Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 comidas exóticas que você não vai querer experimentar

Provavelmente é difícil encontrar alguém que não goste de viajar. Novas cidades, belas paisagens, tradições incomuns, pratos estranhos...mas, por trás da apresentação exótica de certas comidas, pode haver risco. O Incrível.club trás os pratos mais estranhos do mundo. Você experimentaria?

Fugu

Japão

Conhecido no Brasil como baiacu, não é à toa que chamam a famosa iguaria de a 'roleta japonesa'. O peixe contém uma dose letal de veneno tetrodotoxina, que é reduzido a uma dose aceitável durante o cozimento. Quando se degusta um fugu bem preparado, ele só provoca uma ligeira dormência na língua. Somente os chefs que fizeram um curso especial dominam esta técnica.

Peixe escorpião

Oceanos Pacífico e Atlântico, os mares de suas bacias hidrográficas

Os amantes da cozinha extrema sonham em experimentar o peixe escorpião. Sua carne se distingue pelo seu sabor agradável, parecida com a do caranguejo, mas suas espinhas contêm veneno. Apenas um chef experiente pode cozinhá-lo corretamente. Felizmente, os cientistas desenvolveram um antídoto para este veneno. O peixe escorpião vermelho é pescado perto da Austrália e da Nova Zelândia, mas alguns tipos deste peixe também são encontrados na região do Mediterrâneo e do mar Negro.

Carambola

Ásia, América do Norte e América do Sul

Não se engane. Essa fruta popular pode ser nociva para quem tem problemas renais. Ela contém uma grande quantidade de ácido oxálico, que é prejudicial aos rins. Ela também contém neurotoxinas, que podem até causar alucinações.

Escamoles

México

Os escamoles são larvas da formiga liometopum apiculatum, que vive nas raízes de agave. Sua consistência se parece com a do requeijão e seu sabor é semelhante ao de noz. As larvas são inofensivas, mas nem todo mundo se anima a prová-las.

Mandioca (yuca)

África, Caribe, Ásia, América do Sul

A conhecida mandioca pode substituir as batatas fritas. É servida com carne e usada em molhos, sobremesas e para a preparação de massas. Ela tem muitos nutrientes, mas no caso de um processamento térmico ruim, conserva um elemento tóxico chamado linamarina. Nas regiões em que é muito consumida, há indícios de que esteja relacionada a casos de bócio endêmico - aumento da glândula tireoide, formando uma espécie de papo.

O queijo 'podre' Casu Marzu

Itália

Esta obra-prima de queijo de cabra foi inventada na Sardenha. Até 2010 o Casu Marzu era vendido ilegalmente, mas agora é uma iguaria local reconhecida. O seu sabor peculiar e sua suavidade são resultado das larvas de moscas, que aceleram a fermentação do queijo. Durante a degustação, esses fermentadores saltam e podem entrar nos olhos da pessoa. Além disso, se forem acidentalmente ingeridas, as larvas podem causar problemas no trato digestivo e náuseas.

Ackee (Blighia sapida)

Jamaica

O ackee parece uma pera e é nativa da África. Esta fruta é muito popular na Jamaica. São consideradas comestíveis apenas as frutas colhidas em um determinado período. Além disso, a fruta verde ou muito madura é bastante tóxica e pode causar complicações aos degustadores, conhecidas como 'síndrome do vômito jamaicano'. Outro detalhe: somente deve ser consumida a polpa da fruta.

Ovos centenários

China

Os chineses não param nunca de experimentar e testar sabores. Eles têm um prato incomum e muito perigoso: o sōnghuādàn, comumente chamado 'ovos centenários'. Eles colocam sal nos ovos de pato e os deixam nas cinzas por 100 dias. Depois disso, o prato está pronto para ser servido. Os ovos semitransparentes são espetaculares, mas emanam um forte cheiro de amônia. De acordo com os conhecedores, este alimento só é bom para aqueles que têm estômago de aço. Se você não tem, melhor ficar longe.

Peixe pedra

Oceanos Pacífico e Índico

O peixe pedra é o mais venenoso do mundo. Mesmo um toque pode ser fatal. As espinhas da barbatana dorsal contêm um veneno mortal, que provoca dor de choque, paralisia e morte dos tecidos. Os sobreviventes levam meses para se curar. Mas mesmo esse perigo não detêm os chefs do Japão e de Hong Kong nem seus clientes que querem comer o sashimi 'extremo'.

Rambutão (ou rambutan)

Sudeste de Ásia

O rambutão é uma fruta comum na Tailândia e tão colorida que dá vontade de comer! No entanto, as frutas exóticas podem não ser boas para a saúde. As pessoas que nunca provaram a fruta, podem ter sintomas de alergia e até mesmo diarreia. Os locais aconselham o consumo limitado de quatro a cinco frutas. Além disso, ela é contraindicada em pessoas que tenham úlceras gástricas. As sementes dos caroços do rambutão só podem ser comidas depois de um processamento culinário, pois frescas são tóxicas.

Imagem de capa Rachel Lovinger