Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

14 Animais que merecem recompensas por sua coragem e inteligência

Muitas vezes não prestamos atenção nos nossos animais de estimação, tomando um latido como um barulho irracional ou um miado como algo fofo, mas sem muito significado. Às vezes achamos estranho ou ridículo o comportamento dos cachorros, gatos e outros animais que estão ao nosso lado. Mas há muitas evidências que dizem que os animais nos compreendem mais do que imaginamos e podem nos ajudar nas situações mais difíceis.

Incrível.club acredita que ter um animalzinho de estimação já é um grande presente do destino. Os heróis, portanto, da nossa seleção abaixo vão contar algumas histórias de como seus animais se mostraram verdadeiros parceiros leais e os ajudaram nos momentos mais necessários. Confira!

  • “Um dia, fui passear com minha cachorra Molly. Eu estava passeando na beira do lago perto de casa quando, de repente, começou a chover. Para evitar fazer o caminho todo de volta, tentei cortar caminho passando por uma área cheia de lama. Ao tentar passar, minha perna ficou presa na lama e eu não conseguia mais sair dali. Eu fui afundando como em uma areia movediça. Nessa hora eu olhei para a minha cachorra e perguntei baixinho: ’Molly, e agora, o que eu faço?’ De alguma forma, ela prendeu as patas nas raízes de uma árvore e se jogou de bruços na lama. Depois levantou, puxando a coleira e, consequentemente, me arrastando para fora da lama. Finalmente consegui me agarrar na árvore e saí dali. Eu ouvi dizer que a força de um cachorro é similar àquela de um homem que pese 3 vezes mais do que o seu peso. Agora eu realmente acredito nisso”. © Cathy Raiser / quora

  • “Meus tios tinham um pastor alemão na fazenda que era chamado de Bison. Quando eu e minha irmã passeávamos pela região do sítio, fomos cercados por diversos cachorros de rua, que latiam e rosnavam. Nessa hora, só nos preparamos para proteger os olhos, mas sabíamos que seríamos atacados. Quando os cachorros fizeram um círculo ao nosso redor, de repente, o Bison veio latindo de longe e correndo, afugentando todos os vira-latas. Depois disso, ele nos seguiu até chegar em casa”. © Даниил Чугаев / TheQuestion

  • “Minha cachorra imediatamente não gostou do rapaz que eu havia conhecido pela Internet. Ela se sentou entre nós dois quando tivemos nosso primeiro encontro, e algumas vezes ainda rosnou para ele. No dia seguinte, eu li no jornal que ele tinha sido preso”. © Denise-Breton-Gendreau / quora

  • “Alugamos um apartamento em uma área perigosa da cidade onde sempre acontecia algum tipo de crime. Morávamos no primeiro andar e meu gato gostava de ficar sentado na janela. Notei que um dia ele começou a ficar nervoso, e quando me aproximei vi um senhor sendo atacado por dois rapazes. Depois descobrimos que eram bandidos. Meu gato pulou da janela nessa hora, afugentou os rapazes e o homem nos agradeceu. Agora eu sempre fico de olho no meu gato, ele já salvou uma menina, um adolescente, uma senhora, uma mãe com seu filho e meu irmão”. © Подслушано / vk

  • “Há 17 anos houve o seguinte caso: minha mãe mandou eu tomar conta do meu irmão mais novo, que tinha 1 ano e 6 meses na época. Como uma criança de 6 anos, eu fingia que ficava de olho nele, mas não prestava muita atenção nisso. Minha mãe chegou para ver como nós estávamos e ficou pálida quando notou que seu filho mais novo não estava lá. Todos entramos em pânico tentando entender onde poderia estar a criança. Nossa cachorra, Aza, estava lá para nos ajudar e mordia minha perna tentando nos levar para a direção contrária da qual estávamos indo procurar o bebê. Seguimos a cachorra pela rua e encontramos meu irmão mais novo sentado na beira da estrada que tinha perto de casa”. © Евгения Долгая / TheQuestion

