Incrível
Incrível

10 Bordões de novelas muito lembrados e que são usados até hoje

As novelas são uma das principais expressões da cultura popular brasileira. Já tiveram mais apelo, é verdade, principalmente quando ainda não havia internet ou ela não era tão disseminada quanto hoje. Naqueles tempos, bordões de personagens entraram fortemente na rotina da população.

Incrível.club lembra agora dez destes bordões famosos de personagens, a maioria deles de novelas que fizeram sucesso e você, provavelmente, já repetiu ao menos uma vez.

Tô certo ou tô errado?

Sinhozinho Malta (Lima Duarte), em “Roque Santeiro” (1985).

É justo, é muito justo, é justíssimo

Belarmino (José Wilker), em “Renascer” (1993)

Stop, Salgadinho

Lucineide (Regina Dourado), em “Explode Coração” (1995)

É um must

Scarlet (Luiza Tomé), em “A Indomada” (1997)

Oxente, my god

Altiva (Eva Wilma), em “A Indomada” (1997)

Inch’ Allah

Khadija (Carla Diaz), em “O Clone” (2001)

Não é brinquedo, não

Dona Jura (Solange Couto), em “O Clone” (2001)

Eu sou chique, bem

Márcia (Drica Moraes), em “Chocolate com Pimenta” (2003)

Epa, epa, epa! Muita calma nessa hora!

Juvenal Antena (Antonio Fagundes), em “Duas Caras” (2007)

Não estou disposta

Beatriz (Glória Pires), em “Babilônia” (2015)

Tem algum destes bordões que você usa até hoje? Conte pra gente, deixe seu comentário!

Imagem de capa TV Globo
Incrível/Famosos/10 Bordões de novelas muito lembrados e que são usados até hoje
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos