Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

8 Mitos sobre vinho em que você não deve acreditar

O mundo do vinho é extremamente rico e super complexo. Por isso, mesmo, é cheio de falsos especialistas cujas dicas não valem nada.

Neste post, o Incrível.club apresenta alguns dos maiores mitos desse universo para que você possa tomar um bom vinho da melhor maneira e sem gastar excessivamente.

#8. Um bom vinho é sempre caro. Mito

Muita gente acredita que apenas os vinhos caros são bons. Bem, temos ótimas notícias. Vários produtores oferecem vinhos de boa qualidade a preços relativamente acessíveis, cerca de R$ 30. Ou, melhor, se você não quer beber muito, pode optar por uma meia garrafa (375 ml ou duas taças) sujo preço é mais em conta.

#7. Mito: apenas vinhos feitos com só um tipo de uva são bons

Os especialistas garantem: não é preciso que um vinho seja feito somente de um tipo de uva (Malbec ou Cabernet Sauvignon, por exemplo) para que seja bom. A mistura de mais de um tipo de uva (chamada de assemblage) pode, sim, render ótimos vinhos resultando em bebidas super harmoniosas e elegantes.

#6. Vinhos com tampa de rosca são de má qualidade ou falsificados. Mito

Outro mito diz respeito ao fato de que os vinhos com tampa de rosca são falsificados ou de má qualidade. Na verdade, os fabricantes utilizam as tampas de rosca por dois motivos: (1) questões de custo, mais alto na cortiça e (2) diferentemente das rolhas naturais, as tampas de rosca dificultam a proliferação de bactérias.

#5. Alguns vinhos são adoçados com açúcar. Verdade

Os vinhos suaves muitas vezes recebem açúcar como forma de mascarar sua baixa qualidade. No caso dos vinhos secos, esse truque é muito mais raro.

#4. Mito. Vinho tinto combina com carne e vinho branco, com peixes e carnes brancas

Os especialistas garantem que esse tempo passou. Hoje em dia, muita gente combina vinhos tintos com peixe (principalmente aqueles de uvas tintas mais leves como pinot noir e, em Portugal, alguns do Alentejo e do Douro) e vinhos brancos com carnes.

#3. Etiquetas divertidas não têm nada a ver com a qualidade do vinho. Verdade

Os produtores são super criativos na hora de crias novos e divertidos rótulos para os vinhos. Mas isso não faz da bebida melhor ou pior, mas apenas diferente para se destacar numa prateleira de supermercado onde disputa a atenção do consumidor com outras tantas marcas de vinho.

#2. O sedimento que se forma no fundo da garrafa ou da taça é corante. Mito

Algumas pessoas acreditam que o sedimento que se deposita no fundo da taça é algum tipo de corante artificial agregado à bebida artificialmente. Na verdade é o contrário! Esse sedimento significa que o vinho foi pouco filtrado e é totalmente natural

#1. Quanto mais velho, melhor. Quase nunca

Um mito muito comum é o de que todos os vinhos ficam melhores com o tempo. Na verdade, não. A maioria piora com o tempo. Apenas os chamados 'vinhos de guarda' melhoram com o tempo e por isso são chamados 'de guarda', que podem envelhecer mais de 10 anos. Os demais devem ser bebidos cinco anos após a compra, no máximo. Portanto, se você possui um vinho que não seja de guarda em casa, não perca tempo. Abra a garrafa e celebre a vida ;)

Imagem de capa Pixabay, Pixabay