Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

A história real por trás dos logotipos de Hollywood

Na Internet há milhares de relatos sobre os logotipos de Hollywood e sobre a sua criação. Alguns são reais, mas outros só são invenções. No Incrível.club vamos revelar qual é a verdadeira história por trás destes logos famosos e bem conhecidos dos maiores produtores de filmes do mundo.

Paramount Pictures

Seu logotipo mudou várias vezes, desde que apareceu pela primeira vez em 1917, quando falam que foi feito em um guardanapo com o desenho com 24 estrelas.

Há informações que circulam pela Internet de que as estrelas representam anjos caídos e a montanha não é outra senão o Monte Hermon, que é a porta de entrada desses anjos caídos na Terra, os quais se juntaram às mulheres para criar 'gigantes'.

A história oficial do logotipo diz que, na verdade, ao fundar a produtora de filmes para o cinema, foram contratadas 24 pessoas, incluindo os atores e os diretores, que foram homenageados com uma estrela do logo. Depois, duas estrelas foram removidas e continua assim até hoje, com 22 estrelas. A montanha lembra a infância ao seu fundador e criador do logotipo, o húngaro-americano Adolph Zukor.

Columbia Pictures

Esta produtora, que não ficou famosa até os anos 1940, começou em 1918 com outro nome. Dizem que a mulher do logo representa aquela que fornece luz e conhecimento ao mundo e que está sobre uma pirâmide babilônica.

O que a história conta é que a imagem representa a honra para o povo norte-americano. O nome Columbia, associado a esta mulher com a tocha, vem de 1738. Nesse ano, era proibido publicar os debates do governo britânico e, para escapar da proibição, eram usados nomes diferentes para cada país, sem que o governo percebesse. O nome dado aos Estados Unidos era Columbia - em homenagem a Colombo.

MGM

Circula na Internet a foto de um leão amarrado para a produção do logotipo, o que tem despertado a ira de muitos, por parecer tortura contra animais. Besteira! Essa suposta imagem é, na verdade, uma montagem a partir de um leão que adoeceu e estava fazendo uma tomografia em Israel.

A verdadeira história diz que este logotipo existia desde o cinema mudo e foi feito em 1916 para a Goldwyn Pictures, que mais tarde iria se juntar a Metro Picture e a Mayer Pictures, criando uma das mais importantes produtoras do mundo.

Na imagem real, você consegue ver como o leão (batizado de Slats) não foi torturado. Na verdade, ele era a mascote da empresa e seria a primeira estrela de tal logotipo famoso.

Dream Works

Este é um dos logos mais memoráveis ​​nos últimos anos, por sua expressão artística.

Na parte de baixo estão as letras SKG e explicamos o que elas representam: S vem de Steven Spielberg; K, de Jeffrey Katzenberg; e G, David Geffen, os 3 homens que uniram seus talentos para formar a DreamWorks.

Spielberg queria que o logotipo lembrasse a época de ouro do cinema, para isso pretendia criar com o computador um homem pescando na lua. Mas alguém sugeriu que seria melhor se fosse um quadro pintado, então contrataram o artista Robert Hunt para isso. Hunt enviou uma variante à ideia de Spielberg, um menino pescando numa Lua crescente, que encantou o famoso produtor. Mas quem era essa criança? Nem mais nem menos do que William, o filho de Hunt.

Walt Disney Pictures

Acredite ou não, o famoso produtor Walt Disney não usou um logotipo desse tipo até 1985. No início de seus filmes, aparecia a frase: "Walt Disney apresenta" e os vídeos que foram usados nos anos 70 e 80 utilizavam um Mickey da cor neon.

O famoso castelo foi usado a partir de 1985 e se baseia em um castelo real, que está localizado na Alemanha e é chamado de Castelo de Neuschwanstein, onde vivia um rei muito tímido, chamado Ludwig II, apelidado de 'Rei Louco', pois diziam que esse rei só queria viver em um mundo de fantasia.

Este castelo é visitado anualmente por milhões de turistas. Mas, claro, há uma réplica bem bacana no parque da Disney em Orlando, Estados Unidos.

Imagem de capa wikimedia