Incrível

10 Cidades e instituições brasileiras com lindas campanhas contra o abandono de animais

----
410

O abandono de animais é um grande problema e, em alguns casos, chega a ser uma questão de saúde pública, já que causa desequilíbrios ambientais e mesmo riscos de transmissão de doenças no caso de os bichos não terem tratamento veterinário ou alimentação adequada. Cientes dessa situação, algumas prefeituras e instituições pelo Brasil afora promovem campanhas que visam a acabar com esse problema.

A atitude de deixar um animal à própria sorte já é, por si, cruel. Mas nos finais de ano, ganha contornos mais dramáticos, já que é o período em que muitas famílias planejam viajar e muitas vezes acabam descartando os pobres bichos. A justificativa de não ter com quem deixá-los é a mais comum, mas desculpas para deixar os pets na rua não faltam. Muitos ganham de presente (um presente não necessariamente desejado, dizem), outros adotam por impulso sem ter em mente que, dependendo da espécie, um animal pode viver por décadas.

Incrível.club traz para você 10+ campanhas organizadas pelos mais variados órgãos e que têm como objetivo ajudar animais abandonados e conscientizar as pessoas para que façam uma adoção consciente. Afinal, pets não são coisas ou brinquedos e muito menos algo que se possa descartar.

Abandono de animais é crime!

Código Penal brasileiro prevê, em seu art. 164, a figura do abandono de animal. Qualquer um que tenha conhecimento desse tipo de crime pode acionar uma delegacia e registrar a denúncia, inclusive de forma anônima.

  • A lei considera crime “introduzir ou deixar animais em propriedade alheia, sem consentimento de quem de direito, desde que o fato resulte prejuízo”.
  • A pena é de 15 dias a 6 meses de detenção ou multa.

1. Campanha em Santos — SP

A campanha na cidade do litoral paulista começou no final de 2018 e tem a intenção de orientar a população sobre o abandono de animais de estimação. A ideia é evitar o problema, que aumenta muito no período próximo às festas de final de ano, quando as pessoas viajam e não têm onde deixar seus animais. A prefeitura ainda faz conscientização nas escolas e instalou totens com sacos para descarte da sujeirinha dos pets.

2. Mogi das Cruzes possui sua própria lei contra abandono

A prefeitura da cidade do Interior de São Paulo aprovou uma lei punindo quem abandona, proposta da vereadora Fernanda Moreno. A ideia surgiu justamente por conta da “adoção irresponsável” dos bichinhos. O centro de zoonoses da cidade disponibiliza gratuitamente castração e informações sobre a microchipagem dos pets.

3. Lençóis Paulista tem de 30 a 40 abandonos por mês

A cidade, que fica na região centro-oeste paulista, também tem buscado enfrentar o problema do abandono de animais de estimação. De acordo com uma pesquisa da Coordenadoria de Saúde Animal, cerca de 30 a 40 cães e gatos são deixados nas ruas por mês. Para minimizar o problema, os órgãos responsáveis estão buscando conscientizar a população e fornecem castração gratuita.

4. ONG e prefeitura de Recife se unem contra abandono

De acordo com o Centro de Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, nas ruas recifenses vivem cerca de 100 mil animais. O guia turístico Elpidio Araújo, que lidera uma ONG que abriga mais de 100 animais, conta que a maioria é abandonada ao nascer ou mais no final da vida. Outros tantos são deixados nas ruas quando adoecem. No Estado está sendo criada a Comissão Especial em Defesa dos Animais para tomar medidas mais efetivas.

5. Secretaria de saúde e Ministério Público de Alagoas se unem

Na capital alagoana, a Secretaria de Saúde e o Ministério Público firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para aumentar o número de centros de Zoonoses nas cidades. Embora existam no Estado pouco centros, as prefeituras buscam conscientizar as pessoas sobre a importância da adoção consciente e da vacinação. A castração gratuita é uma ideia que está sendo implementada.

6. Animais são abandonados no núcleo de veterinária de universidade no norte do Estado do Rio

Em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, a Universidade Federal vem encontrando dificuldades para lidar com o grande número de animais abandonados no Hospital Veterinário. A diretoria da instituição informou que muitas pessoas levam seus pets dizendo que precisam de atendimento e acabam deixando os pobrezinhos por lá. A orientação é de que a população denuncie o abandono para o Centro de Controle de Zoonoses.

7. OAB de Goiás faz campanha contra o abandono

A Ordem dos Advogados do Brasil — seção Goiás (OAB-GO) teve a ideia de iniciar a campanha “Diga Não Ao Abandono”. A meta é realizar programas de conscientização na hora de adquirir ou adotar um animal de estimação. A OAB também orienta que as pessoas denunciem o abandono e maus-tratos de forma anônima. Para isso, basta ligar para o número 161.

8. Lixo para cães?

Em todas as cidades existem animais de rua, mas muita gente não se sensibiliza com o problema. Para chamar a atenção, a ONG Cão Sem Dono, de São Paulo, lançou uma campanha batizada de “Cachorro na Lixeira?” Os organizadores deixaram uma lixeira com a inscrição “cão” em um shopping da cidade que emitia o som de um pet chorando. Quando as pessoas abriam, visualizavam um recado sobre abandono.

9. Cidade de Casa Branca — SP

O Departamento de Meio Ambiente da prefeitura de Casa Branca (SP) também criou uma campanha que tenta sensibilizar a população contra o abandono de animais. O setor responsável tratou de produzir cartazes e divulgar as ações no site da cidade, citando o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), que, por sua vez, tipifica o abuso e os maus-tratos como crimes sob pena de até 1 ano de detenção e multa.

10. Campanha contra o abandono da Universidade de Santa Maria — RS

A Universidade Federal de Santa Maria, no RS, realizou uma campanha para incentivar a adoção de animais. Essa é uma forma simples de conseguir novos responsáveis para cães e gatos que são descartados no campus. Na instituição também há a Equipe CUCA — Cuidadores dos Cães do Campus, formada por funcionários e universitários que cuidam dos pets abandonados.

Gostou dessas ideias? Tem vontade de adotar um bichinho de forma consciente? Conte para nós.

Imagem de capa Samuel Souza/twitter
----
410