Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
"Estacionar pantufas" e outras expressões divertidas de diferentes países

"Estacionar pantufas" e outras expressões divertidas de diferentes países

Olhar para as diferentes expressões de cada país é sempre muito interessante e divertido. É curioso observar como o humor é usado de diferentes maneiras e, muitas vezes, para expressar a mesma coisa. Dá uma olhada nos exemplos que colocamos a seguir.

Alemão

  • Me chamo lebre (Mein Name ist Hase) — Não sei de nada, não tenho ideia.
  • Dançar a dança dos ovos (einen Eiertanz aufführen) - Aplicar estratégias, tratar um assunto com delicadeza (nos séculos XVI-XVII as pessoas se divertiam dançando entre ovos colocados no chão, tentando neles não pisar).
  • Tudo tem um final, exceto a salchicha, que tem dois! (Alles hat ein Ende, nur die Wurst hat zwei) - Cedo ou tarde tudo acaba.
  • Onde a lebre e a raposa dizem "Boa noite" (Wo sich Hase und Fuchs gute Nacht sagen) - Quem sabe onde, talvez em um lugar místico que talvez nem exista.

  • Cadáver no sótão (Eine Leiche im Keller haben) - O mesmo que um esqueleto no armário.

  • Olhar os rabanetes de baixo (Radisschen von unten sehen) - Morrer.

Espanhol

  • O bagre tá picando (Me pica el bagre) - Ter muita fome.
  • Estar mais saudável que uma pera (Estar más sano que una pera) - Estar muito saudável, se sentir bem.
  • Falando do rei de Roma (Hablando del rey de Roma) - Quando falamos em alguém e a pessoa aparece.
  • Aproveitar como um anão (Disfrutar como un enano) - Se divertir muito.

Francês

  • Vender os olhos da cabeça (Coûter les yeux de la tête) - Custar muito caro.
  • Estar tão molhado como uma sopa (Trempé comme une soupe) - Molhar-se muito.
  • Falar francês como uma vaca espanhola (Parler francais comme une vache espagnole) - Falar mal francês.
  • Deixar alguém sem o gosto pelo pão (faire passer le goût du pain à quelqu’un) - Matar alguém.
  • Ser como uma escova (Être con comme un balai) Ser tonto.
  • Molhar o biscoito (Tremper son biscuit) - Ter relação de uma noite.

Polonês

  • Não é meu circo, não são meus macacos (Nie mój cyrk, nie moje małpy) - Não é probelma meu.
  • Colocaram moscas no nariz (Mieć muchy w nosie) - Como falam das pessoas que estão incomodadas com alguém.
  • Vá aonde o pimentão cresce! (Uciekać gdzie pieprz rośnie!) - Vai se danar!

Húngaro

  • As cercas não são feitas de salsichas (Nem kolbászból van a kerítés) - É preciso manter os pés no chão.
  • Ficar alegre como um macaco com seu rabo (Örül, mint majom a farkának) - Saltar de felicidade.
  • Por que você dá de beber aos ratos? (Miért itatod az egereket?) - Dizem isso às crianças que choram.

Norueguês

  • Andar como um gato em volta de um prato de aveia quente (Å gå som katta rundt den varme grauten) - Andar sorrateiramente.
  • Estar no meio de um pedaço de manteiga que derrete na aveia (Å være midt i smørøyet) - Estar no lugar certo na hora certa.
  • Engolir um par de camelos (Å svelge noen kameler) - Se render.
  • Estacionar pantufas - Morrer!

Cheyenne (uma das línguas da América do Norte)

  • A tartaruga se escondeu na sua casca (Énêhpoése ma'eno) - Há neblina.
  • Meus vermes estão quase falando (Étaomêhótsenôhtóvenestse napâhpóneehéhame) - Quando a barriga ronca de fome.

Holandês

  • Fumar como um herege (Roken als een ketter) - Fumar muito.
  • Fazer amor com formigas (Mierenneuker) - Gastar muito tempo com detalhes insignificantes.

Sueco

  • Até mesmo as panelas pequenas têm ouvidos (Även små grytor har öron) - As crianças ouvem e entendem tudo.

  • A barba foi colocada na caixa de correio (Skägget i brevlådan) - Estar um uma situação incômoda.
  • Sentir uma coruja no pântano (Att ana ugglor i mossen) - Pressentir um perigo.
  • Os gostos, como o bumbum, se partem (Smaken är som baken, delad) - Gosto não se discute.
  • Fazer de uma pluma uma galinha (Göra en höna av en fjäder) - Fazer tempestade em copo d'água, exagerar.
Tradução e adaptação Incrível.club
Produzido com base em material de omniglot