Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Animais que mudaram significativamente depois de encontrar um lar

“Infelizmente, o abrigo não pode substituir um lar para os animais, mesmo proporcionando condições perfeitas. Cachorros e gatos devem ter donos” — afirmam alguns defensores dos direitos dos animais. Levando em conta que a rua possui condições ainda menos favoráveis para sobreviver, é fundamental perceber a importância de adotar animais abandonados, pois esse é mais um passo para construir um mundo melhor.

Incrível.club acredita que os relatos a seguir sobre bichos sortudos que encontraram novos donos vão alegrar o coração de qualquer um. Além disso, o bônus no final do post mostrará duas histórias provando o quão é importante manter a paciência para encontrar seu pet perdido.

“Ele saiu do abrigo muito assustado, mas se tornou um garoto lindo e confiante um ano depois”

“Este gatinho estava preso na lama congelada no frio quando o encontramos. Após alguns meses no abrigo, ele foi adotado por uma família bondosa”

“O buldogue inglês Boris, de seis anos, acabou de encontrar um novo lar. Infelizmente, seu antigo dono deixou de ter condições para cuidar dele”

“Algumas fotos da nossa Artemis: o último dia dela no abrigo, as primeiras duas semanas em casa e um mês depois”

“Este é o nosso amigo resgatado chamado Nimbus. Estava chovendo quando encontramos o gatinho em uma caixa de pizza na rua. Primeiro, ele tinha medo de nós, mas agora parece se sentir à vontade”

“A primeira foto da Eleanor foi tirada no abrigo, quando ela era mais quieta e fechada. Já faz três meses desde que ganhou um novo lar e uma vida feliz”

“Passamos a semana inteira tentando pegar esta gata na rua em pleno inverno e durante alguns meses ela ainda se escondia pela casa. A segunda foto foi tirada um ano e meio depois disso”

“Encontrei esta pequena em uma lixeira. O meu gato mais velho se tornou um ótimo pai adotivo”

“Este bonitão se chama Zeus e antes era um gato de rua”

“Quero lhes apresentar o Poundcake. Ele é cego e surdo, mas costuma me seguir por toda parte e sabe diferenciar o meu humor. Adotei-o há quatro anos, e, durante esse tempo, ele me ajudou mais do que eu o ajudei”

“Este é o Mochi, um gato que adotei em um abrigo, que, por sua vez, o tinha encontrado na rua com um fêmur quebrado”

“A Stella passou a morar com a gente em março. A segunda foto mostra ela, dois meses depois. Infelizmente, nossa garota ainda precisa de assistência veterinária”

“Resgatamos um cachorro durante uma inundação. Na primeira foto, passando seu primeiro dia na nova casa. Na segunda, se passaram cinco anos”

“Adotei-o há duas horas. Ele passou um tempo ronronando até pegar no sono”

“A Mary se perdeu ou foi expulsa de casa quando filhote e foi encontrada usando uma coleira que apertava seu pescoço. Agora, a Mary mora com uma amiga minha e está procurando um lar”

Um filhote de gambá resgatado se aquecendo no carro

“Este сhihuahua foi resgatado junto com mais 50 cães de uma casa precária. Agora ele parece muito melhor”

“Encontrei este garoto, desgrenhado e cheio de pulgas, no estacionamento do meu trabalho. Não queria ter um gato, mas sua bondade me conquistou. Na segunda foto, mostramos meu amigo nove meses depois”

“Há três meses, adotamos o nosso garoto em um abrigo. Ele sofria de falhas na pelagem e tinha manchas vermelhas de alergia no rosto. Agora está mais bonito”

“Adotamos a Ivy, pequena e feroz, em um abrigo. Agora, ela é a mais bonita destruidora de caixas de papelão”

Um policial encontrou a Bella na beira de uma rodovia lotada. Agora ela está feliz, pois tem uma nova casa e até mesmo uma conta no Instagram

Bônus № 1

  • Estes gatinhos perdidos me seguiram até a minha casa. No dia seguinte, encontrei seus donos. Gostei da companhia dos bichanos. © ina_oldman / Reddit

Bônus № 2

  • Trabalho como gestor de tráfego e consegui encontrar o gato perdido da minha esposa em seis dias. Fui o último a descobrir que ele tinha sumido. Após quatro dias de busca, nada do felino. Sabia que deveria agir rapidamente, então apliquei a seguinte estratégia:
    1. Comecei a seguir todas as páginas da minha cidade que postam anúncios sobre animais perdidos e encontrados e compartilhei uma publicação sobre o desaparecimento do gato acompanhada de suas fotos.
    2. Criei o meu próprio grupo, postei a mesma publicação e configurei o público-alvo: o anúncio seria mostrado para todos os usuários que moravam a 500 metros do apartamento da dona.
    3. Distribuímos cerca de 100 anúncios impressos no bairro para quem não tem conta nas redes sociais.
    4. Recebi seis mensagens de pessoas oferecendo ajuda na busca do gato, e uma mulher enviou uma foto de um bichano parecido que tinha encontrado em seu condomínio.
    5. No final das contas, o vizinho dela tinha resgatado o gato de minha esposa.
    Gastei aproximadamente 75 reais com a divulgação do anúncio. Como recompensa, levei uma cesta de frutas para o homem. © WSZone / Pikabu

Você conhece alguém que já resgatou um animal? Talvez você mesmo também tenha adotado um bichinho? Compartilhe com a gente suas fotos e histórias!