Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como são os membros de gangues em diferentes países

----
15k

Pouca gente pode pensar sobre o assunto, mas a verdade é que as gangues de delinquentes estão em toda parte, em países que são inclusive muito diferentes entre si. Geralmente, esses grupos são formados por jovens que não se interessam por estudo nem trabalho, preferindo passar o tempo cometendo crimes ou atos que atentam contra a tranquilidade da sociedade.

O Incrível.club descobriu que esta espécie de "subcultura" varia de acordo com o país ou região, então preparou para você um "tour" mostrando como estas pessoas se comportam em pontos diferentes do mundo.

França - Racaille

Os Racaille, como verdadeiros franceses, se consideram impecáveis no quesito estilo. São fãs da marca Lacoste, pochetes (também da Lacoste, claro), e acham que colocar as calças por dentro das meias é a prova máxima do bom gosto. Eles costumam se reunir em estações de trens do subúrbio. Estão sempre em grupo, ouvindo música alta pelo celular, importunando mulheres, atacando jovens que estão sozinhos e roubando bolsas (não necessariamente Lacoste).

EUA - White trash

Aqui, não falaremos das inúmeras gangues das grandes cidades, e sim das do interior. Nos EUA, há os chamados "white trash" ("lixo branco"). Eles parecem mais escoteiros aposentados, quase sempre com problemas de alcoolismo. A maioria não trabalha e mora em trailers. Eles adoram tomar cerveja com outras pessoas (parecidas com eles, claro) para depois decidirem se irão entrar numa briga, incomodar pessoas indefesas ou assaltar uma casa.

Inglaterra - Chavs

Os Chavs costumam morar em bairros pobres dos subúrbios britânicos: o apressado estilo de vida londrino não é para eles. Os indivíduos adultos integrantes dos Chavs têm um visual típico: usam roupas esportivas, cabeças raspadas, cigarro na boca e um copo de bebida alcoólica nas mãos. Suas atividades também são típicas: aplicar golpes e incomodar todo mundo, ficar bêbado em lugares públicos, filosofar sobre a vida e "causar" ao máximo.

Japão - Yankii

Os Yankii são jovens japoneses da classe operária. Claro que eles não são tão violentos quanto os membros da máfia Yakuza, mas também se dedicam a atividades ilegais: praticam vandalismo, fazem muito barulho em público e não ligam para as tradições japonesas. Algumas curiosidades: eles gostam de ficar de cócoras, ouvir "gangsta rap" japonês (que preferencialmente fale das dificuldades de suas vidas) e beber saquê. Geralmente, são grandes fãs de motos e pintam os cabelos em tonalidades de loiro ou laranja.

Índia - Tapori

Os tapori são meliantes de rua em Mumbai. O lema deles é "Enganar um trouxa é algo sagrado". Por isso, sua principal ocupação é passar a perna em turistas. Nos momentos livres, os tapori estão penteando os cabelos com gel, comprando correntes e dentes de ouro, cantando mulheres nas ruas e sonhando em virar astros de Bollywood. Aliás, a indústria do cinema indiano usa muito a estética tapori em seus filmes.

Espanha - os Canis

É muito fácil identificar um membro de gangue do sul da Espanha: eles sempre se vestem como se tivessem acabado de roubar uma casa de penhora (cheios de anéis e correntes de ouro). Gostam de ouvir música de seus celulares no último volume dentro dos transportes públicos, usam camisas ou jaquetas abertas e óculos de sol, independentemente do clima. Se por acaso tiverem abdômen "tanquinho", a camisa é dispensada. São festeiros, cheios de energia, e não pensam duas vezes antes de entrarem numa briga.

Escócia - Ned

Os Ned agem nos subúrbios pobres da Escócia, e diferentemente de seus similares ingleses, estes rapazes demonstram uma grande agressividade e enorme resistência ao álcool. Usam sempre roupas esportivas, portam canivetes e trazem uma expressão facial melancólica. Suas atividades se resumem a incomodar as pessoas fazendo piadas ofensivas e cometer atos de violência.

Israel - Ars

Os Ars fazem parte de um fenômeno paradoxal na subcultura das gangues: eles são muito religiosos. Por isso, em vez de boné ou gorro, eles usam o tradicional quipá junto com suas roupas esportivas. No resto, não são diferentes das gangues de outras partes do mundo: gostam de ficar bêbados em locais públicos, incomodar mulheres, ouvir rap israelense no último volume e usar acessórios extravagantes em ouro.

África do Sul - os Zefs

No passado, os Zefs eram ricos pouco educados que circulavam dirigindo seus Ford Zephyr. Depois, passaram por um processo de decadência, mas atualmente seguem tentando ostantar estilo e riqueza que já não existem mais. Para deixar mais claro, "estilo e riqueza" para eles é ter um carro forrado com peles de animais, por exemplo. Aliás, se você quiser ter uma ideia melhor deste estilo, os integrantes da famosa banda Die Antwoord são Zefs.

Rússia - os Gopniks

Os gopniks russos são jovens criminosos que adoram abordar pessoas na rua e perguntar sobre suas preferências "não heterossexuais". Dependendo da resposta, eles roubam e agridem a vítima, ou aplicam uma surra. Seu traço característico é ficar de cócoras, bem no estilo russo.

Agradecemos por sua atenção!

Imagem de capa smuzrit, japanisweird
----
15k