Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 incríveis coincidências que o deixarão de boca aberta

A vida é cheia de situações curiosas e inesperadas, que muitas vezes são difíceis de entender. Coincidências? Ou é apenas a vida se encarregando de colocar as peças no lugar certo? Quem decidirá isso é você, depois de ler as histórias que o Incrível.club traz neste post.

1. Os gêmeos Jim Lewis e Jim Springer

Quase quatro décadas atrás, em Ohio, Estados Unidos, dois gêmeos foram separados ao nascer e entregues à adoção. Eles viviam a 60 km um do outro, mas se conheceram apenas quando tinham completado 39 anos de idade. O surpreendente desta história é que as suas vidas eram bastante semelhantes.

Suas famílias os chamaram de Jim, os dois gostavam de matemática, tiveram um cachorro chamado Toy, casaram-se duas vezes, primeiro com mulheres chamadas Linda e depois com mulheres chamadas Bety. Deram o nome de James Allan aos primogênitos. Os dois são fãs de carpintaria e trabalharam no escritório do xerife de suas cidades. Para completar, costumavam frequentar a mesma praia no verão. Em geral, as vidas deles realmente eram muito semelhantes.

2. O livro roubado

Em 1973, Anthony Hopkins foi convidado a participar de um filme chamado The Girl from Petrovka, baseado em um livro de mesmo nome, escrito por George Feifer. Hopkins queria ler o livro para saber do que se tratava, mas não encontrou nenhum exemplar nas livrarias.

Um dia, por casualidade, Hopkins encontrou uma cópia do livro num banco da estação de trem, quando estava a caminho de casa. O livro era nem mais nem menos do que uma cópia pessoal do autor Feifer, com suas próprias anotações, que tinha emprestado a um amigo, que, por sua vez, o perdera nessa estação.

3. A foto de Estrasburgo

Em 1914, uma mãe alemã fotografou seu filho e levou o filme para revelar em um armazém de Estrasburgo, na França. Pouco depois, veio a Primeira Guerra Mundial e assim a mãe não conseguiu voltar à cidade para pegar a foto, que acabou dando como perdida.

Dois anos depois, já na Alemanha, a mesma mulher comprou um filme fotográfico em Frankfurt para tirar uma foto de sua filha recém-nascida. Ao levar esse filme para revelar, o técnico descobriu que a imagem da menina tinha sido sobreposta em uma anterior, que era....a imagem do próprio filho, aquela antes do início da Guerra. Por alguma razão, essa imagem não tinha sido revelada, mas o papel de filme tinha sido rotulado como novo. Com isso, a mãe acabou recuperando a antiga foto de seu filho.

4. O livro da infância

Em 1920, a romancista norte-americana Anne Parrish percorria livrarias em Paris com o seu marido, quando encontrou em uma das prateleiras um livro chamado: Jack Frost and Other Stories.

Anne pegou um exemplar e disse ao marido que era o seu livro favorito da infância e lembrou com carinho das histórias. O marido abriu o livro e, na primeira folha, encontrou uma inscrição que dizia: "Anne Parrish, 209 N. Weber Street, Colorado Springs". Surpreendentemente era o mesmo livro que ela tinha quando era criança! Ele queria voltar para a dona.

5. A tragédia dos gêmeos Ebbin

Erskine e Neville Ebbin eram dois irmãos gêmeos moradores de Bermudas, que amavam motocicletas. Neville morreu tragicamente em 1974, ao ser atingido por um táxi, enquanto andava em sua moto.

Em 1975, a coincidência trágica: Erskine morreu da mesma forma. Ele estava dirigindo a mesma moto (que fora consertada) e, além de ser atingido pelo mesmo táxi, o mais estranho é que o mesmo passageiro estava a bordo!

7. A árvore da vida. E da morte

Em 1883, Henry Ziegland rompeu seu compromisso com a namorada, que ficou deprimida e se suicidou. O irmão da jovem ficou furioso e foi atrás de Henry para matá-lo. O rapaz atirou em Henry e, acreditando que já estava morto, também tirou a própria vida.

Mas Ziegland não tinha morrido, a bala passara de raspão e tinha se alojado no tronco de numa árvore. Anos mais tarde, um lenhador decidiu cortar essa árvore, mas ela era tão forte que ele precisou usar dinamite. Só que Henry estava nas proximidades e, adivinhem: a árvore, a mesma que salvara, desta vez caiu sobre sua cabeça, matando-o.

8. Thomas Jefferson e John Adams

Estes dois homens foram os fundadores dos Estados Unidos da América. John Adams ajudou Jefferson, entre outras coisas, a elaborar a Declaração de Independência, a qual Jefferson assinou. O documento foi aprovado pelo Congresso americano em 4 de julho de 1776. Além de trabalhar em conjunto para este fim, os dois homens morreram exatamente na mesma data, 50 anos após a declaração da independência norte-americana, em 4 de julho de 1826.

9. Início e fim da Guerra Civil dos EUA

A Guerra Civil dos Estados Unidos começou em Manassas, Virgínia, em 1861. Os primeiros tiros vieram da propriedade de um homem chamado Wilmer McLean, uma vez que sua casa tinha sido tomada e estava sendo usada como quartel pelos Confederados do Norte.

Bastante horrorizado com a experiência, McLean levou sua família para viver a 120 milhas de distância ao sul. Quatro anos depois, a União e os Estados Confederados concordaram em assinar um tratado, confirmando a rendição. Eles fizeram isso em uma cidade chamada Appomattox. Para isso, escolheram uma casa numa vila, mesmo sem a aprovação do proprietário. E o dono da casa era McLean! Por esses fatos, ele costumava dizer: "A Guerra Civil começou e terminou na minha própria casa".

10. O ladrão à vista

No dia 14 de dezembro de 2007, o jornal local The Lewiston Tribune, do Estado de Idaho, Estados Unidos publicou duas histórias na primeira página. A primeira mostrava a fotografia de um homem chamado Michael Millhouse, pintando uma janela com motivos natalinos. Já segunda história trazia a foto de um homem que havia roubado uma carteira em uma loja local. Os leitores rapidamente notaram que se tratava do mesmo personagem e denunciaram o fato à polícia. Millhouse acabou indo pro xilindró.

Imagem de capa firsttoknow
Produzido com base em material de Moviefone, Guff, JohnMont