Incrível
Incrível

Como escolher o animal de estimação perfeito para sua alma e suas finanças (nós guardamos o melhor para o final!)

Quantas vezes acontece de uma pessoa querer ter um animal de estimação em casa, mas também muitas dúvidas sobre isso? E se pessoas alérgicas até podem se aproximar de animais para entender se algum deles os causa coceira ou espirros, a questão fica muito mais complicada com outros problemas. Por exemplo, se você está ocupado no trabalho ou tem um pequeno apartamento, pode entender que seu animal de estimação terá dificuldade de viver com base em suas regras, mas só saberá quando ele já estiver na sua casa. Então, será tarde demais para mudar de decisão.

No Incrível.club escolhemos diferentes tipos de animais de estimação que você poderia adotar dependendo de suas possibilidades e, além disso, dissipamos vários mitos a respeito deles. Esperamos que, com a ajuda deste texto, seja mais fácil encontrar seu amigo e parceiro perfeito!

Se você é muito ocupado e passa bastante tempo fora de casa

  • Funcionam bem: animais que exijam um cuidado mínimo e que também tenham pouca necessidade de se comunicar com uma pessoa. Neste grupo, estão os peixes, cobras e tartarugas... Eles lhe trarão paz e tranquilidade após um árduo dia de trabalho. Você também pode considerar raças autossuficientes de gatos, como o britânico e o azul russo, por exemplo.
  • Não funcionam bem: cachorros de raças muito ativas, como huskies, border collies e Jack Russell Terriers, assim como gatos que demandam cuidados mais intensos, como o persa e o ragdoll, entre outros.

Se você tem filhos ou pensa em ter um num futuro próximo

  • Funcionam bem: claro, o ideal seria um animal de estimação que é uma babá ao mesmo tempo. E quase ninguém será capaz de fazer melhor este papel do que um cachorro. Encontramos até certas raças que são excelentes para se comunicar com as crianças. Entre eles, destacam-se o collie (quem não conhece o filme Lassie?), o labrador e o golden retriever.

    Se a criança já cresceu, você vai querer agradá-la e, ao mesmo tempo, ensinar-lhe a responsabilidade, então pode optar por um coelho. Seu cuidado é simples, mas suficiente para a criança aprender a prestar atenção aos outros.

  • Não funcionam bem: raças agressivas e difíceis de cães e gatos. Claro, existem exceções em cada regra e o comportamento do animal de estimação depende em grande parte de seus mestres. No entanto, não vale a pena arriscar a compra de um cão lobo checoslovaco, um pastor-do-cáucaso ou um cão de guarda de Moscou, se você não tem 10 anos de experiência trabalhando com esses animais e não quer testar com seu filho. Não é recomendado começar com gatos siameses, conhecidos por sua natureza rebelde, nem com os gatos-de-bengala e híbridos, como o chausie e o savannah.

Se você tem um apartamento pequeno

  • Funcionam bem: cachorros pequenos, como maltês, miniatura russo e buldogue francês. No entanto, isso não significa que você precise, necessariamente, ter um animal de estimação de tamanho reduzido.

    Os cães São Bernardo, por exemplo, estão entre os mais preguiçosos de todos e não precisam de muito espaço. Mas esteja preparado, porque eles são muito lentos, você terá que remover os pelos de todos os lugares e fazer longas caminhadas com eles. Se isso não o assusta, esse animal grande e peludo vai se sentir bem confortável em sua casa.

    Entre os gatos, preste atenção às raças Napoleão e Munchkin (algumas das menores), bem como às exóticas, como o Ragamuffin (um dos felinos mais preguiçosos). Por outro lado, você também pode ter um furão ou periquitos, que se encaixam perfeitamente em um pequeno apartamento.
  • Não funcionam bem: cães ativos e a maioria das grandes raças. Assim, galgos e dogos terão realmente pouco espaço em um apartamento. Claro, se você está disposto a dedicar várias horas diárias para organizar atividades físicas ativas com seu cão, apesar de tudo, então, talvez possa optar por este animal de estimação. E os gatos abissínios e orientais, procurando liberar sua energia, podem, por exemplo, acabar em cima do seu lustre. Ou começar a correr pelas paredes!

