Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

8 Motivos para dar atenção especial ao filho mais velho

7-95
841

Não há dúvidas de que os primogênitos são crianças especiais, que mudam para sempre a vida dos pais. São eles quem primeiro mostram às pessoas as delícias da paternidade, iluminando os dias de quem está ao seu redor. De acordo com a teoria de Adler, o filho mais velho tende a ser mais responsável e confiável, sendo muito bem-visto pelos pais.

Nós, do Incrível.club, tiramos o chapéu para todos os primogênitos que mudaram para melhor a vida de mães e pais. E este post é uma forma de dizer: pessoal, vocês detonam!

1. Eles ensinam lições que os pais podem ter esquecido

Ao ter o primeiro filho, muitos passam a enxergar um novo significado para a vida. De certa forma, é como se os genitores ganhassem uma segunda vida. Mães e pais se veem diante de novos desafios, só que agora ao lado de um bebê. É comum que os pais da criança cometam erros, mas também é preciso estar disposto a corrigi-los. Nesse contexto, o pequeno aparece como inspiração para o autodesenvolvimento e a superação das dificuldades, ainda que, às vezes, isso pareça impossível. Embora você certamente tenha ensinado muito ao seu primogênito, é bem possível que ele o tenha ensinado muito mais.

2. Eles crescem rápido demais

Depois de um tempo, o filho mais velho não chega a ser adulto, mas também não quer ser visto como criança. E quando ele ganha um novo irmão, não há escolha a não ser amadurecer e assumir a posição de responsabilidade e cuidado com aquela pequena pessoa que chegou ao lar. Ademais, os filhos que vieram antes tendem a começar a ouvir a frase “você já é crescidinho” com mais frequência. E quando eles escutam isso diariamente, acabam justamente amadurecendo em menos tempo.

3. Eles costumam ser mais sábios que o esperado

A pressa para crescer faz com que os filhos mais velhos fiquem mais inteligentes. Eles costumam respeitar mais os adultos, já que possuem grande senso de responsabilidade. As crianças que chegam primeiro podem se sentir como se estivessem presas em algum lugar entre a vida adulta e a infância, atuando como se fosse um guia entre os dois universos. Quando estão em busca de apoio e por enxergarem os primogênitos como já crescidos, os pais podem acabar envolvendo-os em problemas adultos. Com o tempo, aquelas crianças crescem e não raramente se tornam conselheiras dos pais, sempre dispostas a contribuir com sua opinião.

4. Eles costumam fazer mais do que deveriam

Crianças com irmãos mais novos fazem muito mais coisas em comparação com os amiguinhos que são filhos únicos. Elas tendem a ter mais tarefas a cumprir e maiores responsabilidades. Ademais, não costumam controlar o próprio tempo livre, sendo obrigadas a dividi-lo com as outras crianças da casa. Quando é filho único, o pequeno pode, por exemplo, relaxar depois de ajudar a lavar a louça ou limpar o quarto. Já as que têm irmãos mais novos podem ter dificuldade até mesmo para ler um livro com calma, pois é possível que sempre haja alguém para cuidar, ajudar e contribuir em alguma brincadeira. E, na maioria das vezes, o filho mais velho encara essas coisas de maneira positiva.

5. São os melhores ajudantes

É simplesmente impossível dar conta de tudo, especialmente se os pais têm vários filhos exigindo atenção. Cada adulto só tem duas mãos, mas o primogênito tem outras duas, podendo ajudar no que for preciso. Os filhos mais velhos costumam ser ótimas babás para os mais novos, atuando como verdadeiros salva-vidas quando os pais mais precisam.

6. Costumam proteger os irmãos mais novos

Ter um irmão mais velho é um privilégio, pois ele certamente já passou pela maioria das experiências que os mais novos terão de enfrentar. Ao errar antes dos demais, ele acaba protegendo os mais novos. Irmãos e irmãs mais velhos tendem a estar dispostos a ensinar seus truques aprendidos com a vida, começando por ajudar na lição de casa, passando pela troca de confidências e pela oferta de conselhos. E sabemos que não há nada melhor do que sempre poder contar com alguém mais experiente para conversar quando você não está a fim de tocar em determinado assunto com seus pais.

7. Eles geralmente são generosos

Ser egoísta é algo praticamente impossível para o primogênito. Afinal, ele se acostuma a sempre pensar no outro, pois é algo que fez durante boa parte da vida. Os filhos mais velhos costumam estar prontos para dividir o último pedaço de doce e é possível que compartilhem até os brinquedos mais queridos. Geralmente, eles têm orgulho dos irmãos e são felizes pela presença deles. Apesar das briguinhas eventuais, é comum vê-los incentivando os irmãos mais novos a darem seu melhor.

8. Eles costumam fazer o possível para ser o melhor irmão mais velho

Você certamente não nega que seu irmão mais velho foi mais legal com você do que com as outras crianças da família. Mesmo quando também são pequenos, os primogênitos cuidam dos mais novos, dão carinho e brincam DE VERDADE com eles, diferentemente dos adultos. Generosos, atenciosos, espirituosos e divertidos, os filhos mais velhos tendem a dar ótimos exemplos e a apresentar bons modelos a serem seguidos. Afinal, quando uma pessoa faz a coisa certa uma vez, o mais provável é que os demais trilhem o mesmo caminho.

Você tem irmãos mais velhos? Qual a melhor parte em contar com eles em sua vida? Deixe um relato contando as mais belas e emocionantes histórias envolvendo a relação com seus irmãos!

Imagem de capa depositphotos.com
7-95
841
Compartilhar este artigo