Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

O que significam as estrelas classificativas dos hotéis

--1-
689

É comum que, ao ouvir as palavras mágicas "tudo incluído" e "hotel 5 estrelas", os turistas percam a cabeça e acabem comprando pacotes nos estabelecimentos utilizam essas expressões tão atraentes. Só que frequentemente, a diferença entre um hotel 3 e outro de 5 estrelas está apenas no preço.

O Incrível.club resolveu investigar a fundo o que querem dizer essas estrelas e se vale a pena escolher um hotel apenas com base nelas.

As estrelas são a forma mais conhecida de qualificar hotéis. Este sistema se chama Hotelstars Union e nem todos os países fazem parte dele. Na Europa, são Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Alemanha, Estônia, Hungria, Letônia, Luxemburgo, Malta, Holanda e Suécia.

No Brasil, vale o Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem, do Ministério do Turismo. Por essas regras, um hotel uma estrela tem de se enquadrar em apenas nove exigências, como por exemplo, troca de roupa de cama uma vez por semana. Já para se considerado cinco estrelas, um hotel tem de ser enquadrado em 33 regras de alta sofisticação, como por exemplo: oferecer roupão e chinelo em todos os quartos, ter área de estacionamento com serviço de manobrista e oferecer canais de TV por assinatura em 100% dos quartos.

Já a qualificação pelas regras europeias é mais ou menos a seguinte:

No entanto, nem todos os países utilizam o mesmo sistema. Além das estrelas, alguns hotéis utilizam nomenclaturas como diamantes (EUA e Canadá), coroas (Grã-Bretanha), letras (Grécia) e pontos (Índia). Apesar disso, todos seguem um padrão parecido com o das estrelas.

Mas mesmo os hotéis que contam com avaliação "5 estrelas" não necessariamente possuem o máximo de conforto e qualidade do serviço, dependendo do país onde estão situados.

Na Turquia, há três tipos de hotéis: clubes, hotéis e vilas turísticas.

  • As vilas turísticas podem ser de diferentes níveis. São locais dedicados ao ecoturismo, pois ficam muito próximos à cultura e à natureza.
  • Os clubes são hotéis com área ampla, dotada de todas as comodidades. Possuem no mínimo 3 estrelas. O hóspede escolhe o entretenimento com base no princípio "não se prive de nada". A principal tarefa do estabelecimento é fazer com que os visitantes deixam o lugar com lembranças maravilhosas.
  • Os hotéis podem ter diversas quantidades de estrelas. Mas há um detalhe. Num hotel 5 estrelas, você pode receber um atendimento típico de um 4 ou mesmo 3 estrelas. Tudo porque a qualificação dos hotéis naquele país é regular, e a verificação pode demorar anos. Por isso, muitos hotéis se encarregam de dar suas próprias estrelas.

Se estiver planejando passar férias na Turquia, escolha um hotel de acordo com seu tempo de funcionamento e com os preços. Quanto mais "jovem" for o hotel, melhor. De forma geral, os mais novos cumprem com a qualidade prometida. Aliás, na Turquia há também a classificação dos serviços: o "all inclusive" pode ser muito diferente da "ultra all inclusive". Por isso, é melhor pesquisar com antecedência sobre todas as possibilidades que o hotel oferece. Por exemplo, quando dizer que é "tudo incluído", certifique-se do que é esse "tudo".

Aqui também não existe uma classificação rígida de hotéis. Em muitos casos, os próprios estabelecimentos dão a si mesmos quantas estrelas quiserem. E muitas vezes isso é feito pelas operadoras de turismo, para aumentar o valor do serviço. Muita gente que já visitou o Egito costuma brincar dizendo que "quando te oferecem um hotel 5 estrelas naquele país, diminua duas estrelas. Assim, você saberá o que esperar na realidade".

No Egito, é comum não focar na qualidade, e sim na variedade de serviços. Quanto mais coisas diferentes o hotel oferece, mais estrelas terá. Mas ninguém pode prometer muita qualidade. Logo, ao escolher sua hospedagem, analise com cuidado a variedade dos serviços que eles oferecem.

Embora a Alemanha faça parte do Hotelstars Union, as estrelas são controladas pela organização DEHOGA, e esse controle é bem rígido. Logo, se um hotel promete ser 5 estrelas, pode ter certeza que ele realmente é. Mas há uma diferença.

Na Alemanha, é comum não existir piscinas, nem mesmo nos hotéis de luxo. Sabendo disso, se você fizer questão de uma piscina, confirme se o hotel possui uma antes de fazer sua reserva.

O mais complicado dos sistemas de classificação de hotéis é o italiano. Nem mesmo os nativos conseguem entender quantas estrelas há em seus hotéis. Isso acontece porque cada região controla seu próprio turismo, e o país tem 20 regiões. Cada uma com suas regras, o que faz com que os critérios para determinar quantas estrelas os hotéis devem ter variem muito.

Por exemplo, você pode encontrar hotéis 5 estrelas luxo que, na realidade, são apenas 5 estrelas. Nas regiões de Abruzos, Campânia, Calábria, Ligúria e Sardenha existe um complexo sistema de pontos. Só eles mesmos sabem como fazer para calcular os pontos de cada hotel e em que se baseia o número de estrelas. Frequentemente, a classe do hotel não corresponde às expectativas.

Falando nisso, na Itália é possível comprar estrelas, e elas estão sujeitas a um imposto especial. Logo, pode acontecer de um hotel 2 estrelas se anunciar como se tivesse 4. Antes de visitar a Itália, é preciso descobrir antecipadamente em que região fica o hotel escolhido e quais os padrões para essa localidade.

Há até pouco tempo atrás, na França só existiam hotéis de 4 estrelas. Depois, surgiram os de cinco, mas também há aqueles estabelecimentos "4 luxo", o que equivale ao 5 estrelas. Assim é a classificação dos hotéis na França:

  • 1 estrela — só para dormir. Condições muito simples.
  • 2 estrelas — uma opção econômica, conforto mínimo, os hóspedes têm direito a um café da manhã bem simples.
  • 3 estrelas — mediano. Contam com cafeteria, quartos espaçosos e acesso à Internet.
  • 4 estrelas — situados na região central. Além de ducha, os quartos possuem banheira e secador de cabelo. Muitos resorts desta categoria têm saunas e piscinas.
  • 5 estrelas — hotéis de categoria superior. Este tipo de hotel conta com comida de primeira nos restaurantes, salões de beleza e serviços exclusivos e impecáveis.

Quanto mais estrelas um hotel dos Emirados Árabes Unidos tiver, melhor. Por lá, você pode encontrar hotéis de 6 ou até 7 estrelas, oferecendo serviço digno da realeza. No entanto, as 7 estrelas não representam uma qualificação oficial. Acredita-se que incluir estrelas a mais é apenas uma estratégia de marketing. Mas uma coisa é certa: caso você se hospede num hotel assim, não se decepcionará com o serviço oferecido.

Em países como Tailândia, Singapura e Japão existe um sistema comum de estrelas. Atribuir-se ou não as estrelas é uma decisão tomada por cada hotel. De forma geral, a qualidade desses estabelecimentos está totalmente de acordo com as expectativas, superando inclusive a qualidade encontrada na Europa. Isso porque os turistas que vão a Europa estão em busca de emoções e aventuras, e os hotéis acabam sendo apenas o lugar para dormir. Já quem vai a Ásia quer relaxar, meditar e descansar do burburinho da cidade. Portanto, os requisitos são diferentes.

Produzido com base em material de smartertravel
--1-
689