Incrível
Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

16 Fatos curiosos e pouco conhecidos sobre alguns animais

3-35
59k

Por causa do nosso estilo de vida urbano e por cada vez menos existir um contato com a natureza, a maioria das pessoas tem apenas um conhecimento superficial sobre os animais e suas características físicas e comportamentais. Por exemplo, você sabia que a Onça-pintada tem uma mordida forte o suficiente para quebrar a carapaça de uma tartaruga e que os pombos podem lembrar dos rostos das pessoas que os trataram mal? Fatos curiosos e pouco conhecidos sobre alguns animais são o tema deste post.

Nós, do Incrível.club, adoramos descobrir novos fatos sobre o reino animal e, por isso, preparamos este post recheado de curiosidades pouco conhecidas sobre alguns animais. Acompanhe!

Corvos e pombos conseguem lembrar dos rostos das pessoas

Corvos e pombos podem reconhecer as pessoas e se lembrar de seus rostos. Também foi observado em alguns estudos que essas aves podem guardar ressentimento e raiva das pessoas que se demonstraram agressivas com elas.

Vacas são mais perigosas que tubarões

Anualmente, vacas matam mais pessoas que tubarões. Segundo dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, de 2001 a 2013, as vacas foram as responsáveis pela morte de 60 pessoas, enquanto tubarões tiraram a vida de, em média, uma pessoa por ano. Melhor ter cuidado com elas, concorda?

Uma Onça-pintada pode quebrar a carapaça de uma tartaruga

Dentre os mamíferos, a Onça-pintada ocupa o terceiro lugar no ranking das mordidas mais fortes (perdendo apenas para o leão e o tigre). Suas presas são tão longas e sua mordida tão forte, que ela é até capaz de morder e quebrar a carapaça de uma tartaruga ou o crânio de uma vaca.

O Axolote é capaz de regenerar até o próprio cérebro

O Axolote é uma espécie de salamandra que se destaca pelo fato de ser capaz de regenerar praticamente qualquer parte de seu corpo — patas, pernas, cauda e até partes do coração e cérebro. Mas, as curiosidades sobre esse anfíbio não se limitam apenas à sua capacidade de regeneração.

Todos os órgãos, incluindo os olhos, podem ser transplantados de um indivíduo para outro sem que haja qualquer reação negativa por parte do sistema imunológico do Axolote receptor. Em 1968, cientistas comprovaram que é possível transplantar a cabeça de um indivíduo para outro sem que haja qualquer complicação, tendo o corpo funcionado perfeitamente após o procedimento.

Besouros usam as estrelas para se orientar

Alguns besouros típicos de algumas regiões da África usam a Via Láctea para se orientar quando estão se locomovendo. Às vezes, esses insetos chegam a percorrer quilometros dos buracos onde moram, mas ainda assim conseguem se orientar e voltar para casa. Curiosamente, quando em um ambiente fechado, esses besouros se locomovem de uma maneira caótica, chegando até a andar em círculos.

Elefantes são capazes de se reconhecer no espelho

Os elefantes conseguem reconhecer seu reflexo no espelho. Esse fato indica que o animal tem consciência de si mesmo, o que já foi observado também em alguns macacos e golfinhos.

Uma simples fita adesiva pode manter a boca de um jacaré fechada

Os músculos da mandíbula de um Jacaré-norte-americano são tão fortes que podem fechá-la com uma força comparada a de um caminhão em movimento. Mas, apesar dessa força de compressão incrível, os músculos responsáveis por abrir a cavidade bucal são bastante fracos nesses répteis, sendo possível manter sua boca fechada apenas usando as mãos, uma fita adesiva ou uma liga elástica.

Vacas podem ter melhores amigas

As vacas podem estabelecer relações de amizade com outros indivíduos do rebanho. Foi observado que elas ficam bem menos estressadas quando passam tempo perto de suas amigas. No entanto, no caso contrário, se forem separadas e colocadas em rebanhos diferentes, elas podem começar a sofrer de um estresse severo. E, curiosamente, se passado muito tempo, elas acabam “perdendo” a amizade entre si, não a restaurando mesmo quando reunidas.

