Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Ensinamentos que você aprende depois dos 50 anos

Ensinamentos que você aprende depois dos 50 anos

Dave Barry é um humorista norte-americano ganhador de um Prêmio Pulitzer. Famoso por suas frases e citações, ele compartilha com o público coisas que levou 50 anos para aprender. O Incrível.club se sentiu identificado com a maioria delas. Por isso, selecionamos algumas para você. Talvez assim, levemos menos tempo para aprendê-las!

  • Nunca, sob nenhuma circunstância, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.
  • Se fosse preciso definir com uma só palavra o porquê de a raça humana não aproveitar todo seu potencial, a palavra seria 'reuniões'.
  • A linha que separa o 'hobby' da 'doença mental' é muito fina.
  • As pessoas que querem falar sobre seu ponto de vista religioso quase nunca permitem que você faça o mesmo.
  • Nunca confunda sua carreira com sua vida.
  • Ninguém se importa se você não sabe dançar bem. Levante-se e dance.
  • Nunca lamba uma faca de carne.
  • A maior força destrutiva do universo são as fofocas.
  • Você nunca encontrará alguém capaz de dar uma razão clara e contundente a favor do horário de verão para economizar energia.
  • Chega um momento em que você deve parar de esperar que seu aniversário seja algo relevante para os outros. Isso acontece quando você tem 11 anos.
  • A única coisa que une a todos os seres humanos, sem importar idade, sexo, religião, condição financeira ou etnia é que, no fundo, todos acreditamos que dirigimos melhor que os outros.
  • Uma pessoa que é simpática com você, mas trata mal a um garçom, não é uma pessoa simpática (Isso é muito importante. Preste atenção. Nunca falha).
  • Seus amigos gostam de você apesar de tudo.
  • Nunca tenha medo de experimentar coisas novas. Lembre-se que um amador solitário construiu a Arca. Um grupo de profissionais construiu o Titanic.
  • Pensamento do dia: os homens são como o vinho. Começam sendo uvas, e as mulheres precisam bater para extrair tudo, restando apenas algo aceitável para acompanhar o jantar.