Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Índia proíbe o encarceramento de pássaros em gaiolas e vamos explicar tudo sobre essa inédita decisão

Índia proíbe o encarceramento de pássaros em gaiolas e vamos explicar tudo sobre essa inédita decisão

7-13
263

Os pássaros desempenham inúmeras funções importantes nos ecossistemas, portanto, ao capturá-los e mantê-los em gaiolas, os seres humanos não somente prejudicam a manutenção natural do meio ambiente, como também os impedem de usufruir das riquezas naturais e de explorar a imensidão do céu.

Por isso, em uma decisão histórica, a Índia — que já promoveu outras grandes ações a favor da causa animal — decidiu proibir o encarceramento de pássaros em gaiolas no país, assegurando um direito intrínseco à vida e existência dos bichos: o de voar.

O Incrível.club trouxe, então, os detalhes acerca dessa admirável decisão, que tanto serve de inspiração para nós, e de exemplo a ser seguido por todo o planeta. Confira só!

Uma decisão histórica

Imagine nascer completamente livre, e de repente, sem merecer, ver-se delimitado a viver num espaço ínfimo, impedido de desfrutar de sua própria natureza. Essa é a realidade de milhares de animais que, anualmente, são enclausurados e têm seu bem-estar e suas vidas colocados em risco. Muitas vezes, tendo em vista a nossa satisfação, acabamos por sustentar essa situação inconscientemente, comprando esses bichos.

A Índia, portanto, em uma decisão histórica, deu o primeiro passo para acabar com esse hábito: o país proibiu oficialmente o encarceramento de pássaros em gaiolas, como noticiou o Economic Times, um dos jornais locais de Nova Deli. O juiz responsável pelo ato, Manmohan Singh, disse: “Tenho claro em minha mente que todos os pássaros têm direitos fundamentais de voar nos céus e que os seres humanos não têm o direito de mantê-los presos em gaiolas para satisfazer os seus propósitos egoístas ou o que quer que seja”.

A grande vitória dos bichos: o amor pelos animais e a garantia de direitos

Com a lei decretada, houve algumas críticas, mas a Suprema Corte indiana fez questão de ressaltar a importância de respeitar a natureza e todas as suas criações: “Eles merecem compaixão. Pássaros têm direitos fundamentais que incluem o direito de viver com dignidade e não podem ser submetidos à crueldade por ninguém”. Um posicionamento, no mínimo, inspirador e reflexivo!

Aliás, é bem contraditório aprisionar o animal que é o mais profundo símbolo da liberdade e independência — uma criatura que nasceu para ser livre. Agora, no território indiano, os lindos bichinhos podem formam pares, criar laços, fazer ninhos, e o mais importante: protegidos por lei, coisas que, outrora, não seriam possíveis num espaço solitário e minúsculo feito o de uma gaiola.

Um país que luta para defendê-los

Essa não é a primeira vez que a Índia age em prol dos animais, de forma a reconhecê-los como seres sencientes com direitos fundamentais. Diferentemente do resto do mundo, o país possui um histórico favorável à causa. Em 2013, o Tribunal Superior indiano baniu shows com golfinhos cativos, citando como justificativa a demasiada inteligência dos animais marinhos, o que possibilitava considerá-los “pessoas não humanas”.

Ademais, também não é permitido que os cosméticos produzidos no país sejam testados em animais, assim como luta de cães e sacrifícios em rituais religiosos. O principal fim é mantê-los preservados e seguros, garantindo seus direitos básicos.

A importância de se conscientizar

Esse é, sem dúvidas, um grande exemplo da Índia para todo o mundo! Todavia, adquirir pássaros nem sempre está atrelado à maldade, talvez o que haja de mais agravante é a falta de informações. É bem pouco provável que as pessoas ao verem animais à venda numa feira saberão distingui-los entre espécies silvestres ou domésticas, de modo que as questões legais ou morais a respeito do confinamento de bichos silvestres ficam em segundo plano, despercebidas.

Por isso, antes de comprar qualquer um desses animais, lembre-se de que eles têm funções ecológicas importantes. Não somente espalham sementes, como também ajudam no equilíbrio fitoecológico e podem, inclusive, ser predadores de pestes. Logo, é preciso que voem em liberdade. E se você gosta de ouvir o seu canto, com toda a certeza, garantimos que ele é muito mais bonito e ávido na natureza, basta uma árvore por perto para conseguir ouvi-los. Em terras nacionais, a ONG Save Brasil é uma das inúmeras organizações que lutam com afinco pela preservação das aves, aqui é possível conhecer o lindo trabalho que fazem.

E os pássaros agradecem!

Toda grande mudança só é possível através da nossa conscientização. Você já fez algo a favor dos direitos dos animais? Qual dica você daria para os outros leitores que querem ajudá-los? Deixe sua sugestão na aba destinada aos comentários!

Imagem de capa Couleur / Pexels
7-13
263