10 Coisas sobre o Japão que deixam o país entre o inusitado e o encantador

O Japão é um país rico culturalmente e repleto de tradições e encantos que chamam a atenção de qualquer estrangeiro. Mas não é apenas isso que ele tem a oferecer... Na Terra do Sol Nascente também é possível encontrar coisas que são, no mínimo, curiosas para quem é de fora, e a lista vai longe, viu? Passando por centenas de sabores de um doce popular até serviços de "aluguel’ de pessoas.

Para mostrar um pouco das peculiaridades desse país encantador, o Incrível.club separou 10 exemplos de coisas bem diferentes e “totalmente japonesas” que você pode conferir a seguir!

1. Restaurantes para quem não quer interagir com outras pessoas

Existem restaurantes no Japão que são perfeitos para as pessoas introvertidas. Neles, os clientes fazem o pedido e são atendidos sem precisar falar com ninguém. As mesas, que são individuais, possuem divisórias para que ninguém interaja com quem está ao lado.

Já a comida pode ser servida por um espaço onde é possível ver apenas as mãos de quem está realizando a entrega, fechado logo depois. Ou seja, zero interação.

2. Centenas de sabores de Kit Kat

O Kit Kat é popular em todo o mundo, mas no Japão é uma verdadeira obsessão. Existem centenas de sabores, desde os mais tradicionais até os mais exóticos, como de batata doce e maple syrup.

É bem comum encontrar alguns sabores sazonais, como o de flor de cerejeira, e outros que são vendidos apenas em algumas regiões do país.

3. Dezenas de sabores diferentes de Fanta

Você está acostumado apenas com a Fanta laranja e a uva? Pois saiba que no Japão existem dezenas de sabores diferentes dessa bebida. Algumas delas são até “comuns”, como a de maçã. Porém, existem outras bem diferentes, como a de socata, que é a flor do sabugueiro, de limão e até de iogurte de tangerina.

4. Um hotel onde todos os atendentes são robôs

O Japão é um país que está bem à frente na área da tecnologia. Um exemplo disso é o primeiro hotel do mundo onde todos os empregados são robôs.

No Henn na Hotel (que em japonês significa, literalmente, “hotel estranho”), desde os atendentes até os carregadores de malas são robôs. Lá, você até pode ser atendido por um dinossauro que fala inglês na recepção .

5. Possibilidade de comprar quase qualquer coisa nas máquinas de venda automática

As máquinas de venda automática do Japão, chamadas konbinis, vendem quase tudo e são muito populares. Elas se encontram espalhadas por todo o país e são fáceis de usar. Nelas, é possível comprar bebidas e lanches comuns, mas também coisas que a gente não imaginaria serem vendidas em uma máquina automática, como lamen, batata-frita ou frango frito.

Não é incomum encontrar objetos como celulares, guarda-chuvas e até insetos de brinquedo. Algumas vão além e vendem itens secretos. Ou seja, só dá para saber o que você comprou depois de tirar da máquina.

6. Enquanto no Brasil e em outros países as privadas costumam ser comuns, tal como as conhecemos...

No Japão, elas são realmente muito tecnológicas!

No Japão, os vasos sanitários costumam possuir dezenas de funcionalidades, como a possibilidade de aquecer o assento, de tocar algum som para disfarçar o barulho e de escolher o tipo de jato de água para o bidê.

Algumas ainda possuem opções como secador, além de um mecanismo para dispersar os cheiros. São tantos os botões que os estrangeiros que vão ao país pela primeira vez costumam ficar perdidos.

7. Frutas que podem custar pequenas fortunas

É comum dar frutas de presente no Japão e muitas delas são vendidas a preços exorbitantes. Para você ter uma ideia, um melão pode ser encontrado nos mercados por valores que variam entre R$160,00 a R$1.000,00.

Isso acontece devido a todo o aparato de técnicas que os agricultores de lá utilizam para produzir frutas com o aspecto quase perfeito. Eles controlam tudo. Desde o seu formato até artifícios para fazer com que elas fiquem ainda mais doces.

8. Empresas que “alugam” um namorado ou namorada

Existem várias empresas nas quais é possível “alugar” um ator para se passar por namorado(a), amigo ou até mesmo alguém da família. As regras para os encontros são definidas com antecedência e podem incluir pedidos para segurar as mãos, por exemplo.

9. Cafeterias cheias de gatos

No Japão existem várias cafeterias que são o paraíso para os amigos dos gatos, os cat cafés. Nesses locais os clientes podem interagir com os bichanos, pagando uma taxa pelo serviço e seguindo as regras, enquanto desfrutam uma bebida.

Eles também costumam vender petiscos especiais, caso alguém queira tentar a sorte e fazer amizade com algum dos bichanos.

10. Um espaço da casa apenas para deixar os sapatos usados na rua

Muitos japoneses não entram em casa de sapatos. Isso para evitar trazer poeira ou outras impurezas da rua. Por isso, a maioria das casas possuem um espaço logo na entrada que é reservado para deixar os sapatos que forem usados na rua.

genkan, como é chamado, geralmente tem o piso mais baixo que o resto da casa. É costumeiro deixar chinelos logo depois desse espaço. Tanto para as pessoas que moram na casa quanto para as visitas.

E você, conhece outra particularidade desse ou de outro país que acredita que todos deveriam saber? Conte para nós na aba dos comentários!

Compartilhar este artigo