Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

12 Atividades incomuns que são consideradas um trabalho pelos japoneses

Há trabalhos que são mais ou menos conhecidos e populares do que outros. É fácil identificar o que faz um médico, um bombeiro ou um caixa. Mas no Japão algumas mentes muito engenhosas e cheias de criatividade foram capazes de criar e inventar trabalhos que, provavelmente, ninguém pensaria que fariam sucesso ou teriam clientela. No entanto, eles têm bastante demanda nesse país.

Poderíamos pensar que os trabalhos no Japão são os mesmos existentes no resto do mundo, mas estaríamos equivocados. É por isso que o Incrível.club traz para você alguns dos dos diversos ofícios existentes nesse país.

1. Criador de insetos

Apesar de, a princípio, a ideia de se dedicar à criação de insetos possa parecer um tanto absurda, a verdade é que esse trabalho existe e podemos encontrá-lo no Japão. Os responsáveis têm seus próprios criadouros ou fazendas de insetos. Esses animais são cuidados e alimentados, para posteriormente serem vendidos ao setor alimentício (já que seu consumo é comum no Japão) ou científico.

2. Limpador profissional de ouvido

Limpar os ouvidos é uma atividade relativamente simples para a qual, normalmente, não precisamos de nenhuma ajuda. No entanto, no Japão, parece que as pessoas acham que essa tarefa de higiene pessoal requer mãos experientes, por isso surgiram os centros e profissionais de limpeza de ouvidos.

3. Aluguel de namorado, familiares e amigos

Embora possa parecer uma obra de ficção, o aluguel de amigos, familiares e namorados é um serviço ativo no Japão que consiste em alugar uma ou mais pessoas que você gostaria de ter por perto, mas que por algum motivo não tem: ou seja, você pode passar uma tarde com um “amigo”, ir ao cinema com sua “namorada”, ou passar um tempo com seu “avozinho”.

4. Convidado de casamento

Os noivos japoneses têm ao seu alcance o serviço de aluguel de “amigos/convidados” para o casamento. Isso significa que, para impressionar a família do casal ou o restante dos convidados, existe a opção de trazer amigos fictícios para o evento. É claro que parece ser muito incrível ter como trabalho ir a festas e conhecer pessoas.

5. Profissional para pedir desculpas

Embora existam pessoas que demorem uma eternidade para pedir desculpas e reconhecer suas falhas e seus erros, nunca imaginamos que chegariam ao extremo de precisar contratar alguém para pedir perdão em seu nome. Diante da incapacidade de dizer “sinto muito”, no Japão surgiram os profissionais para pedir desculpas.

6. Degustador de vinagre

O vinagre é muito utilizado na culinária japonesa. Sua importância é tão grande que existem pessoas que se dedicam a provar e a degustar os diferentes tipos existentes. Dessa forma, há quem tenha como profissão a degustação de vinagre, e que se dedica a beber o líquido para apreciar seu sabor e textura.

7. Empurrador no metrô

Os metrôs e os meios de transporte público costumam ficar saturados nas grandes cidades. Portanto, há momentos em que os passageiros não conseguem nem ao menos subir nos vagões. No Japão, encontraram uma solução para isso: existe uma pessoa cujo trabalho é empurrar os passageiros, para que possam entrar no transporte, além de assegurar que as portas fiquem perfeitamente fechadas.

8. Trabalhador da sala da “expulsão”

Quando uma empresa quer que uma pessoa saia e deixe seu cargo, procura uma maneira de induzi-la ou pressioná-la a fazer isso. A sala da “expulsão” é uma das práticas orientadas para esse objetivo e consiste num espaço em que, os ainda trabalhadores, realizam as tarefas mais pesadas, enfadonhas e chatas durante horas e dias, até que decidam se demitir.

9. Acompanhante

Nesse trabalho você realmente não precisa fazer grande coisa. Trabalhar como sakura consiste em ser uma espécie de acompanhante para tudo: comparecer a algum evento, ouvir e responder às perguntas da pessoa que contratou o serviço, etc. Esses profissionais são solicitados para participar de reuniões de trabalho ou de familiares, mas também para passeios pessoais e de entretenimento.

10. Treinador de ninja de meio período

No Japão, existem pessoas que se dedicam a dar aulas de ninjutsu em meio período, ou seja, a formar futuros ninjas. Isso demonstra que essas pessoas não estão presentes apenas nos filmes de ação ou em uma disciplina em desuso, mas que continuam a existir e a ensinar.

11. Vigia de balões

Muitas lojas contratam alguém para ficar de olho em seus balões publicitários. Ser vigia desses objetos consiste em se assegurar de que eles estão em boas condições e corretamente inflados.

12. Uma pessoa bela para enxugar suas lágrimas

Para aquelas pessoas que não gostam de chorar sozinhas, que tal contratar uma pessoa bela para contar suas tristezas? Ela vai te ouvir, tentará aliviar sua dor, enxugará suas lágrimas, emprestará seu ombro e até vai chorar com você.

Qual desses trabalhos você gostaria de desempenhar? Quais outros tipos de ofícios estranhos ou não convencionais você conhece?

Compartilhar este artigo