Pisque com mais frequência quando estiver olhando para seu gato

Ao piscar o olho você está demonstrando ao gato que não representa nenhum perigo para ele, e que assim ele pode confiar em você. Melhor ainda é piscar lentamente, isso pode ser até um indicativo do seu amor pelo gato. Tudo isso porque, no mundo dos gatos, olhos fechados na presença de outro indivíduo é um dos maiores sinais de confiança.

Este gênero de aranha “cozinha” sua comida na areia escaldante

Armadilha de teia feita simetricamente por uma fêmea do gênero Seothyra na entrada de sua toca

No deserto do Namibe, e em algumas regiões da África do Sul, é possível encontrar aranhas do gênero Seothyra pertencentes a família Eresidae. Elas, geralmente, caçam formigas. Para isso, a aranha fica escondida na areia até sentir as vibrações do movimento dos insetos pela superfície, então, quando as presas se aproximam, ela as prende com sua pata, pressionando-as contra a areia escaldante. O aracnídeo, então, espera até que a vítima seja “cozida” viva para poder comê-la.

As girafas se comunicam usando infrassons

Você sabia que as girafas são capazes de miar, choramingar, rugir, tossir, assobiar, grunhir e relinchar? Fora isso, o mais interessante é que elas são animais bastante sociáveis. A comunicação entre elas acontece através de infrassons, que são frequências sonoras, infelizmente, inaudíveis para o ser humano.

A propósito, especialistas conseguiram decifrar o significado de alguns dos sons emitidos pelas girafas. Por exemplo, quando os indivíduos macho tossem, eles estão demonstrando simpatia a uma fêmea. E quando choramingam, expressam negação ou oposição a outros machos. Se uma fêmea assobiar, então, ela está irritada ou “reclamando” com alguma girafa mais jovem.

Por que os pássaros fazem de todo lugar um banheiro?

Os pássaros não têm o músculo esfíncter. Para ser mais preciso, as aves têm alguns músculos ao redor de sua cloaca, porém eles não se desenvolvem e, por isso, são pouco ativos. Assim, os pássaros não conseguem controlar o processo de evacuação; seus excrementos simplesmente são expelidos à medida que vão se acumulando no intestino.

Os Ocapis eram considerados criaturas míticas até o século XX

O Ocapi, que aparenta ser a mistura de uma zebra com uma girafa, geralmente leva uma vida reclusa na natureza. E é por causa disso que esse animal permaneceu desconhecido pela ciência até o início do século XX. Até então, ele era considerado uma criatura mítica, assim como um unicórnio ou um dragão.

O Peixinho-dourado não deve ser mantido em recipientes nem em aquários pequenos

Os Peixinhos-dourados são frequentemente mantidos em aquários pequenos com um volume menor que 4 L. E mesmo que esses animais sejam bastante resistentes e consigam suportar viver temporariamente em tais ambientes, para que tenham uma vida de fato confortável, eles precisam viver em um local com capacidade de, no mínimo, 20 L de água. O principal problema com aquários pequenos é que esses peixinhos produzem uma enorme quantidade de excrementos e resíduos, o que demanda um sistema potente de filtragem da água. Mas, a informação mais importante é que o peixinho-dourado pode crescer até 25 cm e viver por mais de 20 anos. Poucos sabem disso, pois, geralmente, esses animais são mantidos em aquários pequenos e, por isso, têm seu tempo de vida severamente reduzido, muitas vezes morrendo sem nem mesmo ter se desenvolvido completamente e atingido a idade adulta. E tudo isso devido apenas ao tamanho inadequado do aquário.

Um urso pode ultrapassar um cavalo em uma corrida

Pode até parecer surpreendente, mas os ursos, de fato, são capazes de ultrapassar cavalos em uma corrida. No entanto, apenas em curtas distâncias, pois os ursos não são tão resistentes como os cavalos.

As lontras dormem de mãos dadas

Quando dormem boiando na água, as lontras seguram as patas umas das outras para que não saiam flutuando em direções diferentes durante o sono. Uma cena extremamente fofa, não acha?

Que outros fatos inusitados e pouco conhecidos sobre os animais você conhece? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa pixabay, pixabay
3-35
59k
Compartilhar este artigo