Incrível

Por que o assento do vaso sanitário de algumas pessoas pode ficar azul

Pode até parecer estranho, mas o assento do vaso sanitário de algumas pessoas pode ficado azulado depois do uso. O assunto tem sido motivo de discussão na internet. Esse “fenômeno” atinge homens e mulheres e, na maioria dos casos, a tonalidade do assento fica entre o azul e o roxo.

Nós, do Incrível.club, encontramos relatos de pessoas que tiveram essa experiência e pesquisamos as teorias que estão por trás dessa curiosa situação.

1. Primeira teoria: a culpa é do seu jeans

Essa é uma teoria bastante simples: a cor simplesmente estaria passando do seu jeans (especialmente se for novo) para o assento de seu vaso.

Jeans azuis podem deixar manchas — especialmente os novos, como acabamos de mencionar. Antes de testarmos outras teorias, devemos excluir essa. Mesmo que você não lembre o que estava vestindo no dia em que “carimbou” o assento, há uma maneira bem simples de checar se a culpa é mesmo das calças: basta tentar limpar o assento. Se houver muita dificuldade de tirar as marcas, provavelmente a culpa não é do jeans.

2. Segunda teoria: o motivo é o nosso suor

Existe uma condição chamada cromidrose que dá aos óleos corporais e ao suor uma tonalidade azul ou cinza. A questão tem a ver com um pigmento existente em nossas células e que tem a função de detectar o tempo celular. É a chamada lipofuscina. Pessoas que sofrem de cromidrose têm uma maior concentração dessa substância, o que dá ao suor e aos óleos corporais essa coloração mais azulada ou acinzentada. Se você sofre dessa condição, provavelmente também notará manchas na pele, nas roupas e nos lençóis.

3. Terceira teoria: bactérias + suor

Existe uma situação bastante rara em que suor e bactérias não patogênicas se misturam e causam a chamada pseudocromidrose. Quando essa reação química acontece, podemos notar uma coloração azulada em áreas como as axilas. A coloração resultante desse processo pode, ainda, tender mais para o vermelho e até mesmo para o preto. Nessas circunstâncias, quando usamos o banheiro, podemos deixar uma mancha no assento. E as marcas, é claro, não ficam só no assento do vaso. Elas podem ser encontradas também em outras superfícies, como banheiras. Alguns antibióticos podem combater as bactérias e curar essa condição. Mas não tente nada sem antes falar com seu médico.

4. Quarta teoria: alterações hormonais

As mudanças hormonais também podem provocar alterações no suor e nos óleos corporais. Não por acaso, a maioria dos casos de “assentos azuis” envolve mulheres grávidas. As alterações nos hormônios que ocorrem durante uma gestação podem interferir bastante nesse processo.

Por fim, vale lembrar que o material com o qual o assento é produzido também é relevante para a eventual mudança de cor.

Se você estiver grávida, tenha em mente que tudo voltará ao normal assim que os hormônios começarem a se equilibrar. Ainda assim, é importante relatar qualquer mudança em seu corpo ao médico que acompanha a gestação. E não se surpreenda se seu médico achar essa situação curiosa ou até engraçada. Só não deixe de consultá-lo.

Em muitos casos, há o risco de a mancha azul ser simplesmente impossível de remover. Se esse for o seu caso e você estiver grávida, espere até o bebê nascer e depois simplesmente troque o assento.

Você já presenciou esse fenômeno? Conhece alguém que teve de lidar com um caso parecido? Compartilhe sua experiência na seção de comentários.

Imagem de capa unknown / imgur