Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Dicas de sobrevivência que funcionam como um passe de mágica

Nos Estados Unidos são realizadas 240 milhões ligações para o 911 (telefone de emergência) por ano, o que significam mais de 600 mil telefonemas por dia. As pessoas frequentemente se veem em situações de desespero e, por isso, pedem socorro. Claro que é impossível prever o futuro e se preparar para todas as situações de risco. Mas você pode memorizar estas 10 dicas de sobrevivência para aprender, por exemplo, como fazer uma fogueira ou sinalizar SOS com o seu celular. E esses truques podem ajudá-lo ou aos seus amigos no futuro.

Depois de estudar situações em que as pessoas sobreviveram, mesmo depois de ficarem presas em situações potencialmente fatais, o Incrível.club fez uma compilação de truques e dicas que você precisa conhecer para garantir sua segurança e se sair bem de diversas situações perigosas.

1. Use uma cadeira de escritório para desobstruir as vias respiratórias

A manobra de Heimlich é um método rápido de primeiros socorros contra a asfixia causada pela obstrução das vias aéreas por corpos estranhos, como brinquedos (no caso das crianças) ou, mais frequentemente, comida — sim, alguns engasgos podem ser fatais. Para realizar a manobra de Heimlich, você precisa fazer o seguinte:

  • Fique atrás da pessoa (se for uma criança, é recomendado ficar de joelhos);
  • Coloque os braços em volta da cintura e incline um pouco o peito para a frente.
  • Cerre o punho de uma das mãos e agarre o corpo da pessoa com a outra, posicionando suas mãos um pouco acima do umbigo.
  • Faça movimentos rápidos, pressionando o estômago, como se estivesse tentando levantar a pessoa, até que as vias respiratórias estejam desobstruídas.

Se você estiver sufocando e não tiver ninguém por perto para ajudar, pode usar o encosto da cadeira para fazer as propulsões. De acordo com um estudo, isso produzirá uma pressão semelhante à feita por outra pessoa.

2. Use fones de ouvido ou um cabo do carregador para interromper um sangramento

Se você ou outra pessoa tiver sangramento arterial (sangue vermelho vivo, com grande fluxo e intensidade), pode tentar interromper o fluxo temporariamente usando um torniquete. Mas se não tiver um e não puder ir ao médico, pode tentar fazer um improvisado.

Itens como carregadores de celulares e fios de fone de ouvido, são muito finos. Por isso, só use como último recurso (lembre-se, se tiver oportunidade, peça ajuda profissional):

  • Coloque um tecido cerca de 2,5 cm acima do ferimento. Isso ajudará a causar menos danos à pele, pois os cabos são finos.
  • Amarre firmemente o cabo ao redor do local.

O sangramento deve parar dentro de dois minutos. Lembre-se: o torniquete é um recurso extremo e evite deixá-lo por mais de duas horas, se possível.

3. Use seu celular como uma espécie de “espelho” para enviar sinais de SOS

A maioria dos smartphones possui uma lanterna embutida. Mas, se a bateria acabar, seu telefone ainda pode ser útil em uma situação de emergência. Use a tela para refletir a luz do sol ou o luar. Os reflexos podem ser vistos a longas distâncias. Se vir um navio ou avião, estique o braço e faça um sinal de “V” — coloque o telefone entre os dois dedos — e direcione o reflexo no sentido do seu potencial resgate.

Também é bom lembrar como sinalizar o código Morse para o SOS: são três disparos/flashes rápidos de luz, três disparos/flashes mais longos e três disparos/flashes rápidos novamente.

4. Faça uma fogueira com uma pilha e papel de goma de mascar

Se estiver na natureza e precisar de fogo, mas não tiver fósforos ou um isqueiro em mãos, não entre em pânico. Se tiver uma pilha AA (pequena) e uma embalagem metálica de goma de mascar (com papel e papel alumínio), suas chances de conseguir fogo são maiores. Corte uma tira longa e fina do papel alumínio, dobre-a ao meio, corte diagonalmente e posicione-a como mostra a imagem acima.

Conecte o lado metálico aos lados positivo e negativo da pilha e espere até a embalagem de goma de mascar pegar fogo.

5. Deite-se de bruços para sobreviver a um ataque de avestruz

Se um avestruz estiver te perseguindo e não houver abrigo à vista, correr não ajudará, afinal essas aves são muito mais rápidas do que os humanos. Deite-se no chão, de cabeça baixa e finja-se de morto. Cubra a cabeça com os braços para proteger o crânio. Esteja pronto para o avestruz tocar em você ou até mesmo pisar em você — esse comportamento também pode acabar machucando-o, mas o risco de se ferir será bem menor do que o de ser “atropelado”.

6. Use calças como um dispositivo de flutuação

Se você estiver em uma situação de risco de afogamento e não possuir uma boia, tire as calças. Amarre as pernas com um nó simples e depois agarre a calça pela cintura. Puxe-a para cima da água e rapidamente encha a calça com ar. Depois, segure bem na cintura, para que o ar não saia.

Repita o procedimento quantas vezes for necessário, para que a calça fique bem cheia de ar. Por fim, coloque a cabeça entre as pernas da calça e a use como um colete salva-vidas, conforme mostrado na imagem acima.

7. Crie uma corda improvisada para descer de um prédio usando lençóis

Se precisar escapar de um edifício com mais de dois andares e a única saída for a janela ou a varanda, pegue o máximo de lençóis que conseguir, amarre-os na estrutura de uma cama ou de outro objeto grande e pesado e crie um cinto de rapel improvisado (também usando um lençol). Em seguida, como mostra a ilustração acima, amarre a ponta da corda ou os lençóis a esse cinto.

Coloque um travesseiro na borda da janela, conforme mostrado na ilustração acima, para evitar atrito excessivo e, assim, o risco de a sua corda se romper.

8. Crie um bote improvisado com uma lona e galhos

Se precisar atravessar um rio ou lago e tiver uma lona, faça um bote improvisado. Estenda a lona no chão. Em seguida, junte galhos menores e mais leves no centro (encha com material flutuante e crie bolsões de ar), amarre as pontas e “arremate” com uma corda ou um barbante. Certifique-se de testar seu bote antes de colocá-lo em águas mais profundas, para ter certeza de que será capaz de suportar seu peso e não se desfazer.

9. Use uma placa de circuito como objeto pontiagudo

Esta dica foi enviada por um seguidor do Incrivel.club. Você pode fazer uma espécie de flecha improvisada ou ponta de lança usando uma placa de circuito. Por ser feito, em parte, com matérias-primas metálicas, o material pode ser um pouco difícil de cortar e modelar. Mas, depois de afiado, o utensílio é extremamente útil.

10. Faça um fogão portátil com uma lata

Outro seguidor sugeriu esta dica: uma lata vazia e uma faca resistente podem ajudá-lo a fazer um pequeno fogão. Remova a tampa e faça pequenos cortes verticais, como mostra a figura. Dobre metade para dentro e deixe a outra metade para fazer um suporte improvisado para a panela ou pote. Por fim, faça um buraco na lateral para colocar gravetos e fique de olho no fogo.

Você conhece outras dicas úteis que podem ser adicionadas a essa lista? Ficaríamos felizes em ler seus comentários!