  • “Minha mãe estava com um enorme abcesso na zona da axila. Ela precisava dormir com o braço levantado porque era muito doloroso. Nossa gata, que na época era praticamente um bebê, subiu na cama e deitou com a barriga em cima do machucado. Ela dormiu assim a noite inteira. Na manhã seguinte, o abcesso tinha sarado! Nossa gata morreu há 10 anos, mas nunca esquecemos dela”. © Ольга Бабкина / TheQuestion

  • “História da minha avó. Ela tinha um gato britânico e ele era bem brabo: arranhava e mordia o tempo todo. Um dia minha avó adoeceu e a pressão dela subiu demais. Antes de conseguir chegar ao telefone para pedir ajuda, ela desmaiou. O gato correu e começou a morder a mão dela. Dessa forma, ele conseguiu acordar minha avó para que ela pudesse ligar para a emergência. E o gato viveu por mais 5 anos, mesmo depois de ter sido atropelado por um carro”. © Рината Искандерова / TheQuestion

  • “Uma vez convidei um rapaz para me visitar em casa. Minha gata já estava acostumada com estranhos em casa por conta do meu treinamento diário, mas, dessa vez, foi diferente. Ele aparentava ser uma pessoa normal, mas ela pulou em cima dele assim que ele se sentou no sofá e o mordeu. Nunca tinha visto ela fazer nada parecido. Depois descobri que ele tinha transtorno de personalidade e ficava muito agressivo. De alguma forma, a gata estava tentando me avisar, e eu acabei me afastando daquele rapaz”. © Manuela Heinzel / quora

  • “O cachorro do meu ex-namorado foi o ‘responsável’ pelo término do nosso namoro. Tudo corria bem até o dia em que o cachorro roeu o fio do meu notebook. Meu ex se recusou a pagar pelo conserto, visto que o cachorro era dele, e nem quis ajudar a arcar com os gastos. Depois disso, o cachorro roeu meu fone de ouvido, meus sapatos, e assim por diante. Ele nunca se dispôs a ajudar financeiramente e sempre dizia: ‘Estas são as SUAS coisas, a responsabilidade é sua por não ter tomado conta’. Eu não fiquei brava com o pobre cachorro: a culpa é do dono que não ensina bons modos para seu animal. Depois disso, nós terminamos o namoro e eu agradeço ao cachorro que abriu os meus olhos para ver a pessoa que ele realmente era”. © Подслушано / vk

  • “Eu tenho diabetes tipo 1. Uma noite, quando eu estava dormindo, o nível de açúcar no meu sangue caiu tanto que eu estava à beira de um colapso. Meu cachorro me acordou e começou a lamber meu rosto para facilitar a minha respiração. Logo, então, minha mulher acordou e me trouxe um suco de laranja. Infelizmente, nosso cachorro desapareceu alguns anos atrás”. © DarthContinent / reddit

  • “Quando eu era criança, uns 2-3 anos de idade, me queimei severamente — 70% do corpo. Tive de aprender a andar novamente, mancava bastante. Mas eu tinha um amigo fiel que me ajudou a recuperar o equilíbrio novamente — meu poodle. Ele andava junto a mim nas patas de trás, e eu o segurava pelas patas da frente. Hoje em dia, eu não tenho mais esse cachorro, mas eu sempre lembro dele com muito amor no coração. Eu sou apaixonado por cachorros em geral”. © Подслушано / vk

  • “Eu tinha um amigo que detestava cachorros. Se ele passasse perto de algum cão, ele podia gritar e depois passava a noite reclamando de como os cachorros são animais chatos e inúteis. Foi assim até o dia em que ele ficou preso em escombros. Um prédio enorme caiu e ele foi um dos poucos sobreviventes. Quando ele estava preso, quem o salvou foi um cachorro chamado Dan. E o que faz esse meu amigo hoje? Tem o próprio cachorro e trabalha em um centro de cães-guias. É assim que um animal pode mudar completamente a vida de uma pessoa”. © Подслушано / vk

Você já presenciou algum comportamento heroico dos seus animais em casa? Comente!

Imagem de capa mila9292 / pikabu
Compartilhar este artigo