Incrível
Incrível

10 Coisas que é melhor não fazer em cafés e restaurantes para não passar uma má impressão

Antigamente, uma saída para um restaurante era considerada um evento especial, para o qual as pessoas preparavam-se com antecedência. Hoje em dia, porém, isso tornou-se algo comum e — salvo poucas exceções — não há necessidade de um dress code ou mesmo exige um conhecimento mais profundo de etiqueta. Apesar disso, saber as regras de boas maneiras nunca é supérfluo, afinal, dessa forma você não só causará uma boa impressão nos outros, como demonstrará respeito por eles. Pensando nisso, montamos uma lista com 10 coisas que deve-se evitar fazer em um café ou restaurante para não fugir da etiqueta.

Sentar-se na primeira mesa que achar

A melhor opção é sempre reservar uma mesa com antecedência. Porém, se decidir espontaneamente ir a um café ou restaurante, deve-se primeiramente perguntar ao garçom se há lugares livres. Caso contrário, você pode acabar em uma situação embaraçosa, ocupando a mesa de outra pessoa, e ter de sair.

Pedir muito mais comida do que os acompanhantes

Segundo a etiqueta, o mais apropriado é pedir a mesma quantidade de comida que os seus acompanhantes. Afinal, não é de bom-tom — nem agradável — quando as outras pessoas terminam de comer e apenas ficam sentadas esperando alguém terminar sua enorme refeição.

Começar a comer antes dos acompanhantes

Segundo as regras de etiqueta, deve-se começar a comer quando todos os acompanhantes à mesa tiverem recebido seus pratos. Assim como apontado acima, começar a degustar o alimento enquanto os outros apenas assistem pode criar uma situação desagradável. Contudo, se os pedidos tiverem um tempo de preparo muito diferente, então quem estiver aguardando convida os demais a iniciar a refeição.

Limpar o rosto e as mãos com guardanapo de pano

Aqui, o principal é lembrar-se disto: os guardanapos de pano devem ser colocados sobre as pernas, enquanto os de papel servem para limpar a boca e as mãos. Caso não haja guardanapos de papel na mesa, então pode-se usar o de pano, mas apenas o encostando levemente nos lábios ou passando-o cuidadosamente nos dedos que deseja limpar.

Portanto, limpar o rosto com ele, cuspir caroços de azeitona ou mesmo restos de comida é bastante desaconselhado. Além disso, não se deve prender o guardanapo de pano na gola da camisa ou na cintura. Caso precise sair temporariamente da mesa, para ir ao banheiro, por exemplo, recomenda-se colocar a peça sobre a cadeira. E quando terminada a refeição, opte por colocá-la na mesa, à esquerda do prato.

Não deixar gorjeta

Deixar gorjeta, no fim, é uma decisão voluntária, porém bastante aconselhável na maioria dos países. Se ficou satisfeito com o trabalho do funcionário e deseja agradecê-lo, pode adicionar uma quantia de 10–15 % ao valor da conta — essa costuma ser a porcentagem média recomendada para as gorjetas. E você pode dar o agrado tanto em dinheiro como de maneira virtual, usando os aplicativos financeiros para fazer um Pix, por exemplo. Em alguns países, como no Brasil, é costume calcular o valor da gorjeta diretamente na conta, sendo sua inclusão no pagamento voluntária. Por outro lado, em alguns países asiáticos, como na China e no Japão, não é costume deixar gorjeta.

Colocar o guardanapo sujo no prato

Como vimos acima, os guardanapos de papel devem ser usados para limpar as mãos e a boca. Após usado, o item deve ser bem dobrado e colocado ao lado do prato, mas em nenhuma circunstância dentro dele. Além de deselegante, pode soar desrespeitoso com os funcionários do estabelecimento. E se você deixar um guardanapo cair no chão por acidente, em vez de contorcionar-se para poder pegá-lo diretamente da cadeira, você pode sempre avisar ao garçom, que o recolherá sem problemas.

Pegar o saleiro ou outros utensílios de uma mesa próxima

Caso na sua mesa não tenha saleiro, pimenteiro ou outros utensílios necessários para desfrutar o seu prato, mas você os veja dispostos em uma próxima, simplesmente ir até lá e pegá-los por conta própria não é ideal. Basta chamar o garçom e pedir-lhe o que deseja.

Adiantar-se e servir comida aos acompanhantes

Evidentemente, não se deve servir a comida no prato usando seus próprios talheres. Da mesma forma, não é recomendável usar os talheres de outra pessoa caso deseje ser cortês e servi-la. Nesse caso, a melhor opção é passar a travessa com o alimento para perto do acompanhante para que ele mesmo possa servir-se, e na quantidade que desejar.

Inclinar-se para beber de um copo com canudo

Essa regra de etiqueta ajuda a deixar o ato da alimentação mais estético e prático. Segundo ela, deve-se levar a comida à boca, e não o contrário. E o mesmo é válido para as bebidas com canudo: a melhor opção é pegar o copo e levá-lo até a boca em vez de inclinar-se sobre ele, encurvando todo o corpo, para poder beber.

Afastar o prato ao terminar de comer

Ao finalizar a refeição, não se deve afastar o prato de si. Além disso, também não é recomendado que quem terminou de comer afaste sua cadeira da mesa, isso é deselegante.

Qual a sua opinião sobre as regras de etiqueta? Costuma segui-las no dia a dia ou acha que elas devem ser usadas apenas em ocasiões especiais? Conte para a gente na seção de comentários.

Incrível/Curiosidades/10 Coisas que é melhor não fazer em cafés e restaurantes para não passar uma má impressão
Compartilhar este artigo