Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15+ Fatos sobre o mundo que mostram o quanto ainda podemos nos surpreender

10-32
150k

A maior enciclopédia on-line do mundo, a Wikipédia, tem mais de 6 milhões de artigos e, a cada dia, esse número aumenta em algumas centenas. Nesse site, há uma quantidade enorme de fatos sobre tudo no mundo. De acordo com uma lenda, se você clicar no primeiro link de um artigo qualquer, e depois de poucas páginas fazendo isso várias vezes, você chegará ao artigo sobre “Filosofia”; na versão em inglês, isso acontece em 97% dos casos. Não queremos ser o segundo “Wikipédia”, mas temos aqui alguns fatos interessantes, que poderão surpreender até aqueles que pensam que já viram de tudo.

Nós, do Incrível.club, ficamos surpresos ao descobrir que há muitas coisas no mundo sobre as quais ainda não falamos e, por isso, queremos corrigir esse “erro”. Acompanhe!

  • O crescimento da juba em leões depende diretamente da quantidade de testosterona que eles produzem, portanto, as fêmeas e os machos castrados não devem ter nenhuma juba. Mas há exceções: alguns anos atrás, em um dos parques nacionais em Botswana, foram encontradas 5 leoas que, mesmo que em baixa quantidade, tinham juba ao redor da cabeça.

  • A palavra mais longa em inglês consiste em 189.819 letras: todas essas letras estão no nome oficial do que é considerado a proteína mais longa, “titina”. Para pronunciá-la, você poderá levar mais de 3 horas.

  • De acordo com um estudo publicado pela revista Science, a introdução de alimentos macios pode ter tido grande influência na fala humana. A introdução de alimentos de origem vegetal mudou a estrutura dentária e o formato da mandíbula de tal forma que ficou muito mais fácil pronunciar os fonemas labiodentais (como o som do “f” e “v”), sem os quais, provavelmente, não teríamos o desenvolvimento linguístico que temos hoje em muitas línguas.

  • A empresa LEGO tem um depósito secreto, onde são armazenadas cópias de todos os kits de construção que já foram lançados pela marca.

  • Os ornitorrincos já são animais bastante exóticos e, além de seus filhotes nascerem de ovos e se alimentarem de leite materno, eles também não têm estômago. Estudos mostraram que, durante o processo de evolução, os ornitorrincos perderam os genes responsáveis pelo desenvolvimento desse órgão.

  • Cientistas tchecos e alemães realizaram um experimento para observar o comportamento de 70 cachorros de diferentes raças, tamanhos e idades. Em situações adversas, esses animais alinham o próprio corpo no eixo “norte-sul” em relação ao campo magnético da Terra. Os pesquisadores puderam, assim, concluir que os cães são sensíveis às mínimas variações no campo magnético, e a “bússola” dos nossos amigos de 4 patas pode ficar desregulada por conta disso.

  • O ronronar dos gatos domésticos nem sempre é o mesmo. Ao analisar esses animais a fundo, foi possível observar que, na tentativa de pedir comida ao dono, os gatos “adicionam” ao ronronar barulhos, que parecem uma mistura de miado com choro de bebê.

  • Ninguém sabe como escrever corretamente o nome do William Shakespeare. A grafia correta parecia ser desconhecida até mesmo para o próprio dramaturgo. Em documentos que contam sobre a vida e sobre as obras do mestre do drama, existem cerca de 80 versões da escrita do seu nome, como Shappere ou Shaxberd. Nos poucos manuscritos do próprio escritor, a grafia que estamos acostumados — William Shakespeare — não é nem encontrada, mas existem versões como Willm Shakspere e William Shakspeare.

  • Os atores não apenas trocam de figurino e estilo para interpretar um novo personagem — eles se tornam outras pessoas completamente. Um mapeamento cerebral mostrou que diferentes áreas do cérebro dos artistas são ativadas ao responder as mesmas perguntas, dependendo apenas se estão respondendo como “o personagem” ou como “eles mesmos”. Por isso, quando vemos um espetáculo, estamos vendo uma outra personalidade que não a do artista.

  • Quando assistimos a filmes de terror, os níveis das proteínas responsáveis pela coagulação do nosso sangue aumentam. Por isso, a expressão “o sangue está à flor da pele” não está assim tão longe da verdade.

  • Quanto estalamos os dedos, não escutamos o barulho do encontro do dedão com o dedo médio: o som aparece, na verdade, quando a ponta do dedo médio encosta na palma da mão.

  • Existe uma religião chamada “Dudeísmo”, que é baseada na visão de mundo do personagem principal do filme O Grande Lebowski de Ethan e Joel Coen — o Cara (“Dude” em inglês). Seus seguidores, cerca de 400 mil no mundo, acreditam que a vida deve ser levada de acordo “com a corrente”, sem preocupações de que algo ruim pode acontecer. Eles buscam encontrar felicidade nas coisas simples da vida, como em um jogo de boliche, por exemplo. Em resumo, fazer tudo da mesma forma que o lendário Jeff Bridges.

  • Óculos escuros eram usados na China desde o século XII. As lentes eram feitas de quartzo, e uma armação rústica as mantinha no rosto. Os óculos não apenas protegiam do sol, mas também ajudavam a esconder as emoções e, por isso, os juízes os usavam quando precisavam interrogar testemunhas e suspeitos.

  • Os blocos de concreto, a partir dos quais foi erguida a Grande Muralha da China, são mantidos juntos por uma espécie de “cimento”, que é feito de calcário e arroz pegajoso. Além disso, essa mesma “argamassa” foi utilizada em outros edifícios da dinastia Ming, período no qual foi erguida uma das partes mais resistentes da Muralha.

  • Filhos de gêmeos idênticos não são primos entre si. Na verdade, eles são meios-irmãos, pelo menos geneticamente falando, pois o DNA deles é 25% idêntico, enquanto em primos comuns a percentagem é de 12,5%.

  • Em março de 2019, Arifa Sultana, de 20 anos, de Bangladesh, deu à luz a um menino prematuro. Um mês depois, ela foi levada para a mesma clínica, queixando-se de dores abdominais, e descobriram que ela ainda estava grávida. Os médicos tomaram a decisão de fazer uma cesariana, o que resultou no aparecimento de um segundo bebê (gêmeos). Mais tarde foi constatado que Arifa tinha uma anomalia rara — 2 úteros. Essa condição faz com que o órgão se duplique, o que, consequentemente, leva a problemas de gestação. Mas, felizmente, tudo deu certo para Arifa.

  • Durante nossa vida, o coração bate, em média, 2,5 bilhões de vezes e bombeia cerca de 7.500 litros de sangue por dia.

Você tentou chegar à página sobre “Filosofia” na Wikipédia? Nós começamos na página sobre “Gatos” e levamos 15 “cliques” para chegar ao objetivo. Compartilhe seus resultados!

Imagem de capa Depositphotos
10-32
150k