparecida dos Santos (vivida por Márcia Cabrita) e, por fim, Sirene (atuada por Cláudia Rodrigues).

5. Sandy & Junior (1999-2003)

Com quase 200 episódios, Sandy & Junior contava o dia a dia de um grupo de adolescentes do colégio Centro Educacional Mário de Andrade (CEMA) e se tornou um êxito na televisão pelo talento dos irmãos que dão nome à produção.

Apesar de todo sucesso da dupla, Junior confessou em uma entrevista que jamais gostou de atuar, pois nunca considerou a área uma zona de conforto.

6. Toma Lá, Dá Cá (2007-2009)

Vida de condomínio nunca é fácil, mas pode se tornar especialmente complicada quando duas famílias compartilham, além do hall de entrada, um passado em comum e muitas reviravoltas. A história, nesse caso, mostrava os problemas cotidianos da vizinhança e retratava moradores pra lá de exóticos, como a síndica, Dona Álvara (interpretada por Stella Miranda), e o seu marido, Ladir Miranda (interpretado por Ítalo Rossi).

Uma das curiosidades mais interessantes — e da qual poucos se recordam — é a mudança da atriz da personagem Rita Moreira. Inicialmente, no episódio piloto, era vivida por Débora Bloch, porém, como a estrela estava ocupada com outros trabalhos, quem assumiu foi Marisa Orth.

A produção trata de quatro irmãs adolescentes e de todos os problemas que costumam ocorrer nessa fase, como paixões, gravidez e crises de identidade, entre outros. Com isso, muitas telespectadoras conseguiram se sentir representadas nas personagens.

Aliás, a série brasileira fez tanto sucesso que recebeu uma indicação ao Emmy Internacional de melhor programa infantojuvenil em 1995. Além disso, em 2013 foi lançado um filme baseado no seriado — com o mesmo título.

8. Os Normais (2001-2003)

Vanilce Alencar (interpretada por Fernanda Torres) e Rui Muniz (vivido por Luiz Fernando Guimarães) poderiam ser qualquer casal que conhecemos, como vizinhos e amigos, entre outros. Inclusive, a produção fez questão de passar essa sensação de realidade para permitir que o público se reconhecesse com a trama.

O sucesso foi tanto que foram produzidos dois filmes referentes à produção televisa: Os Normais: O Filme, de 2003, e Os Normais 2: A Noite Mais Maluca de Todas, de 2009. Inclusive, a série ganhou várias premiações, como o Troféu Imprensa e o Troféu Internet de 2002.

O Sítio do Picapau Amarelo foi um dos maiores êxitos literários adaptado à televisão e também fez muito sucesso, tendo centenas de episódios. A trama conta a vida rural de Narizinho (interpretada por Caroline Molinari), Dona Benta (vivida por Suely Franco), Tia Anastácia (atuada por Dhu Moraes) e diversos personagens folclóricos da produção. Inclusive, o seriado teve várias participações especiais, como Cássia Eller, Zeca Pagodinho, Malu Mader, Gilberto Gil e tantos outros.

Além dessa versão citada, a série já havia sido sucesso na televisão brasileira em outras oportunidades. A primeira adaptação foi feita entre 1952 a 1963 pela TV Tupi São Paulo. A segunda, de 1967 a 1969, foi pela Rede Bandeirantes e, depois, houve outra produção, de 1977 a 1986, na Rede Globo. Por fim, a última versão citada foi de 2001 a 2007.

10. Castelo Rá-Tim-Bum (1994-1997)

A produção Castelo Rá-Tim-Bum foi uma grande aposta da TV Cultura. Aliás, uma produção que garantiu imenso sucesso com o público infantojuvenil e teve nove temporadas. Nesse seriado, o telespectador acompanha o mundo mágico de Nino (interpretado por Cássio Scapin) com seus amigos.

Inclusive, tal sucesso garantiu um longa-metragem baseado na história da série: Castelo Rá-Tim-Bum: O Filme, de 1999. E também ganhou uma exposição em 2014, pelo fato de a série ter completado 20 anos.

Entre as séries citadas, quais suas produções preferidas? E quais lembranças te remetem? Continue neste túnel do tempo e conte nos comentários. Também não deixe de dizer quais outros seriados te fascinavam nesse período!

7135
259
Compartilhar este artigo