Incrível

Tartaruga gigante de 100 anos salva sua espécie de extinção sendo pai de 800 filhotes

As tartarugas-gigantes da espécie Chelonoidis hoodensis chegaram a estar em grande perigo, porque restavam apenas 12 fêmeas e 3 machos no mundo. É impossível imaginar a sobrevivência desses animais com apenas 15 representantes! E eles conseguiram resistir, graças a Diego, a tartaruga que tinha uma missão simples, mas importante: reproduzir o máximo possível.

Nós do Incrível.club adoramos boas histórias e queremos compartilhar com você a incrível jornada de Diego, a tartaruga que ajudou a salvar a espécie.

Conheça este herói!

Há vários anos, a população da espécie Chelonoidis hoodensis, conhecida por tartaruga-gigante, estava prestes a ser extinta: restavam menos de 20 representantes dela no mundo, devido às atividades humanas.

Essas são as maiores tartarugas existentes no mundo e vivem apenas nas Ilhas Galápagos, localizadas no Equador, e no atol de Aldabra, nas Ilhas Seychelles. Na época, Diego estava morando no zoológico de San Diego e nem suspeitava que salvaria o mundo de viver sem tartarugas gigantes como ele.

Na década de 1960, o Ministério do Meio Ambiente do Equador decidiu iniciar um programa especial de reprodução para salvar a Chelonoidis hoodensis. Foi quando Diego foi escolhido para a missão. Ele foi levado para um centro de recreação específico onde, junto com o restante das tartarugas, começou o trabalho contra a extinção da espécie.

Missão cumprida!

Agora, após 40 anos, o programa de criação foi encerrado com sucesso, porque existem tartarugas suficientes para manter a população da espécie na ilha. Mais de 2 mil bebês desses animais nasceram nesse período e 40% deles são descendentes de Diego.

Diego tem agora mais de 100 anos e é um pai feliz de 800 bebês. Ele e outras tartarugas serão libertados em março de 2020, onde continuarão sua vida familiar pacífica. A população da espécie Chelonoidis hoodensis ainda está em perigo, mas fora de estágio crítico.

Existem espécies ameaçadas de extinção em sua região? O que está sendo feito para salvá-las? Por favor, conte para a gente nos comentários!