Se você não tem experiência

  • Funcionam bem: os ratos. Esses roedores não são complicados de cuidar e geralmente não causam muitos problemas. No entanto, graças ao seu intelecto e sua capacidade de amar seu dono, eles serão bons para conversas sinceras e jogos conjuntos, como se fossem um cachorro ou um gato. No entanto, infelizmente, eles não vivem muito tempo. Mas durante esses 3 anos de vida, em média, é possível entender se você está pronto ou não para mais responsabilidade: por exemplo, cuidar de um cachorro.

    Em relação a cães e gatos, talvez a melhor opção seja escolher o animal de estimação de um abrigo. Muitas vezes, mestiços ou animais sem raça definida tendem a ser mais saudáveis, inteligentes e ligados ao seu dono do que animais de estimação de sangue azul. Desta forma, haverá menos problemas e preocupações, e o prazer será o mesmo ou até maior.
  • Não funcionam bem: as raças de cães difíceis de treinar ou animais que geralmente têm problemas de saúde. Para continuar sendo o dono da casa depois de aparecer, por exemplo, um pastor da Ásia Central, você precisa de conhecimento e uma boa dose de experiência. Caso contrário, seu animal de estimação irá treiná-lo rapidamente, então você terá medo de fazer algo de que ele não goste.

Se seus recursos econômicos são limitados

  • Funcionam bem: os típicos peixes de aquário (guppy, peixinho-dourado), hamsters, camundongos, cobaias e tartarugas terrestres. Os gatos mais simples também assumem um baixo custo em termos de cuidado (se estiverem saudáveis, é claro).
  • Não funcionam bem: raças de cães grandes (já que comem muito) e cães com pelo longo, animais exóticos, gatos de raças raras e com um pelo “de luxo”, uma vez que requerem produtos e cuidados especiais.

Se você gostaria de ter “alguém especial”

  • Funcionam bem: animais exóticos. Às vezes, acontece de cachorros e gatos simplesmente não atraírem mais, e peixes de aquário, anfíbios e répteis não parecerem mais interessantes. Então, preste atenção às espécies de aves raras que sejam permitidas pelo Ibama, híbridos diferentes e... versões em miniatura de animais de fazenda. Neste grupo encontramos miniporcos, minicavalos e minicabras.

    No entanto, existem vários “MAS” a serem considerados antecipadamente:
  1. Estes animais não são apenas caros em si, mas o cuidado com eles custará somas altíssimas.
  2. Será muito complicado encontrar um especialista neste tema (para adestramento ou cuidados médicos), motivo pelo qual é bom pensar nisto por um bom tempo.
  3. Eles precisam de condições especiais para o seu cuidado. Há sapatilhas especiais para casco
    e fraldas para minicavalos, por exemplo, mas ainda assim é melhor tê-los em um pátio nos
    fundos de casa.
  • Não funcionam bem: os animais de estimação mais populares, como gatos e cães comuns, peixes, hamsters ou periquitos.

Se você sonha com um animal de estimação que alegre sua vida sem precisar de nenhum cuidado

  • Funciona bem: uma pedra sorridente. Você pode se gabar disso na frente de seus amigos, ao mesmo tempo em que não terá que cuidar dela. Bem, quase, já que será preciso tirar a poeira a cada seis meses.

Que regras você seguiu ao escolher seu animal de estimação e quais problemas encontrou? Compartilhe seus pensamentos nos comentários.

Incrível/Animais/Como escolher o animal de estimação perfeito para sua alma e suas finanças (nós guardamos o melhor para o final!)
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos