Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

20+ Fatos incríveis sobre Cleópatra — a mulher que conquistou o mundo antigo

A rainha Cleópatra é talvez a mulher mais famosa da Antiguidade. Ela é bastante conhecida pelos seus rituais inusitados para cuidar da saúde e da estética, e pelos romances tórridos com Júlio César e Marco Antônio. No entanto, alguns detalhes dessa grande governante de antigamente ainda permanecem pouco conhecidos.

Pensando nisso, nós, do Incrível.club, decidimos selecionar alguns dos fatos mais notáveis e inesperados da biografia de Cleópatra exclusivamente para você. Confira!

Ela não era bonita, mas deixava os homens completamente apaixonados

A dinastia ptolemaica governou o Egito por 275 anos. Cleópatra se tornou a última rainha dessa dinastia. E, de fato, seu nome completo é Cleópatra VII, ou seja, ela foi a sétima mulher com esse nome na família dos faraós egípcios.

Como mostrado nas notas de Plutarco, a governante não tinha a beleza excepcional que costuma ser mostrada nos cinemas. Mas ela, segundo ele, era admirada pelos seus discursos, pelo seu comportamento e pela voz aveludada. O historiador romano Aurélio Vítor, por outro lado, escreveu que ela era uma mulher tão atraente que “muitos homens estavam dispostos a dar a vida por uma noite com ela”.

Porém, depois de estudar as esculturas de Cleópatra, bem como suas imagens em moedas antigas, os cientistas chegaram à conclusão de que ela tinha um nariz grande, lábios estreitos e queixo pontudo. Sua altura era de 1,52 m e costumava ser um pouco acima do peso.

As suas técnicas de cuidados com o corpo ainda são lendárias

A imagem de Cleópatra ainda é bem vendida até hoje. Os profissionais de marketing adoram usá-la como meio de divulgação enfatizando que “a própria Cleópatra fez isso”. Estas são as suas dicas de beleza mais conhecidas:

  • Acredita-se que ela tomava banho com leite aquecido e mel, e que o resultado deixava a pele da rainha incrivelmente macia. E também que ela usava um esfoliante feito de creme de leite com sal marinho.
  • O famoso delineador preto de Cleópatra não era usado para fins decorativos, mas sim como um remédio. A substância usada como maquiagem ajudava a proteger de infecções oculares, que eram bastante comuns naquela época. Essa substância era o antimônio, responsável por impedir o desenvolvimento dessas doenças.
  • A rainha sabia que o mel tinha propriedades antibacterianas, então ela o aplicava no rosto como um creme.
  • Ao recriarem a maquiagem no estilo de Cleóprata, a maioria das pessoas usa cores douradas ou nude. No entanto, a rainha pintava seus lábios e suas bochechas com um vermelho vivo. Para isso, ela usava um ocre vermelho moído e misturado com água.
  • Ela lavava o rosto várias vezes ao dia com óleo e limão e o enxaguava com vinagre de maçã.
  • Para manter a pele macia e limpa, Cleópatra usava água de rosas como tônico. Surpreendentemente, até hoje esse ingrediente é encontrado na maioria dos tônicos e produtos de limpeza. E você mesmo pode fazer em casa: basta colocar as pétalas de rosa em uma panela com água e levar para ferver. Assim que as pétalas perderem a maior parte da cor, desligue o fogo e deixe o caldo esfriar. Se desejar, pode adicionar um pouco de vitamina E à solução.
  • Cleópatra usava uma planta chamada hena como esmalte natural. Ela dá às unhas uma linda cor marrom avermelhada.
  • Pepino, goma, óleo e suco de sicômoro misturados com ossos fervidos e triturados de uma ave específica, eram usados ​​pela Rainha Cleópatra como creme de depilação.
  • Se você ficar sem lápis ou sombra, torre algumas amêndoas. A rainha do Egito usava essa oleaginosa queimada para escurecer as sobrancelhas.
  • Cleópatra tinha uma receita especial para se livrar de queimaduras solares indesejadas. E muitas pessoas ainda a usam: em um copo, coloque uvas verdes e uma colher de sopa de mel. Misture e aplique na pele. Após 15 minutos, a mancha irá desaparecer do corpo.

Sua principal característica era possuir uma mente extraordinária

A rainha era considerada uma das mulheres mais educadas de seu tempo. Seus conhecimentos de literatura, arte, política e filosofia surpreendiam seus interlocutores. Possuindo uma graça e elegância incríveis, a rainha tocava alaúde e harpa com perfeição, além de cantar e dançar. Cleópatra ainda sabia pelo menos sete línguas, por isso raramente recorria a tradutores, preferindo se comunicar pessoalmente com os estrangeiros.

