Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 coisas que os vendedores de roupa não nos dizem

--1-
45k

Lojas de roupa recorrem a vários truques para nos fazer gastar mais.

O Incrível.club acredita que a honestidade é sempre a melhor opção, então resolveu investigar o que fabricantes e lojas de roupas escondem de seus clientes.

Liquidações são mais vantajosas para as lojas que para os compradores

As liquidações são uma maneira de fazer com que você compre algo que não ia comprar. Poucas pessoas são capazes de resistir a uma oferta ao ver o desconto. Mas o que será que as liquidações realmente escondem?

  • Muitas vezes, as lojas aumentam deliberadamente os preços das peças.
  • A loja pode até oferecer algumas peças com os 70% de desconto anunciados em letras garrafais na porta. Mas são poucas. A maioria das roupas não teve variação de preços ou, se teve, foi um desconto bem menor que esses 70%

O mesmo tamanho pode ficar grande ou pequeno demais, dependendo da marca

Diferentes fabricantes de roupa têm diferentes padrões de tamanhos. É por isso que, numa loja um tamanho M pode cair perfeitamente, enquanto em outra, a melhor escolha é um P. Algumas empresas "encolhem" propositalmente o tamanho de suas peças para que as compradoras sintam mais prazer em adquiri-las.

Assinatura de um estilista famoso não é, por si, garantia de qualidade

Grandes marcas periodicamente lançam linhas desenvolvidas em colaboração com estilistas famosos. O objetivo é fazer com que os consumidores paguem mais por peças exclusivas. Mas a exclusividade só diz respeito à edição limitada, mas a qualidade não é melhor que a de qualquer outra peça da mesma loja.

A seção de liquidação fica bagunçada de propósito

Já notou isso? Em toda a loja, a roupa está dobrada e disposta de forma organizada, mas na seção de descontos, reina o caos: todas as peças estão bagunçadas. É um truque usado para que o comprador se sinta feliz por ter "garimpado" uma peça bonita por um preço supostamente vantajoso, e garanta a compra.

Agentes químicos nocivos são usados na fabricação da roupa

Ainda que a etiqueta diga que a peça foi feita com materiais naturais, ela pode ser nociva à saúde. A fabricação de roupas usa produtos químicos que não podem ser detectados sem uma análise no laboratório. Substâncias perigosas ajudam a tornar realidade a ideia do estilista (dar cor ou a textura necessária à roupa), enquanto outras protegem o tecido contra insetos e mofo. Sempre lave suas peças novas antes de vesti-las. Isso reduzirá a quantidade de agentes perigosos e de micro-organismos que podem ter sido deixados por quem experimentou a roupa antes de você.

Tecidos sintéticos pelo preço de naturais

Frequentemente, os fabricantes sobem os preços de peças em tecido sintético para estimular que os consumidores comprem roupas mais caras, feitas em tecidos naturais. O cliente acha que uma blusinha de lã ou algodão não é tão cara em comparação com a sintética, e que será um bom investimento.

Nos outlets, as peças têm qualidade inferior às das mesmas roupas nas boutiques

Tentando economizar, muitos consumidores recorrem aos outlets. Mas as roupas e acessórios nesse tipo de loja só parecem peças de coleções de estilistas. As marcas de luxo frequentemente produzem as mesmas peças, mas em tecidos mais baratos, especialmente para os outlets, só para ganhar mais dinheiro de quem não pode ser dar o luxo de comprar numa boutique cara.

Peças de má qualidade

Nossas mães compravam roupas que, em muitos casos, continuam como novas. Mas muitas roupas feitas atualmente costumam ser de baixa qualidade: costuras mal feitas e tortas, estampas que soltam tinta, acessórios de plástico barato e cores que perdem a intensidade logo após algumas lavagens. Este é o objetivo dos fabricantes: fazer roupa rapidamente e a baixo custo, para que possamos estar sempre precisando comprar novas. É a chamada obsolescência programada e acontece com vários produtos.

A moda muda a cada semana

Os tempos em que a indústria da moda só dominava 2 temporadas: primavera-verão e outono-inverno, ficaram no passado. Os fabricantes atuais já usam a estratégia das micro tendências. Praticamente toda semana, as lojas recebem novidades da moda para despertar seu desejo, fazendo com que gaste mais.

Imagem de capa depositphotos
--1-
45k