Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

5 Teorias que explicam o déjà vu

A expressão "déjà vu" é oriunda do francês, e significa "já visto antes". Ela é usada para fazer referência à sensação de já ter vivenciado determinada situação. Certamente todas as pessoas já vivenciaram esse tipo de fenômeno ao menos uma vez na vida. Mas por que ele acontece?

O Incrível.club ficou curioso sobre o assunto e descobriu algumas curiosas teorias sobre as possíveis causas do "déjà vu".

1. Medicamentos

Por mais estranho que pareça, existem medicamentos que podem provocar o déjà vu. Há o registro de um caso em que um homem saudável, depois de tomar certos remédios não relacionados com o cérebro nem com o estado psicológico, acabou sentindo uma forte sensação de déjà vu.

2. Lembranças similares

O efeito de déjà vu pode surgir quando um acontecimento se parece muito com outro que aconteceu anteriormente. Sobretudo quando envolve situações recorrentes. Afinal, muitas vezes somamos as experiências parecidas em nossa memória, fazendo-nos crer que já vimos aquilo antes.

3. Emoções fortes

Segundo outra teoria, uma situação de stress forte pode prejudicar o funcionamento dos hemisférios cerebrais, fazendo com que a pessoa confunda presente e passado. No grupo de maior risco estão as pessoas que passam por crises de identidade (Quem sou? Para que estou aqui? Qual a minha missão?), os adolescentes de 15 a 18 anos e quem tem entre 30 e 35 anos.

4. Mal funcionamento do cérebro

O biólogo Susumu Tonegawa e pesquisadores do conceituado Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT, nos Estados Unidos) descobriram uma área do cérebro na qual é formado o efeito do déjà vu. No hipocampo (área cerebral responsável pela memória), os especialistas encontraram o giro dentado (dentate gyrus). Essa parte do cérebro responde por nossas lembranças e capacidade de distingui-las. O mal funcionamento do giro dentado leva ao efeito de déjà vu, que acontece justamente no momento de perceber que uma situação parece com outra.

5. Epilepsia

Cerca de 97% das pessoas saudáveis de vez em quando experimentam a sensação de déjà vu, mas nos epiléticos, isso acontece de maneira mais forte e duradoura. Portanto, alguns especialistas acham que se trata de um transtorno de consciência.

Bônus: Teoria dos múltiplos universos

Mas também há pesquisadores que explicam o efeito do déjà vu com a teoria dos universos alternativos. Segundo eles, vivemos numa das múltiplas opções de universos e, já que existiriam muitas cópias de nós mesmos, o déjà vu ocorreria quando nos sincronizamos com elas.

Imagem de capa pixabay, pixabay