Certa vez, a população se revoltou no Egito. Júlio César logo decidiu intervir no assunto, simultaneamente cobrando mais impostos dos egípcios. Apenas Ptolomeu foi a reunião sobre esse assunto com o imperador romano. Surpreso com a ausência de Cleópatra, César mandou um mensageiro até ela. Ela sabia que precisava vê-lo, mas não sabia como chegar a Alexandria, onde uma multidão furiosa estava pronta para matá-la. Então, a rainha, juntamente com um colega, navegou até a capital, onde se enrolou em um saco e seu amigo, fingindo ser um pescador, conseguiu levá-la até o palácio. Impressionado por tal astúcia, o imperador romano ficou perdidamente apaixonado por Cleópatra.

Júlio César fazia qualquer coisa pela rainha do Egito. Tanto que no templo romano de Vênus, por ordem dele, uma estátua de ouro de Cleópatra foi erguida e honras divinas foram dadas a ela.

Cleópatra conquistou o coração das pessoas mais poderosas

Em Roma, começaram a acreditar que Júlio César queria proclamar seu filho com a rainha egípcia como seu herdeiro. Então, segundo rumores, por causa disso, uma conspiração foi feita contra o imperador, o que levou à sua morte trágica.

Cleópatra percebeu que apenas conseguiria se manter como rainha do Egito se seduzisse Marco Antônio. Portanto, ela decidiu conquistar o coração do soldado romano de todas as formas. Ela sabia que o comandante se considerava a personificação do deus grego Dioniso e, para impressioná-lo, resolveu brincar com ele. Ela apareceu na cidade com as vestes da deusa grega Afrodite. Ao vê-la, o comandante perdeu a cabeça

Testemunhas diziam que Cleópatra se comportou de maneira diferente com Marco Antônio e com Júlio César. Se com o imperador romano ela sempre foi espirituosa, charmosa, graciosa, falava de arte, literatura e política, com o comandante se comportava como uma cortesã: falava coisas obscenas, bebia muito, cantava canções indecentes etc.

Marco Antônio, perdidamente apaixonado, fez tudo por ela, tudo o que a rainha queria. Seu amor por Cleópatra era tão forte que ele até se divorciou de sua legítima esposa, Octávia.

Cleópatra adorava chocar e manter o ambiente sempre animado

  • A rainha estudou matemática, astronomia, oratória e filosofia. Cleópatra se tornou a única de toda a dinastia que adotou a religião egípcia e se interessava pela cultura do Egito. Antes de seu reinado, os Ptolomeus não estavam particularmente interessados ​​nos deuses e costumes de seu povo.
  • Cleópatra tinha um grande senso de humor. Juntamente com Marco Antônio, ela fundou um clube chamado “Inimitable Livers” (uma espécie de “Clube da Bebedeira”, para os bons entendedores). Seus membros davam festas barulhentas regadas com muito álcool. A imperatriz e Marco Antônio se vestiam com trajes especiais para que ninguém os reconhecessem e vagavam pela cidade à noite.
  • Cleópatra gastou o equivalente, hoje em dia, a 20 milhões de dólares em um coquetel. Para fazer tal drink, ela precisou de uma xícara de vinagre e uma pérola gigante. Ela jogou a pedra no copo e a observou se dissolver lentamente. Depois disso, bebeu calmamente essa bebida inusitada.
  • A rainha deu à luz a filhos de Júlio César e Marco Antônio. De César, houve um filho chamado Cesarião. De Antônio — os gêmeos Alexandre Hélio e Cleópatra Selena, bem como Ptolomeu Filadelfo.
  • Cleópatra estava convencida de que os aromas poderiam ser uma ferramenta de persuasão. Então, ela tinha sua própria fábrica de perfumes. Como também, nas proximidades de sua residência, tinha um salão de beleza e um spa. As ruínas desses ambientes foram encontradas durante escavações.

Cleópatra foi a última governante da sua dinastia

O irmão da ex-mulher de Marco Antônio, Otaviano, decidiu entrar em guerra contra o Egito. O inimigo venceu as tropas da rainha e do comandante, então, por isso, Cleópatra decidiu tomar uma atitude drástica. Quando descobriu que eles iriam conduzi-la acorrentada como uma escrava atrás da carruagem de Otaviano, disse: “Esses pulsos foram feitos para usar joias, algemas são para plebeus e criminosos. A Rainha do Egito nunca será derrotada!

Em seu último dia, deu um banquete suntuoso para os vencedores. Durante a festa, ela se retirou para o quarto. E, de acordo com uma versão, ela tomou veneno, com outra, ela foi picada por uma víbora.

Cleópatra se tornou, dessa forma, a última rainha do Egito, pois sua morte coincidiu com o declínio desse grande reino e outrora poderoso império, que se tornou uma das colônias romanas. Sua vida foi cheia de reviravoltas intrigantes e foi tão brilhante e incomum que Cleópatra é lembrada e reverenciada até os dias de hoje.

O que você acha dessa grande governante? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo