Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Conheça as 10 regras escolares mais bizarras do mundo

As regras da escola são necessárias para estabelecer um ambiente saudável e positivo para que cada estudante cresça e aprenda.

Mas algumas são difíceis de justificar e provocam muita discussão entre a direção da escola, os professores, os pais e os psicólogos.

O Incrivel.club fez uma lista das regras e castigos escolares mais incomuns e controversos ao redor do mundo. Qual você acha mais esquisito?

10. Ervilhas congeladas

Uma estudante da China divulgou uma foto de seus joelhos depois de ter sido submetida a ficar ajoelhada sobre ervilhas congeladas como castigo escolar. Alguns afirmam que esta prática é comum entre os professores e pais em toda a Ásia e uma variação da prática de ajoelhar no milho, abolida das escolas brasileira há séculos.

9. Melhores imagens

As escolas na Inglaterra e em outros lugares estão começando a proibir aos estudantes de terem melhores amigos. Alguns pais, professores e psicólogos afirmam que as crianças crescem mais bem integradas se conseguem ter um grupo maior de amigos. Além disso, ninguém se sentiria excluído.

Os críticos argumentam que o fato de ter melhores amigos conduz uma gama maior de valores à vida. Uma pesquisa sobre desenvolvimento infantil descobriu que aqueles com melhores amigos têm uma melhor saúde mental ao longo de suas vidas.

8. Tingir os cabelos

Algumas escolas em Tókio proíbem os estudantes de pintarem os cabelos. Aproximadamente 57% das escolas públicas da capital exigem que os alunos demonstrem que seus cabelos são de cor natural. Para evitar que eles mintam, é permitido que os professores liguem para a casa dos alunos e peçam fotos de infância.

Isso se justifica por causa da cultura homogênea. Existe uma grande ênfase na uniformização, e sendo assim, qualquer pequena diferença nas normas acaba se destacando muito e trazendo críticas.

7. "Pobreza", "aniversário" e 48 mais palavras proibidas

O Departamento de Educação de Nova York proibiu a utilização de várias palavras nas provas modelo emitidas pela cidade. Os estudantes que são Testemunhas de Jeová talvez não se sintam confortáveis falando em aniversários, já que não os celebram. Conceitos como a pobreza, o divórcio e as doenças também tem sido abolidos, visto que podem trazer recordações dolorosas ou relacionarem-se com a situação familiar de uma criança.

6. Caneta com tinta vermelha

Crescemos com professores que marcavam nossas tarefas com caneta vermelha, uma cor brilhante que assinalava todos os nossos erros. Hoje em dia, a caneta vermelha está proibida por muitas escolas na Austrália e Inglaterra. Alguns afirmam que a cor vermelha pode prejudicar psicologicamente as crianças, já que desmotiva os estudantes e provoca medo e pressão.

Verde, rosa, amarelo, roxo e azul são mais relaxantes e as correções ou sinais já não parecem mais tão ameaçadores.

5. Levantar a mão

A antiga prática de levantar a mão para responder a uma pergunta, segundo uma escola em Nottinghamshire, Inglaterra, é inútil e foi proibida. O diretor da escola afirma que são sempre aqueles mesmos alunos que acabam levantando as mãos. Isso não fomenta a apoia a aprendizagem dos demais membros da classe. Agora um professor pode escolher a qualquer aluno para responder uma pergunta.

Alguns pais argumentam que agora seus filhos se sentem nervosos e assustados, porque podem ser escolhidos quando não sabem a resposta e perdem a oportunidade de responder a uma pergunta quando justamente conhecem a resposta correta.

4. Desodorante

Uma escola secundária na Pennsylvania, EUA, proibiu o uso de desodorante Axe depois que um estudante teve uma reação alérgica grave e precisou ser levado ao hospital. E esse não foi o primeiro caso. Mais escolas tem começado a proibir os desodorantes em aerosol, já que os adolescentes aplicam demais o produto em seu desejo ficarem com um cheiro melhor. As reações alérgicas e os alarmes de incêndio estão na lista de consequências do uso excessivo deste produto.

3. Hora do soninho

Os estudantes na China podem tirar um cochilo de 30 minutos no meio da jornada escolar. Os professores acreditam que uma soneca pode melhorar a memória e proporcionar mais energia para continuar estudando. Os alunos do primário podem tirar uma sesta em cima das mesas e é permitido que eles tragam cobertores e travesseiros. Os estudantes de nível mais alto têm de dormir a sesta sentados mesmo, o que às vezes acarreta um desenvolvimento muscular desigual e causa problemas na coluna vertebral.

2. Tempo para ir ao banheiro

Uma escola em Chicago, EUA, limita a quantidade de vezes que um aluno pode sair da sala de aula para ir ao banheiro: 3 vezes em um semestre. O diretor explicou aos pais que os estudantes podem usar uma visita ao banheiro como desculpa para burlar as aulas.

1. Se equilibrar sobre as mãos

Alguns países asiáticos são famosos por serem bem firmes com seus estudantes e dar castigos pouco comuns. Um deles é fazer com que seus estudantes fiquem erguidos sobre as mãos (o famoso "plantar bananeira") por chegarem atrasados durante as aulas. A lista também inclui fazer flexões, correr ou manter as mãos erguidas. Inclusive podem chegar ao absurdo de punir os estudantes com bofetadas.

E você? Já teve algum castigo incomum na sua escola? Compartilhe com a gente escrevendo suas experiências nos comentários.

Imagem de capa bobaedream