Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Crenças sobre nossos corpos que se tornaram mitos

Mito #1. As vitaminas nos deixam mais saudáveis

As vitaminas são pílulas que melhoram a sua saúde. Na verdade, não é assim. As vitaminas regulam somente os processos no corpo e é preciso tomá-las com cautela, porque, na maioria dos casos, o excesso de vitamina faz mais mal do que a falta dela.

Mito #2. O sangue sem oxigênio (venoso) é azul

O sangue venoso, que corre pelas veias para o coração e transporta mais gás carbônico que oxigênio, não é azul, é vermelho escuro. Nos livros didáticos, desenham em azul para criar um contraste. No entanto, as veias vistas através da pele parecem da cor azul por causa da refração da luz.

Mito #3. Açúcar mascavo é mais saudável do que o açúcar comum

Na verdade, o açúcar branco e o mascavo são iguais. A diferença resulta de um de seus componentes, o melaço, que confere ao produto uma cor escura. Acredita-se que o açúcar mascavo é mais saudável só porque ele não é tão doce, já que em sua composição há mais água.

Mito #4. O álcool mata os neurônios

Uma grande quantidade de álcool afeta os processos metabólicos do corpo, incluindo um déficit de oxigénio e danifica as conexões entre as células do cérebro, mas de modo nenhum mata, embora as danifique.

Mito #5. Ao consumir açúcar, as crianças ficam hiperativas

Doces não deixam as crianças hiperativas, isso não é nada mais do que um mito. O açúcar é uma caloria e as calorias são energia. Então, quando algumas crianças comem um monte de doces, expulsam energia. Mas, o mais importante, e não podemos esquecer, é que uma grande quantidade de açúcar é ruim para os dentes. E, sim, ele sempre gera uma dose de insulina, o que, no longo prazo, pode contribuir para o diabetes.

Mito #6. Neurônios não se regeneram

A expressão bem conhecida de que "as células nervosas não se regeneram" não é verdadeira. Na verdade, a morte das células nervosas responde a um processo permanente e natural. A regeneração tem lugar em diferentes áreas do cérebro. Quando há um estresse forte "são gastas" não as mesmas células nervosas, mas as substâncias que proporcionam seu funcionamento e facilitam a interação de umas com as outras.

Mito #7. O hemisfério esquerdo é para a criatividade e o direito para a lógica

É verdade que o hemisfério esquerdo controla algumas funções, enquanto o direito é responsável por outras. Mas os cientistas ainda não encontraram as pessoas que possuam uma parte mais desenvolvida do que a outra. A questão é que várias áreas do cérebro são responsáveis pela criatividade e estas estão tanto no hemisfério esquerdo como no direito.

Mito #8. Você precisa dormir 8 horas por dia

Todo mundo conhece a regra: um sono profundo que lhe regenera tem a duração de 8 horas por dia. No entanto, diferentes pessoas precisam de quantidades diferentes de sono e tanto o seu excesso como sua deficiência pode ser prejudicial à saúde. Por exemplo, algumas pessoas necessitam de 6 horas para se sentir bem, enquanto outras não se sentem bem mesmo dormindo 9 horas por dia.

Mito #9. Os antibióticos matam os vírus

Na verdade, os antibióticos matam as bactérias. Mas a gripe, por exemplo, é causada por vírus, os quais não respondem ao antibiótico. É como enfaixar o braço para se livrar de uma dor de cabeça.

Mito #10. Chocolate = Acne

Os cientistas realizaram um experimento: deram às pessoas dezenas de barras que continham 10 vezes mais chocolate do que os normais. Quando calcularam os pontos de acne, fizeram uma comparação no estilo "Antes / Depois" e não encontraram nenhuma diferença. Ok, pode soar inesperado e inacreditável, mas é verdade.

Mito #11. O açúcar é viciante

Em 2009, os especialistas escreveram um livro baseado em experimentos em que ratos de laboratório foram alimentados com altas doses de açúcar por vários dias. Após essa dieta, os ratos simplesmente não podiam viver sem doce. No entanto, ao repetir a experiência em seres humanos, não foi observado tal efeito. Na verdade, ninguém iria comer açúcar em grandes doses, sem consumir outros alimentos.

Ilustradora Mariya Zavolokina exclusivo para Incrível.club